Vídeo: Pezão x Andrei Arlovski

Vídeo: Pezão x Andrei Arlovski
Vídeo: Pezão x Andrei Arlovski

Video da Luta: Mark Hunt x Roy Nelson

Video da Luta: Mark Hunt x Roy Nelson
Video da Luta: Mark Hunt x Roy Nelson

AO VIVO - Bahia x Atlético-MG

AO VIVO - Bahia x Atlético-MG
Bahia 1 x 1 Atlético-MG - Os gols

Maracajá: O Mito do dirigente ultrapassado

Maracajá: O Mito do dirigente ultrapassado
Maracajá: O ultrapassado

Karatê Tradicional da Bahia

Karatê Tradicional da Bahia
Karatê Tradicional da Bahia

PUBLICIDADE #01



Mostrando postagens com marcador ecbahia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ecbahia. Mostrar todas as postagens

sábado, 25 de outubro de 2014

Inter x Bahia: Hoje é dia de torcer pelo tricolor de aço

Domingo teremos as eleições, por isto, toda a trigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro, será realizada neste sábado, com uma rodada cheia pela primeira vez em toda a competição e no bolo, teremos o Esporte Clube Vitória enfrentando o Criciúma às 17h30, no Barradão e logo depois, o Bahia se pegando com o Internacional de Porto Alegre, às 20h no Beira-Rio, lá no Rio Grande do Sul, finalizando a jornada de sofrimento desta vez integral para o torcedor baiano, notadamente para o Bahia, que joga longe de casa e contra um adversário que jamais venceu em seus domínios (Beira-Rio) quando o papo é Campeonato Brasileiro, ainda que histórico não ganha jogo e nunca foi referencial para coisa alguma, vale a lembrança.

O adversário é difícil, mas não atravessa assim como o Bahia, um bom momento. Praticamente fora da disputa pelo título, o time colorado vai encarar o Bahia apenas pensando no G4, depois de acumular quatro derrotas nos últimos cinco jogos, não diferente do Bahia, que no mesmo período, não ganhou de ninguém, perdendo três e empatando duas partidas.

Sem alternativa ou para onde correr, só resta ao torcedor do Bahia acreditar que ainda é possível escapar da zona de rebaixamento e por alguma carga-d’água daquelas que nao sabemos como explicar, acredito piamente que o tricolor de aço, desta vez, não irá fracassar e voltará do Rio Grande Sul, tão vivo quanto antes e pronto para respirar contra o Palmeiras na próxima rodada, já que mesmo vencendo hoje à noite,  dificilmente sairá da zona de rebaixamento nesta rodada

Para o jogo, o técnico Gilson Kleina não poderá contar com Guilherme Santos, suspenso por cartão vermelho. Marcos Aurélio, por questões contratuais. Rafinha, Kieza e Fahel todos machucados. Os substitutos, se já definidos, não foram divulgados. No entanto, é certo o retorno de Rafael Miranda após suspensão e o reaproveitamento Emanuel Biancucchi e Diego Macedo no meio de campo. Outro que pode reaparecer é Maxi Biancucchi liberado pelo departamento do clube

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Corinthians pode contratar lateral do E.C Bahia

Essa informação surgiu ontem e ganhou destaque e peso hoje, no site de Campinas, Futebol do Interior. Segundo eles,  Corinthians já está pensando em reforçar seu elenco para a próxima temporada. O nome que surgiu nesta sexta-feira é do jovem lateral direito Railan, atualmente no Bahia.

Um bom motivo para o lateral reforçar o time do Parque São Jorge é a boa relação de seu empresário Carlos Leite com o time alvinegro. Segundo o jornalista Jorge Nicola, Carlos Leite, que também é empresário de Mano Menezes, conseguiu convencer os dirigentes do Timão que a contratação do lateral é um bom investimento.

Ainda segundo o site paulista, procurada pelo jornalista, a diretoria do Bahia afirmou que não houve contato por parte do Corinthians ou por Carlos Leite para discutir a venda de Railan. O contrato do lateral com o clube baiano foi prorrogado no ano passado e só termina em dezembro de 2016.

