Mostrando postagens com marcador esporte-clube-bahia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador esporte-clube-bahia. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Esporte Clube Vitória 6 x 1 Marcelo Pereira Sant’Ana

Comentários
Sobre o jogo, muitos já se expressaram, principalmente através de material postado, subscrito por Dalmo, Felipe e Henrique, sendo que o do primeiro, pareceu-nos mais real, uma vez que vivera a época dos grandes clássicos entre os dois clubes baianos. Os dois seguintes analisaram o jogo, como tricolores preocupados, por mais uma derrota, buscando justificativas dentro e fora do campo, em favor ou desfavor do Bahia.

Vi mais uma entrevista do Sr. Vice-Presidente do Bahia também publicada aqui no nosso BLOG cujos óculos se transformavam numa bacia, para acolhimento de suas lágrimas, perguntando desesperadamente quais seriam os ditames , na CBF (ou na FBF), para que haja modificação de atitudes destes órgãos, visando ajuda ao tricolor, na arbitragem.

Alguns tricolores fanáticos por aqui se estressam, quando torcedores rubro-negros e alguns equilibrados da torcida do Bahia apontam os acertos do Vitória nestas 3 décadas e em contramão os desacertos do seu rival. Alegam que se fatiar os dois clubes em 3 décadas últimas estar-se-ia usando critério digamos oportunista, uma vez que décadas anteriores, o que é uma verdade, o Bahia reinava quase de forma absoluta, naquela época.

E agora. Quem será o centroavante do Bahia no 2º BA-VI?

Comentários
Com erros de arbitragem ou não, o Esporte Clube Bahia terá que vencer o Vitória no próximo Domingo, para avançar na direção das finais da Copa do Nordeste, enfrentando aquele que sobreviver após a batalha pernambucana entre Santa Cruz e Sport-PE. Derrota de 2 x 1 de ontem, significa que o tricolor precisa de um triunfo pelo placar de 1 x 0 para chegar a final da competição pela segunda vez nos últimos três anos.

O que agravará a situação do tricolo será a ausência de um centroavante nato, já que Hernane, machucado, só volta no meado do primeiro turno do Brasileiro da Serie A e seu natural substituto, o atacante Gustavo, foi expulso.

E agora?

Improvisar novamente como fez ontem na lateral direita,  inventar algum menino da base ou optar por Edgar Júnior? Não se sabe qual será a solução que encontrará o técnico Guto Ferreira, mas como se trata de um treinador Feijão-com-arroz, bem modesto e dentro do seu estilo previsível, não deve inovar ou arriscar nada. Em contrapartida, o tricolor de aço terá o retorno do lateral Eduardo, após cumprir suspensão automática.


Jogadores do Vitória sofreram atentado após o BA-VI

Comentários
O Esporte Clube Vitória através do seu site oficial comunicou que após o primeiro Ba-Vi da semifinal da Copa do Nordeste, com mando de campo no Barradão, alguns de seus jogadores foram alvejados enquanto estavam dentro de um mesmo carro passando pela rua Mocambo, no Trobogy, sentido Av. Luis Viana (Paralela).

Às 23h38, os jogadores Wallace (ao volante), Flávio e Rafaelson, acompanhados de um amigo, estavam passando sobre o segundo quebra-molas em frente ao Bar e Churrascaria Uai Bode em meio a um fluxo normal de trânsito, quando um carro parou no quebra-molas anterior, e uma pessoa saltou e proferiu dois tiros em direção ao veículo em que os jogadores se encontravam. A segunda bala perfurou os dois vidros (dianteiro e traseiro) do carro, passando por entre os passageiros. Nenhuma pessoa foi atingida. Wallace se assustou e acelerou rumo à Av. Paralela, e o carro do atirador não o perseguiu.

Vitória 2 x 1 Bahia: Gols, bom futebol e um grande jogo

Comentários

Jogo de arrepiar, duas equipes diferentes em campo, jogo bem jogado e cheio de emoções do inicio ao fim. O Bahia melhor em campo quando teve o time completo e mesmo com um a menos vendeu caro a derrota. Compactou defensivamente, porém não soube aproveitar as chances que teve no contra ataque, a bola castiga e o Vitoria foi eficiente mais uma vez e saiu vitorioso. 

