Vídeo: Shogun x Ovince St. Preux

Vídeo: Shogun x Ovince St. Preux
Vídeo: Shogun x Ovince St. Preux

Vídeo: Bisping x Luke Rockhold

Vídeo: Bisping x Luke Rockhold
Vídeo: Bisping x Luke Rockhold

Video: Hendricks x Robbie Lawler

Video: Hendricks x Robbie Lawler
Video: Hendricks x Robbie Lawler

Cemitério de elefantes”?

Cemitério de elefantes”?
Cemitério de elefantes”?

Seja bem-vinda minha linda!

Seja bem-vinda minha linda!
Seja bem-vinda minha linda!

PUBLICIDADE #01



Mostrando postagens com marcador ecbahia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ecbahia. Mostrar todas as postagens

domingo, 21 de dezembro de 2014

Esporte Clube Bahia permanece sem novidades para 2015


Neste domingo (21), faz duas semanas que terminou o Campeonato Brasileiro, e até o exato momento nada de novidades no Bahia. Enquanto os clubes já se movimentam no mercado, o tricolor baiano parece que continua dormindo, parado no tempo. O novo presidente já foi eleito, tomou posse, mas ainda não anunciou os nomes do diretor de futebol e do treinador para temporada 2015.

Circulam boatos de que o técnico Sérgio Soares, ex-Ceará, será anunciado esse final de semana, algo que até o momento não aconteceu, até porque o presidente só irá anunciar o novo treinador quando acertar com o diretor de futebol, e só começará as negociações com os possíveis reforços quando o novo comandante chegar. Haja paciência!

O nome cada vez mais próximo de ser anunciado para assumir a direção de futebol do clube é o de Alexandre Faria. O profissional anunciou na tarde desta sexta-feira (19), a sua saída do América-MG, clube no qual foi o superintendente geral pelos últimos três anos.

A única certeza para 2015 é que os jogadores emprestados e com contrato até o final de 2014 não ficam no clube. Alguns atletas com vínculo também podem sair, mas só se receberem alguma proposta satisfatória. O único jogador em negociações com o tricolor é o atacante Jael.

Nas últimas semanas, o nome do goleiro Marcelo Lomba foi ventilado na Ponte Preta e Fluminense. O time carioca renovou com o Diego Cavalieri, portanto, desistiu de contratar o arqueiro tricolor. Sem propostas, Lomba deve permanecer no clube, já que possui contrato até o final de 2017.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Vitória foi o pior em arrecadação no Brasileiro 2014

Prejudicado pela ausência do Estádio Manoel Barradas, em reforma, em virtude da Copa do Mundo, o Esporte Clube Vitória foi o clube com pior arrecadação no Campeonato Brasileiro de 2014, aliás, diga-se, torneio de que foi rebaixado. De acordo com as informações da Folha de S. Paulo, o Cruzeiro foi o clube que mais faturou com o público dos estádios, captando R$ 22.487.596,86. 

O Vitória foi o pior clube no ranking, recebendo R$ 1.533.145,83. Já o Bahia, outro rebaixado e que envergonhou os seus torcedores, ficou na 11ª posição da pesquisa, com R$ 3.492.515,11 captados. A pesquisa também divulgou os números de ingressos vendidos pelos clubes que disputaram a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O Bahia vendeu 226.414 ingressos e o Vitória 195.075.

Ex-técnico do Bahia continua no Coritiba

Marquinhos Santos, com passagem recente pelo Bahia, seguirá no Coritiba em 2015. O técnico, que chegou a ser anunciado como novo funcionário do Vasco, teve sua renovação de contrato confirmada nesta sexta-feira, pela nova diretoria alviverde, liderada pelo presidente Rogério Bacellar, que tomou posse na última quinta. O treinador chegou a ser anunciado pelo Vasco, mas um problema de saúde com a esposa fez com que ele voltasse atrás na decisão.

Ex-técnico do Bahia senta na sala de aula na CBF

Apontado por muitos torcedores como o técnico ideal para o Bahia, pela identificação com o clube e conhecimento da base, o técnico Charles Fabian, que comandou o tricolor nas últimas partidas do brasileiro, será mantido pela nova gestão, como assistente técnico, desta vez, de Sergio Soares, que deve ser anunciado ainda nesta sexta-feira como o novo treinador do clube, segue se preparando para assumir a carreira de técnico, se sentou na sala de aulas no programa de qualificação de treinadores da CBF.