Revelado nas categorias de base do Bahia, Railan tem como principal característica o apoio ao ataque. Sua relação com o Bahia é antiga - enquanto defendia as categorias de base, o lateral era o mascote do clube e se vestia como Super-Homem, o que lhe rende até hoje esse apelido.

Junto com Fernando Garcia, Carlos Leite é o empresário que mais tem jogadores no Corinthians. Além de Mano, o goleiro Cássio, o lateral-direito Fagner, os zagueiros Gil e Anderson Martins, o volante Elias, os meias Jadson e Renato Augusto são clientes do empresário.

Bahia pronto para encarar o Internacional no Beira-Rio

Antes de embarcar para Porto Alegre, na manhã desta sexta-feira, o elenco do Bahia encerrou a preparação para enfrentar o Internacional. A partida acontece neste sábado, às 20h (horário de Salvador), no estádio Beira-Rio e é válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico Gilson Kleina aproveitou a última atividade antes do jogo para fazer um trabalho tático com os atletas. O treinador formou o provável time que inicia o confronto e a todo instante orientava os jogadores.

Kleina já sabe que não poderá contar com o lateral Guilherme Santos, suspenso por cartão vermelho, com o meia Marcos Aurélio, por questões contratuais e com os atacantes Rafinha, se recuperando de dores no ombro e Kieza, com uma entorse no tornozelo.

O volante Fahel, com dores no púbis, também desfalca a equipe. O jogador trabalhou na academia, com o professor Vitor Gonçalves. Rafinha tratou no departamento médico e depois também treinou na sala de musculação. Já Kieza, após a fisioterapia, desceu e correu em volta do campo. Após as atividades o elenco almoça no Fazendão e embarca para Porto Alegre no meio da tarde.

Internacional x Bahia: Gaúchos com ampla vantagem

Internacional e Bahia se enfrentam neste sábado, em uma nova partida decisiva para o tricolor de aço, precisa pontuar para continuar respirando até o jogo contra o Palmeiras na Arena Fonte Nova. O histórico não ajuda, na história dos confrontos entre Bahia x Internacional, a equipe gaúcha leva grande vantagem. Em 53 jogos, o Tricolor venceu 13 jogos, o Colorado 25 e 15 terminaram empatados. O ataque do Esquadrão marcou 50 gols enquanto a defesa sofreu 85. Em jogos de campeonato brasileiro, foram 35 partidas, com 04 vitórias do Bahia, 19 empates e 12 triunfos do Inter.

Jogando no Beira Rio, o Esquadrão nunca venceu o adversário deste sábado, em partidas válidas pelo Brasileiro. O único triunfo baiano no solo gaúcho foi na cidade de Caxias do Sul, na Série A de 2013.

Em toda história dos confrontos, O Bahia venceu o Inter no Rio Grande do Sul em três oportunidades( 28/08/2014 – Internacional 0x2 Bahia – Copa Sul-americana; 02/06/2013 – Internacional 1×2 Bahia – Brasileiro e 21/02/1989 – Internacional 1×2 Bahia – Libertadores).

Se o Inter tem vantagem no geral, o Tricolor vem levando a melhor nos últimos encontros. Nos últimos 05 jogos, o Esquadrão venceu 03, empatou 01 e perdeu 01. Este ano, eliminamos o Inter da Copa Sul-Americana.

Bahia e Vitória precisam mudar e resgatar o orgulho

"Bahia e Vitória, abraçados na zona de rebaixamento, não fazem bem para o torcedor e não agradam os patrocinadores. É preciso mudar a cultura, trabalhar e resgatar o orgulho"

Bahia e Vitória são os dois piores mandantes do Brasileiro. Em casa, somaram 19 pontos em 15 partidas, pois ganharam cinco, empataram quatro e perderam seis. O Bahia é o único entre os 20 clubes que sofreu mais gols (12) do que fez (11) diante da própria torcida - o Figueirense também tem 19 pontos, mas fica à frente da dupla Ba-Vi pelos critérios de desempate.

As campanhas padrão rebaixamento dos baianos em grande parte são pela falta de competência para fazer o dever de casa. Como mandante, o Bahia já perdeu na Fonte Nova, no Joia da Princesa, em Feira; e na Arena Barueri, em São Paulo. O Vitória foi derrotado no Barradão, em Pituaçu, e no Joia da Princesa. Não existe estádio bom para quem tem elenco e time ruins. Quem monta o grupo de trabalho é a diretoria.