Vamos para o jogo: 

Técnico do Bahia valoriza derrota por pouco e acredita

Comentários
O técnico Guto Ferreira desta vez não filosofou para explicar a derrota do Bahia para o Vitória hoje à noite no Estádio Manoel Barradas Carneiro. Foi realista e teve a leitura exatamente do que foi a partida e naturalmente manteve o otimismo para reverter o quadro no próximo Domingo com um triunfo simples pelo placar de 1 x 0.

- O Bahia perdeu porque, por muito tempo, jogou com um jogador a menos. Principalmente por causa disso. Mesmo assim foi muito guerreiro e saiu com um resultado importante, uma vitória simples nos dá a classificação – afirmou o técnico tricolor.

Ouça a entrevista



quinta-feira, 27 de abril de 2017

Bahia escalado para jogo contra o Vitória no Barradão

Comentários
Vitória e Bahia fazem nesta quinta-feira, às 20h30, no Estádio Manoel Barradas Carneiro o primeiro clássico Ba-Vi de uma Série de quatro seguidos que acontecerão nos próximos dias. Nesta quinta-feira o encontro será válido pela partida de ida das semifinais da Copa do Nordeste. A volta vai acontecer neste domingo, na Arena Fonte Nova, e vai apontar um finalista da competição que vai decidir o título contra um dos times pernambucanos que fazem a outra semifinal: Sport ou Santa Cruz. Para o jogo. o técnico Guto Ferreira acabou de divulgar os 11 titulares que entra em campo em poucos instante. Jackson ainda de fora. Edson volta

O time é este.

Torcida única fere direitos fundamentais dos cidadãos.

Comentários
Hoje à tarde colaborando com o texto publicado pelo tricolor Paulinho Fernando, a Diretoria da OAB da Bahia acolheu e aprovou, nesta quinta-feira (27), parecer da sua Comissão de Direito Desportivo, presidida pelo advogado Milton Jordão, que entende que “torcida única” nos jogos entre E.C. Bahia e e E.C. Vitória fere direitos fundamentais dos cidadãos. A manifestação da OAB foi motivada por uma consulta formulada pelos clubes do Bahia e do Vitória à Comissão de Direito Desportivo desta Seccional.

Confira a íntegra do parecer:

CONSULTA

1. As Associações Desportivas, Esporte Clube Bahia e Esporte Clube Vitória, formularam, conjuntamente, por meio do Ofício 01/2017, CONSULTA, em suma, almejando colher desta Seccional opinativo sobre legalidade de Recomendação n. 01/2017, expedida pelo Ministério Público do Estado da Bahia, que reclama aos mesmos a adoção de “torcida única” em partidas de futebol válidas pelas próximas fases da Copa do Nordeste e Campeonato Baiano, quando se enfrentarem; porquanto, tal medida extrema, alcançaria interesses difusos de consumidores de esporte, prejudicando-lhes, bem como contribuiria deveras para vergastar o que denominou de “expressão da cultura baiana”, no caso, o clássico BA-VI.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Técnico do Bahia fala pouco e esconde o time do BA-VI

Comentários
O técnico do Bahia, Guto Ferreira foi alvo de entrevista nesta quarta-feira no fazendão quando falou acerca do BA-VI da próxima quinta-feira. Boa parte da entrevista o técnico tricolor reservou para a tradicional filosofia sem acrescentar nada de novo. Falou sobre a dor e a tristeza de quando perdeu 50 poucos amigos no acidente da Chapecoense, fazendo alusão à morte do menino tricolor que acabou gerando como conseqüência a decisão da torcida única, fora isto, elogiou um dos jornalistas presente na coletiva e não deu pista do time que entra em campo para enfrentar o Vitória, embora as suas opções sejam obvias. Quanto à vantagem de jogar a segunda partida na Fonte Nova, o técnico minimizou e diz apenas acreditar que a vantagem é apenas mental. 