"Quero agregar. Eu já tenho a prática, mas esse curso não fala só de campo, mas também sobre gestão, montagem de elenco e de tudo do futebol. Esse tipo de conhecimento faz com que a gente melhore e que os resultados venham mais rápidos na prática", avalia o ex-atacante, campeão brasileiro como Bahia em 1988, em entrevista publicada no site iBahia.

No curso tem o atual técnico do Vitória, Ricardo Drubscky, entre os professores, enquanto Charles, Marcelo Veiga, Silas e Rogério Lourenço, estão entre os alunos mais destacados, ainda segundo a publicação, o investimento financeiro foi feito pelo próprio Charles, que já decidiu o foco da carreira. "Minha vontade é ser treinador. Se não for nesse momento, será a curto ou médio prazo. Se não no Bahia, em outro lugar", afirma.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Diretor do Bahia afirma que orçamento será respeitado

O dia praticamente acabou e o Esporte Clube Bahia ainda não anunciou o novo gestor de Futebol e, consequentemente, o novo técnico, já que segundo o presidente Marcelo Sant'Ana, a contratação do novo comandante está condicionada ao aval do novo diretor. 

A idéia é anunciar primeiramente a contratação do gestor de futebol e, depois , confirmar o acerto com o técnico Sérgio Soares. Nesta quinta-feira, o novo presidente, em seu primeiro dia oficial de trabalho, se reuniu com os funcionários do clube, conheceu e passou a ser conhecido, ouviu queixas, elogios e sugestões e, por seu turno, explicou o que espera dos funcionários do clube. Nesta quinta-feira, através de carta, o zagueiro Demerson se despediu e já não faz parte do elenco do Bahia para o ano de 2015.

No meado da tarde, foi divulgada, pelo site do Bahia, a primeira entrevista de Marcelo de Barros, o homem que será responsável pelas finanças do clube. Já imagino a dificuldade que terá para conciliar a razão do orçamento e a emoção do futebol, segundo ele, achar o meio termo de ambos, será o seu maior papel.

Ouça a entrevista.

TV Bahêa mostra a posse de Marcelo Sant’Ana

O novo presidente do Bahia, Marcelo Sant'Aana, tomou posse na quarta-feira (18), na Arena Fonte Nova. Os conselheiros do clube também foram empossados e a novidade é a presença, pela primeira vez, de dez mulheres no conselho. A TV Bahêa esteve lá e mostra como aconteceu.

Veja:

Fluminense mira contratação de Marcelo Lomba


Prestes a perder seu goleiro titular, o Fluminense começa a correr atrás de um possível substituto. E uma das opções, caso o goleiro Diego Cavalieri não renove o contrato que se encerra em 31 de dezembro, é Marcelo Lomba, do Bahia. O goleiro também é alvo da Ponte Preta, e as negociações com a Macaca estão em andamento. 

O "Paredão", como foi apelidado em Salvador, chegou ao Bahia em 2011 por empréstimo, vindo do Flamengo. Lomba logo se destacou com incríveis defesas, fato que o levou a cair nas graças da torcida e a receber o prêmio de melhor goleiro do Brasileirão de 2011, entrando para a Seleção Armando Nogueira (seleção dos melhores do campeonato). Em 2012, devido a suas ótimas atuações com a camisa tricolor, assinou em definitivo com o clube, sendo o titular da meta até hoje.

Marcelo Lomba tem contrato com o Bahia até meados de 2017, mas o clube não fará esforço para segurá-lo. O rebaixamento para a Série B fez com que a diretoria reavaliasse a situação do camisa 1. Por isso, o Tricolor não deve dificultar uma transferência. Além disso, a esposa do jogador gostaria de voltar a morar no Rio.  