Alex deve desfalcar o Internacional contra o Bahia

O último treino do Inter antes do jogo contra o Bahia, neste sábado, às 20h, ( Horário do Nordeste) teve os portões fechados. O Colorado não deve contar com o meia Alex, que compareceu ao CT do clube nesta sexta-feira e foi avaliado pelo departamento médico por conta de dores no pé direito. O jogador teve uma lesão no tornozelo após a partida contra o Flamengo. O técnico Abel Braga poderá usar Alan Patrick ou Valdívia no lugar do camisa 12. 

Em compensação, o treinador terá o retorno do meia D’Alessandro e do zagueiro Paulão. O provável time do Inter que enfrentará o Bahia tem Alisson, Wellington Silva, Ernando, Paulão (Alan Costa) e Fabrício; Williams, Aranguiz, D’Alessandro, Jorge Henrique e Alan Patrick e Nilmar.

Internacional x Bahia: Tricolor divulga os relacionados

O técnico Gilson Kleina definiu a lista de concentrados para a partida contra o Internacional. Foram chamados 20 atletas para o confronto deste sábado e as principais novidades são os retornos do volante Rafael Miranda e do atacante Maxi Biancucchi. Os desfalques são Kieza, Fahel e Rafinha, em recuperação de lesões, além do suspenso Guilherme Santos e do meia Marcos Aurélio, que não pode enfrentar o Inter por questões contratuais.

Confira a lista completa:
GOLEIROS: Douglas Pires e Marcelo Lomba
LATERAIS: Diego Macedo, Pará, Railan e Roniery
ZAGUEIROS: Demerson, Lucas Fonseca e Titi
VOLANTES: Bruno Paulista, Léo Gago, Rafael Miranda e Uelliton
MEIAS: Branquinho, Emanuel e Lincoln
ATACANTES: Henrique, Maxi Biancucchi, Potita e Wiliam Barbio

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Internacional x Bahia: Kieza e Rafinha continuam fora

Dando prosseguimento aos trabalhos para enfrentar o Internacional, o elenco do Bahia treinou na tarde desta quinta-feira, no Fazendão. O tricolor enfrenta o time gaúcho no próximo sábado, às 20h (horário de Salvador), no estádio do Beira-Rio.

O técnico Gilson Kleina comandou um treino técnico de posse de bola, em campo reduzido, observando a movimentação dos jogadores. O atacante Maxi Biancucchi, que já se recuperou de uma contusão muscular na coxa, trabalhou novamente com bola. Porém, o treinador não poderá contar com os atacantes Kieza, com uma entorse no tornozelo, e Rafinha, com dores no ombro. Já o volante Fahel, ainda com dores no púbis, fez apenas um trabalho físico leve na academia, com o professor Vitor Gonçalves.

O atacante Jeam, que marcou o gol do triunfo diante do Cruzeiro, pela Copa do Brasil sub-20, também treinou na sala de musculação e pode compor a delegação que viaja para Porto Alegre. Kleina também promoveu o atacante Jacó, da equipe sub-18, para o treinamento desta quinta. Nesta sexta-feira, o elenco realiza a última atividade para a partida de sábado.

Campeonato Baiano 2015 pode ter jogos só aos domingos

O Campeonato Baiano de 2015 pode trazer uma novidade quanto ao seu calendário. O presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, manifestou nesta quinta-rodada o desejo de que todos os jogos apenas aos domingos:

- A intenção é de deixar os clubes com uma preparação melhor, e os atletas mais descansados. Como teremos uma Copa do Nordeste muito forte, queremos conciliar as datas, disse ao site Lance.

De acordo com o mandatário, o fato de a competição, com 12 clubes, acontecer em 12 datas desdobra ainda mais a Federação na hora de criar o calendário:

- Precisamos ser criativos, pois serão poucas datas. Vale lembrar que desde 2013 já estamos com esse formato de campeonato mais enxuto. Saímos de uma competição com 132 jogos em 2012 para 76 nos dois anos seguintes. Em 2015, a tabela será ainda mais enxuta, em torno de 64 jogos.