O técnico Guto Ferreira para o jogo contará com o zagueiro Tiago, que foi absolvido pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia após expulsão. Outra é expectativa é o retorno do zagueiro Jackson já recuperado e integrado ao elenco, além de Edson que pode voltar ao time titular.  O Bahia pode formar com  Jean; Eduardo; Lucas Fonseca, (Jackson) Tiago; Armero; Renê Júnior, Juninho; Zé Rafael; Allione, Edigar Junio e Hernane.

Ouça a entrevista

Sérgio Alves: O matador de Leões e Rei do Nordestão

Comentários
Sérgio Alves de Lima, quem viu sabe de quem se trata. Conhecido como carrasco Alvinegro e matador de Leões, fez história e marcou época com muitos gols nos clubes onde passou, casos de ABC, Ceará, Bahia e Santa Cruz. Um dos grandes atacantes do futebol brasileiro e nordestino na década de 90 e início dos anos 2000. Provocador, goleador e sem papas na língua. Capaz de fazer um estádio lotado aplaudi-lo mesmo vestindo a camisa do time adversário, fato que aconteceu no jogo entre Ceará e Bahia na Série B de 2002.    

2002, ano de ótimas lembranças para Sérgio Alves e para a nação tricolor. Na conquista do bicampeonato do nordeste do Bahia, o atacante se destacou ao lado de mais duas feras, Nonato e Robgol, e em disputa individual para ver quem seria o principal goleador da competição, Sérgio levou a melhor, com 13 gols anotados se tornou o artilheiro do Nordestão daquele ano, superando Nonato com 12 e Robgol com 7. Nas duas finais contra o Vitória (triunfo por 3x1 na Fonte e empate por 2x2 no Barradão), somente os três balançaram as redes.

Nascido em 1970 na bela Recife-PE, Sérgio Alves conquistou muitos títulos na sua carreira, mas tem um que pouca gente sabe, e que dificilmente será batido por outro atleta. É o jogador que mais vezes balançou as redes na história da Copa do Nordeste, com 23 gols, 3 pelo ABC, 7 pelo Santa Cruz e 13 pelo Bahia (diz ele que foi 18), seguido por outro ex-tricolor, Nonato, com 22 gols. Outras fontes apontam que Sérgio marcou 25 gols no total, no entanto, escavar as estatísticas do Nordestão é um trabalho árduo, afinal, pouco de registro sobreviveu com o tempo. Mesmo assim, nada muda, e Sérgio Alves permanece no topo da lista de maiores marcadores de sempre do maior torneio regional do Brasil conquistando a alcunha de "Rei do Nordestão".

Torcida do Bahia compra 10 mil ingressos para o BA-VI

Comentários
Mesmo com o BA-VI confuso com a determinação de torcida única numa determinação da CBF acatando recomendação do ministério público estadual, as vendas dos bilhetes de entrada para o BA-VI de Domingo (30) que será realizado na Fonte Nova decidindo que terá acesso a vaga para as finais da Copa do Nordeste segue tranquilamente e com comercialização bem expressiva. Nesta quarta-feira através da sua pagina no Facebook, o Esporte Clube Bahia já informou que cerca de 10 mil ingressos já comercializados, indicando que teremos um público superior a casa dos 30 mil torcedores.

Bahia é o único bicampeão genuíno da Copa do Nordeste

Comentários
Às vésperas de disputar mais uma semifinal de Copa do Nordeste, a terceira consecutiva após o ressurgimento e agora diante do maior rival, o Esporte Clube Bahia vai em busca do seu tricampeonato, que bateu na trave em 2015 quando foi parado na final pelo Ceará. Se quiser novamente disputar uma decisão da famosa 'Lampions League', o Esquadrão terá que passar pelo Vitória, maior detentor de títulos regionais, em dois duelos marcados para os próximos dias, 27 e 30 de abril, o primeiro deles acontecendo no Barradão e o segundo e decisivo na Arena Fonte Nova.  