Diretoria do Bahia se reuniu com funcionários no Fazendão

Em seu primeiro dia oficial de trabalho, após ser empossado como presidente do Esporte Clube Bahia, o presidente Marcelo Sant’Ana fez questão de reunir todos os funcionários do clube, que estavam em serviço, para uma conversa informal no auditório do Fazendão. Ao lado de Pedro Henriques, Sant’Ana fez uma breve apresentação, falou do que espera dos funcionários e o que pensa sobre o dia a dia de trabalho no clube.
Em um segundo momento, o presidente abriu a palavra para os funcionários, do mais humilde ao da diretoria executiva. Durante mais de uma hora, os funcionários puderam criticar, perguntar, sugerir e dialogar com os novos comandantes da agremiação. Todas as observações apresentadas pelos funcionários foram registradas e servirão de base para ações da nova diretoria, que prometeu realizar este tipo de encontro pelo menos uma vez por mês, para que o corpo de trabalho se integre e possa crescer junto.

Demitido do Vasco, Joel Santana negociou com o Bahia


A notícia ainda é oficiosa, mas segundo informações, Joel Santana, recém demitido do Vasco da Gama, estava (ou está) em negociação com o Bahia. Digo e repito, não é oficial, e espero com figa e tudo que esse pesadelo não se torne realidade novamente.

De acordo com informações, o presidente Marcelo Sant'Ana trabalhava nos bastidores para adiantar em um certo ponto sua contratação enquanto esperava ser eleito nas urnas para aprofundar ainda mais as conversas com o 'Papai Joel'. 

Se sacramentado, o vínculo contratual teria duração de um ano. Joel Santana assumiu o Bahia em 1994, aonde conquistou o Campeonato Baiano. Em 1999, o treinador voltou para uma nova conquista do Baianão. Mas na sua última passagem (2013), Joel não deixou saudades, perdendo o título baiano de forma vexatória, dando adeus precoce, com apenas um mês no clube.

Que a Sorte esteja do lado do E.C Bahia

Que a Sorte esteja de seu lado, Baêa, porque, ao que parece, o tricolor continuará dependendo apenas dela.

O senhor presidente não precisa que eu lhe deseje boa sorte, ele já tirou a sorte grande, porque exercerá uma função que lhe renderá US$ 150 mil dólares por ano ( incluindo o décimo-terceiro e o abono férias) - nos EUA, vou repetir, nos EUA, quantos profissionais altamente qualificados recebem isso?- sem que, através de sua experiência profissional, tenha dado provas de que têm o perfil necessário para o cargo que ocupa. Esta minha observação não deve ser tomada como sendo contra a remuneração do cargo de presidente do Clube, eu sou a favor da remuneração e não me oponho ao valor dela, apenas estou observando a sorte grande de alguém que não recebia nem 1/10 deste valor no emprego anterior e que eu não vejo como apto para o ofício.

Dizem que Marcelo é um presidente que pensa um futebol "moderno", mas, infelizmente, os que afirmam isso nunca dizem o que é este futebol "moderno". Não estou sugerindo que este futebol "moderno" não exista, estou apenas querendo saber o que ele é.

Outra coisa: aproveitar a base. Esta é a senha repetida todos os anos pelos que "pensam" o futuro do Bahia.

Daí eu pergunto: que base, desde a catástrofe de 1992 ou 1993? Ah, os times X ou Y usam suas bases...Tudo bem, mas não será pela razão de eles terem uma base aproveitável? Que eu me lembre, dos últimos dez anos, nos anos de 2009 e 2010 a base foi muito usada. cadê aqueles "meninos da base" que, deste período, não deram certo no Bahia por "impaciência da torcida", eles andam por onde?

Está mais do que na hora de os torcedores que falam das "bases" dizerem os nomes com sobrenomes dos "meninos da base " que prestam e de dizerem onde estão os "meninos da base" que foram "expulsos do Bahia pela torcida"( espero que não seja citado apenas Daniel Alves...). 

Com relação à atualidade, será que estão tomando como referência os campeonatos baianos das categorias deste ano? Lamento dizer, mas os rivais podem rir a vontade desta pretensão, porque estes campeonatos eles lideram com folga, nos últimos 20 anos, mas, graças a Deus, isso não transformou a trágica história deles dos últimos 120 anos. Logo, os defensores "incondicionais" da base devem mostrar que eles têm razão, porque fica feio gente adulta( ou que deveria ser adulta) falar de coisas e não mostrar as provas empíricas do que falam.