A primeira Copa do Nordeste conquistada pelo Bahia aconteceu tardiamente e mais precisamente em 2001, na sua sexta edição, vencendo na final o Sport por 3x1 com Nonato (2 vezes) e Preto Casagrande balançando as redes. No ano seguinte, em 2002, levantou novamente a taça e de forma ainda mais especial, afinal, além de se garantir como o primeiro e único bicampeão genuíno e consecutivo do Nordestão, conseguiu esse feito ao superar na final o Vitória após triunfar na Fonte Nova por 3x1 e empatar por 2x2 no jogo de volta no estádio Manoel Barradas, destaque para o artilheiro e carrasco rubro-negro Nonato, autor de três gols nas finais, dois deles no empate no Barradão.

O Bahia na época era comandado pelo ídolo e bicampeão brasileiro Bobô e liderado por um trio de ataque fulminante e com faro de gol apurado. Nonato (12), Sérgio Alves (13) e Robgol (7), autores de 32 gols dos 42 marcados pelo tricolor na competição, com Sérgio Alves levando o prêmio de artilheiro. Em 19 partidas, o Tricolor Baiano venceu 10, empatou 5 e perdeu 4. Anotou 42 gols e sofreu 24. E ainda emplacou a maior goleada do torneio ao atropelar o Confiança por 10 a 2.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Torcida única, solução ou incompetência?

Comentários

Torcida unica no estadio e uma das maiores aberrações existente no mundo do futebol, além de prejudicar o crescimento do esporte e a rivalidade no bom sentido, diminui a competitividade. O mundo está no seculo XI e o Brasil a cada ano assume que é incapaz de controlar a violência em todos os sentidos. Os governantes sempre usam algo para mascarar a falta de competência deles. Será que a resolução da violência, seja no futebol ou fora, é na proibição do direito de ir e vir, de assistir e de andar na rua? 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Zagueiro Jackson pode reaparece no Bahia no BA-VI

Comentários
O Esporte Clube Bahia iniciou na tarde desta segunda-feira (24) os preparativos visando os dois BA-Vis pela da semifinal da Copa do Nordeste. O primeiro jogo desta decisão será na quinta-feira (27), no Barradão, e pensando nesta partida, o grupo terá três treinamentos. No de hoje, Guto Ferreira e sua comissão técnica comandaram um trabalho técnico com bola, em campo reduzido. 

As boas notícias do dia foram as participações do zagueiro Jackson e do volante Edson, que estão se recuperando de lesões. As participações dos dois no jogo de quinta ainda não está confirmada e dependerá da evolução dos atletas e da avaliação da comissão técnica.

Se sua estrela não existe, não queira ofuscar a NOSSA!

Comentários
Fala Nação Tricolor. Esses dias fiquei assustado com dois textos publicados nesse blog. Confesso que quase aceitei que a matemática e a história estavam erradas. Cheguei perto de acreditar que 46 é menor que 27 e 2 estrelas brilham menos que nenhuma, tamanha a habilidade em estrangular os números da história do futebol baiano, dos amigos do blog. Mas vamos pensar um pouco, e enxergar os números e a história com a visão de quem sabe o que é ver seu time ser Campeão Brasileiro e ter a noção da importância dessa conquista.

Comecemos pela história, tão pouco respeitada nos textos passados, e pelos títulos e conquistas nacionais e internacionais. O Bahia é o único clube acima de Minas Gerais, com dois títulos Brasileiros, legítimos. Torcedores rivais tentaram, por anos a fio, desmerecer a Taça Brasil, aí a CBF resolveu pelo óbvio e unificou os títulos nacionais. Fim da falácia sobre "não era Brasileiro, era Taça Brasil". O time do Bahia foi o PRIMEIRO CLUBE DO BRASIL a disputar uma LIBERTADORES DA AMÉRICA. Está na história. Muitos anos depois, vencemos mais uma vez o Campeonato Brasileiro. Sim, vencemos. E sem essa de "ah, mas do lado de lá tinha Neymar", "Ah, mas aquele Palmeiras de 93 era um timaço." Não, irmão. Vencemos o Santos de Pelé, em 59. Vencemos um campeonato sobre o Inter de Taffarel, o Flamengo de Zico e Bebeto, o Flu de Andrade, São Paulo de Pita, Santos de Sócrates... o Inter é que teve de chorar com o famoso "ah, mas perdemos pro Bahia de Bobô, Paulo Rodrigues, Charles e Zé Carlos"

sábado, 22 de abril de 2017

Bahia despacha o Fluminense e espera o Vitória na final

Comentários
Tudo dentro dos conformes, sem percalços ou imprevistos e respeitando a lógica, desta forma o Esporte Clube Bahia passou novamente pelo Fluminense de Feira neste sábado na Arena Fonte Nova e carimbou de forma tranquila o passaporte à grande final do Campeonato Baiano e agora faz o papel de telespectador aguardando de frente da TV o adversário que sai do confronto entre os dois Vitórias, de Salvador e de Conquista, que será definido no domingo. O Esquadrão, mesmo com a ótima vantagem construída no jogo de ida, 3x0 no estádio Joia da Princesa, confirmou o enorme favoritismo ainda que se mostrando um tanto quanto desinteressado, algo previsível pelo conforto, e aplicando um 1x0 tímido no Flu, único gol assinalado pelo brocador Hernane, portanto, avança em busca do seu 47º título estadual.

O primeiro tempo não foi de encher os olhos. Com larga vantagem, o Bahia controlou a partida sem se esforçar muito, enquanto o Flu de Feira não demonstrou em nenhum momento capacidade para superar o Esquadrão. Nem mesmo a expulsão do lateral do Flu, Edson Souza, aos 29 minutos, mudou muito o cenário do embate. Apesar da superioridade numérica, o Tricolor se manteve cauteloso, mas conseguiu abrir o placar com um belo gol do brocador Hernane aos 31 minutos mostrando calma e categoria para se livrar de dois zagueiros e deslocar o goleiro Jair.

O jogo que já era morno no primeiro tempo, teve ritmo ainda menor no segundo tempo e seguiu sem muita inspiração e com poucas emoções, um lampejo aqui, outro ali, mas nada que se tirasse proveito. O Tricolor administrando o resultado e o Fluminense já entregue em campo, ambos ansiosos para o juiz apitar logo o final da partida. Diga-se, o fato de maior destaque na etapa final foi as vaias de parte da torcida do Bahia direcionadas ao lateral Pablo Armero toda vez que o colombiano tocava na bola. Mesmo a vantagem numérica (no placar e no campo devido a expulsão) para o time de Guto, o placar permaneceu intacto. 1x0 no segundo duelo e 4x0 no placar agregado.  

Com a classificação assegurada, o Bahia muda o foco e já pensa em outra decisão, agora pela primeira batalha da semifinal da Copa do Nordeste quando nesta quinta-feira (dia 27), às 20h30, encara o Vitória no estádio Manoel Barradas Carneiro. A partida de volta e decisiva acontece dia 30, na Arena Fonte Nova. Quem avançar, bate testa com o vencedor de Sport-PE e Santa Cruz. 

O Esporte Clube Bahia atual é um time burocrático

Comentários
O time do Bahia é burocrático, que nem aqueles funcionários públicos que fazem o mínimo necessário (quando fazem) para cumprir contrato e fim. Os exemplos podem ser dados com o próprio Fluminense/FS. No primeiro jogo, na fase de classificação, o Bahia começou bem, depois foi parando e se equiparou ao fraco time do Flu. E é assim todas as partidas e se fizer um gol, f... Pois é, terminou o primeiro tempo com 1x0 à favor.