Dinensen

Zagueiro titular se despede do Esporte Clube Bahia

Zagueiro apenas razoável e que já deu sua cota de participação no Bahia, é assim que vejo o zagueiro Demerson, que não continua no Bahia para a temporada de 2015. Ao jornal, através de carta, se despede afirmando que honrou a camisa do Bahia e sempre se manteve dentro do profissionalismo.

"Acaba aqui, meu ciclo com o Esporte Clube Bahia. Despeço-me deste clube que aprendi amar e respeitar, ao longo dos dois últimos anos tive a honra em defender um dos maiores clubes do Brasil, clube este de muita tradição, fiz o que pude para levar alegria a apaixonada torcida baiana, com garra e determinação honrei este manto, passamos por momentos de alegrias e de tristeza, porém com muito profissionalismo sempre entregava-me de corpo e alma para assim conquistar resultados positivos".

Presidente do Bahia explica porquê Sérgio Soares

Marcelo Sant'Ana tomou posse ontem à noite e é oficialmente novo presidente do Bahia e terá, entre outras incumbências, reconduzir o Esporte Clube Bahia para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro.  Ontem, antes da cerimônia de posse, o novo mandatário tricolor deu entrevista para o jornal A TARDE, onde falou dos projetos para o futuro e as suas expectativas, além de responder perguntas do tipo: Porquê Sérgio Soares? O clube já adiantou as cotas de TV do próximo ano? Alguém da atual diretoria vai continuar na sua gestão?

Veja abaixo

Por que não Charles para técnico do E.C Bahia?


O novo presidente do Bahia, Marcelo Sant'Ana, tomou posse nesta quarta, mas não trouxe nenhuma novidade, a não ser a permanência de Charles Fabian, mas como auxiliar técnico. Responsável em comandar a equipe nos últimos jogos do Tricolor na primeira divisão, Charles vai ser o braço direito do novo treinador, assim como aconteceu enquanto Gilson Kleina esteve no cargo de técnico.

Acredito que muitos torcedores estão se fazendo a mesma pergunta que eu. Por que não Charles para técnico do Bahia? O que é preciso para treinar o Bahia? Vim de fora? Não entendo o interesse por Sérgio Soares que, na minha opinião, não passa de um treinador mais ou menos. 

Charles comandou o time, após a saída de Marquinhos Santos, e mudou a postura dos jogadores. Entretanto, resolveram contratar o incompetente Gilson Kleina, que já havia rebaixado Paysandu (2005), Paraná (2007) e Palmeiras (2012), e abandonou o barco antes do final do campeonato, com o Bahia praticamente rebaixado, deixando mais uma vez o interino no comando. 

Infelizmente, para os dirigentes dos clubes baianos, parece que só presta quem vem de fora. Me perdoem os críticos de Charles, mas nos poucos jogos no comando do Bahia, ele mostrou ter competência e capacidade para comandar o time, além do que é identificado com o clube e conhece muito bem o divisão de base, que será bastante utilizada em 2015. Estão repetindo o mesmo erro deste ano, mas espero que eu esteja errado e esse Sérgio Soares queime minha língua. 

Fellipe Costa

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Presidente do Bahia toma posse e não traz novidade

Pela primeira vez na história do clube, um presidente eleito diretamente pelos sócios passa o cargo a outro também eleito democraticamente. Marcelo Sant'Ana e Pedro Henriques foram proclamados novos presidente e vice-presidente do Bahia. A solenidade que já acabou trouxe apenas anuncio de quem será do novo diretor executivo financeiro:  Marcelo Barros que foi secretário de Administração no governo de Paulo Souto e a obvia confirmação que Charles Fabian voltará para a condição de auxiliar técnico, já que é funcionário do clube . 

Além dos discursos já cansativos e repetitivos, o novo presidente apenas confirmou que negocia com o técnico Sérgio Soares e essa negociação se encontra em estado avançado e reafirmou o interesse no atacante Jael, e nada mais de importante para a torcida rebaixada do Esporte Clube Bahia. 

O novo presidente acredita que o Bahia não está atrasado em relação aos outros clubes, já que a reapresentação é no dia 5 de janeiro e não adianta reclamar do tempo por ser preciso respeitar o processo eleitoral e as decisões vão mostrar o caminho que o Bahia vai percorrer daqui para frente. Reafirmou que vai  valorizar as divisões de base e trazer jogadores comprometidos com Bahia e que tenham o rendimento que o futebol exige

Bahia já tem seu novo diretor executivo financeiro

O presidente eleito do Bahia, Marcelo Sant'Ana, ainda está tomando posse em cerimônia que está sendo realizada neste momento na Arena Fonte Nova, mas já escolheu e divulgou o novo diretor executivo financeiro para a sua gestão. Trata-se de Marcelo Barros que foi secretário de Administração no governo de Paulo Souto. O novo presidente, ainda afirmou que negocia com Jael, no entanto, não tem nada acertado. Enquanto o nome do novo técnico do Bahia para a temporada de 2015, o nome de Sérgio Soares apontado como certo, até este momento não tem confirmação

Agora é oficial: Vitória acerta retorno de Neto Baiano

Depois de anunciar o novo técnico do clube Ricardo Drubscky e o gestor de futebol Anderson Barros, o Vitória acertou com seu primeiro reforço para a temporada 2015. Na tarde desta quarta-feira (17), na sala de imprensa do clube, o atacante Neto Baiano terá seu retorno à Toca do Leão confirmado pelos dirigentes rubro negros.

Conhecido pelo faro de gols e pelas polêmicas envolvendo o Bahia, Neto Baiano defendeu o Vitória pela primeira vez em 2009. Dois anos depois, o jogador atuou no Leão, onde ficou até o primeiro semestre de 2012 e marcou 38 gols, antes de se transferir para o futebol japonês. Nesse ano, o centroavante defendeu o Sport na disputa da Série A do Brasileirão, mas nunca escondeu seu amor pelo Vitória.

Além de Neto Baiano, o atacante Rogério está muito perto de ser anunciado como novo reforço do Vitória. O jogador, que foi rebaixado pelo Botafogo à Série B nesta temporada, está em negociação com o rubro negro baiano e pode reforçar o Leão em 2015.

Aos 23 anos, o atleta deve desembarcar em Salvador nesta quinta-feira (18) ao lado do empresário, Igor Albuquerque, para finalizar a negociação. Além do time carioca, Rogério, que foi revelado pelo Porto de Caruaru, acumula passagens por Central/PE, Náutico/PE e Al-Dhafra, dos Emirados Árabes.

Um fim de semana da democracia

Foi um final de semana inesquecível. Comprei os dois livros recentemente lançados sobre o Esquadrão, envolvendo o hepta-campeonato e as lutas recentes pela democracia no clube, depois fui votar para presidente cumprindo minha promessa pessoal de escolher pela primeira vez diretamente um presidente do Bahia. Um momento único em que o processo democrático se consolidava e eu participava decisivamente com o meu voto. É verdade o meu otimismo, pois meu candidato ganhou. Não obstante isso,  vi muita grandeza nos tricolores que concorreram e reconheceram o resultado.

Vi na Arena Jorge Maia, Leandro Fernandes, Diego e amigos novos tricolores que conquistei pela internet, todos também parte desse momento singular na história política do clube. Porém, muitos ainda não atentaram para a maturidade com que com essa luta para o Bahia define-o em sua integração em algo maior entre os clubes mais modernos e também reascende a sede de participação política bloqueada por anos de política coronelista antes da constituição de 1988 e que no Bahia perdurou até dois anos atrás.

Um ponto que me chamou atenção foi o equilíbrio da comissão eleitoral tricolor e também, ao final com o resultado da eleição, a reação das chapas com os antagonismos logo desconstruídos, embora alguns ainda "chorem" lágrimas sem perceber que as práticas democráticas demonstradas pela comissão eleitoral serão daqui para frente respeitadas como verdadeira jurisprudência, como uma espécie de súmula vinculante quando protegeu sempre o patrimônio dos sócios em elegerem o seu melhor candidato e respeitaram o direito dos candidatos em participar como sócios nas eleições sem criar limites que não estão no tocante à seção da elegibilidade e as ineligilidades do estatuto.

É verdade, eu sempre fui contra ímpetos legiferantes e criações de normas em excesso, pois sabemos que será sempre o fato julgado coerentemente na aplicação das leis que farão diferença no espírito de maturidade dos sócios do tricolor na consolidação do processo democrático das eleições. As "gritas" ficarão para trás e a isonomia no tratamento das questões serão daqui para frente melhor entendidas sobre o valor que um Estatuto breve e claro terão em suas intenções quando da aplicação no desafio das próximas eleições.