Segundo tempo, com 5 minutos, o Flu teve um jogador expulso. Historicamente o time do Bahia se perde quando está com um jogador a mais em campo. Não deu outra, o time ficou dando passes para os lados, sem objetividade, lento e perdendo muitos gols. No finalzinho, no desespero, o Flu empatou. Nesse jogo, se o time continuasse jogando com boa vontade, seria uma goleada de 6 ou 7.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Bahia definido contra o Flu ainda sem volante e zagueiro

Comentários
Não será dessa vez que o volante Edson e o zagueiro Jackson retornam ao time do Bahia, a previsão é que estejam aptos para entrar em campo diante do Vitória, na quinta (27), pela primeira partida da semifinal da Copa do Nordeste. Para o duelo deste sábado, às 16h, na Arena Fonte Nova, contra o Fluminense de Feira, o Esquadrão está definido com duas mudanças, a entrada de Zé Rafael na vaga do suspenso Régis e a volta do capitão Tiago, que cumpriu suspensão no jogo de ida. Fora isso, nada de novidade.

Debaixo da chuva que cai sobre a cidade de Salvador, o Bahia encerrou nesta sexta a preparação onde o técnico Guto Ferreira esboçou o time titular que deve ser o seguinte: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Renê Júnior, Juninho e Zé Rafael; Allione, Edigar Junio e Hernane Brocador. Por ter vencido o primeiro jogo por 3 a 0, o Bahia pode perder até pelo mesmo placar, que garante vaga na grande decisão do Campeonato Baiano. 

Bahia x Fluminense: Veja vai para o jogo da classificação

Comentários
Praticamente classificado para as finais do Campeonato Baiano, o Esporte Clube Bahia enfrenta neste sábado, na Arena Fonte Nova, o Fluminense de Feira. Como venceu por goleada o primeiro jogo, o tricolor de aço só perde a vaga, caso seja derrotado pelo inimaginável placar de 4 x 0. Convenhamos, o assunto já foi encerrado definitivamente. Ainda assim, o tricolor terá força máxima para confirmar a classificação. Ausência apenas o meio campo Régis, suspenso. Em contrapartida, o zagueiro Tiago reassume sua posição de titular após cumprir suspensão.

Confira a lista:

Goleiro do Bahia jogará de VERDE no Campeonato Brasileiro

Comentários
Se o Bahia ainda não tem time forte e competitivo para não cair no Brasileiro da Série A, pelo menos existe projetos do departamento de marketing do clube com sucesso para renovar contrato com um dos seus patrocinadores. É o caso da Unimed. A formula foi bem simples. Nos jogos clube no Brasileiro deste ano e nos jogos possíveis, o goleiro tricolor atuará com uma camisa verde a cor da cor da Unimed.

“Foi uma maneira que a gente buscou para a renovação do contrato. Renovamos por mais uma temporada. Uma das coisas que a Unimed buscava era o respeito a suas cores, a sua padronização. A Unimed, sensível, entendeu que era uma boa e a gente fez essa contraoferta, e eles toparam”, explica Jorge Avancini, diretor de mercado do Bahia ao repórter Marcelo Vico do BLOG na Vitrine.

Com o sucesso da negociação, agora o Bahia vai analisar os resultados. E acredita ter encontrado uma propriedade importante para negociar com o mercado. “Vamos dar preferência para quando o jogo permitir. E a ideia é criar isso como um produto que no futuro pode até ser oferecido para outras empresas se a Unimed não estiver aqui.


quarta-feira, 19 de abril de 2017

Goleiro Jean feliz com a renovação de contrato com o Bahia

Comentários
A grande novidade do Bahia nesta quarta-feira foi antecipação da renovação do goleiro, titular absoluto da camisa de número UM do tricolor de aço. O contrato em vigor teria prazo de vencimento apenas no final da temporada. Jogador e o clube sentaram e após o natural ajuste salarial, o jogador de 21 anos e revelado pela base do clube ampliou seu contrato até o final do ano de 2019. Logo após o anuncio o goleiro foi alvo de entrevista no fazendão onde falou da sua alegria pela renovação e sua identificação com o clube.

- Muito feliz em renovar mais um ano aqui. Aqui eu me sinto em casa. É o clube que eu tive minha primeira oportunidade como profissional, onde trabalho desde pequeno. É um clube que eu me identifico muito 

Ouça a entrevista.