Agora, em Recife, é recomeçar a torcida e fiscalizar o cumprimento das promessas de campanha. Observar a vontade de mudar do novo presidente na prática do dia a dia, pois capacidade sem que ele tem. Vamos ver isso acontecer nas situações em que ele pressionado terá que superar. Afinal, a vida não é feita de desafios? Temos agora que monitorar e torcer para que tudo dê certo e o Bahia volte à normalidade institucional, consiga diminuir sua dívida e enfim conquiste definitivamente um novo título de glória no campeonato baiano, no nordestão e no acesso á primeira divisão. 

Avante, Esquadrão!


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Bahia e Joinville disputam contratação de Jael

Em 2014 passamos o primeiro semestre todo à espera do camisa 9, e somente no segundo semestre, Kieza foi contratado. Para não cometer o mesmo erro, o presidente Marcelo Sant'Ana tem como um das suas prioridades a contratação de um centroavante, pois o contrato de Kieza vai até junho de 2015, e talvez possa deixar o clube antes de encerrar o vínculo. 

Por isso, o nome de Jael "Cruel" tem ganhado força no Fazendão nos últimos dias. Raudinei Freire, ex-jogador que marcou época no tricolor baiano e responsável pela carreira do jogador, confirmou o interesse da nova diretoria do esquadrão em ter o centroavante novamente em Salvador. 

"Não existe uma proposta oficial, com tempo de contrato e valores. Por enquanto, o Bahia demonstrou interesse em ter Jael, fez uma sondagem sobre o jogador", contou. Apesar do interesse do Bahia, o representante também recebeu uma proposta de renovação contratual com o Joinville, clube que Jael defendeu na temporada de 2014 e conquistou o acesso à Série A. 

No entanto, seja o destino Santa Catarina ou Bahia, o futuro do centroavante também precisa passar por uma resposta do São Caetano, clube detentor dos direitos federativos de Jael até o fim de 2016. Em período de recuperação, após uma grave lesão no tornozelo, o camisa 9 deve retornar aos gramados na primeira semana de fevereiro.

Bahia terá rede de alimentação própria em 2015

O Esquadrão de Aço será o primeiro clube do Nordeste a ter sua própria rede de alimentação. O lançamento da loja, em parceria com a empresa SportFood, está previsto para maio do ano que vem. A única outra equipe do Brasil a já possuir algo do tipo, é o Grêmio, no Sul. Além de gerar uma nova fonte de receitas, a novidade vai proporcionar aos torcedores uma nova forma de interação com o Bahia.

Será uma rede 100% tricolor, com identidade visual e cardápios específicos, que retratarão as características e tradição do clube e também a culinária local. Além disso, a Nação vai participar da escolha do nome.

A expectativa é que sejam lançadas 30 unidades da rede de alimentação até 2020, não apenas em Salvador. A primeira será feita com investimento integral da Sportfood, enquanto as demais serão no modelo de franquia, cujas informações aos interessados podem ser obtidas diretamente aqui. A estreia do modelo de parceira culminou na criação da gremista Hamburgueria 1903, que –somente em dois meses– acumula 150 pedidos de aberturas de novas franquias.

A Sportfood é uma empresa controlada pela PLURI Consultoria, especializada em Licenciamento e Franchising, e implantadora da primeira rede de fast food de clubes de futebol do mundo.

Novo presidente do Bahia toma posse quarta-feira


Já não existe pedido de impugnações no processo eleitoral do Esporte Clube Bahia, quem venceu, venceu, quem perdeu, perdeu, sendo assim, o presidente eleito no último sábado (13), Marcelo Sant’Ana, deve ser empossado no cargo já nesta quarta (17), para começar a tirar o Esporte Clube Bahia do paradeiro que se encontra, sem técnico, sem decisões ou avanços, gerando a falta de expectativas. 

Isto só foi possível após chapa "A Voz do Campeão" decidir retirar, nesta segunda-feira (15), todas as impugnações que deram entrada durante o processo eleitoral do Bahia e, assim, o novo presidente será empossado no cargo em cerimônia simples, que acontecerá na Arena Fonte Nova.

 

Jogo AO VIVO