Porém, Ednaldo Rodrigues crê que a rotina de jogos será favorável para o treinador.

- Qualquer tipo de excesso é prejudicial, e com jogos apenas aos domingos, o torcedor terá mais comodidade, principalmente de chegar em casa cedo. Tenho certeza de que o nível técnico vai melhorar, as lesões vão diminuir e até o público vai com mais frequência ao estádio. Para 2015, queremos o bem do nosso futebol e para isso é necessária mudanças.

D’Alessandro volta ao Internacional contra o Bahia


Internacional e Bahia se enfrentam no próximo sábado, no Estádio do Beira-Rio. O time gaúcho, com a derrota para o Flamengo, deu adeus à luta pelo titulo, no entanto, segue firme por uma vaga entre os 4 primeiros colocados. Para o jogo contra o Bahia, o time treinado pelo técnico Abel Braga deverá contar com os retornos de Paulão e D’Alessandro ao time titular.  A derrota para o Flamengo , fez o Colorado sair do G-4, depois de 19 ininterruptas semanas, entre os classificados à Libertadores 2015. 

Em contrapartida, o time pode ter a ausência do meia Alex. Nesta quinta-feira (23), o jogador desembarcou em Porto Alegre com dificuldades para caminhar. Jogador fará exames sendo dúvida para o jogo.

Arbitragem para Internacional x Bahia no Beira-Rio

No próximo sábado, às 20h (do nordeste), no Estádio da Beira-Rio, em Porto Alegre, o Esporte Clube Bahia encara o Internacional que, por sua vez, em má fase, vem de quatro derrotas nos últimos cincos jogo. Para o jogo, o Bahia ganhou dois novos problemas para armar a equipe pela partida que vale pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral esquerdo Guilherme Santos expulso, já o meia Marcos Aurélio não pode enfrentar o time gaúcho por questões contratuais. 

A arbitragem para essa partida já foi definida pela Confederação Brasileira, através do seu departamento especifico. O trio será composto pelo capixaba Marcos André Gomes da Penha, como árbitro central. Ele terá os conterrâneos Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti com assistentes.

Democratismo no Bahia

Diones, gol do título em 2012, foi tratado como inimigo público Do Bahia. Decisivo para um time do Sul nesse campeonato, o time de Diones hoje empatou com o SP. Time do ex-Bahia está fora da zona!

Hélder, ex-Bahia, foi decisivo para coxa nesse campeonato muitas vezes e hoje dorme fora do Z4. Nesse momento ano passado o Bahia já tinha reagido e não durmia tantas noites na degola.

Marcão, culpado por tudo no Bahia e que não jogava nada, é um jogador hoje elogiado noutro time do Sul, o Figueira? Sim, um jogador decisivo. Marcão, um velho conhecido, foi outro exemplo de perseguição contra ele na Bahia.

Cristoavam, outro odiado pelas panelinha do democratismo do Bahia levou Hleder, Titi, “a panelinha”, a mais um ano do Bahia na série “A” em plena intervenção. Levou o time no diálogo, pois dinhero na conta não tinha.

Veio Leo Gago, elogiado por muitos como grande meia que chutava muito bem fora da área. Seria o substituto de Helder ideal. Diones saiu, Hélde idem, mas veio Uelinton “barril”, e com um lance e outro, tem o respaldo da panelinha de torcedor “corneteiro” por seu particular modo de estar no Z4.Mas, Diones para muitos é melhor longe fazendo gol para a felicidade dos adversários do Bahia.

O democratismo venceu aqui em Salvsdor e tinha artérias que aqui se alimentavam dele no Bshia. Levaram para o clube a voz da internet, da visão que dispensava proficiências nos resultados. Preferiram recrutar valores com a gritaria na sua expetativa futurista de uma Linertadorses. O Bahia que era Libertsdores 2015 para alguns!

Muitos diziam em sua arrogância: “nao comemoro permanência em série A”, “Meu Bahia tem agora voz e essas misérias não vão mais ficar aqui no meu time”. Referiam-se assim a Diones, Hélder, Marcao, Ananias… A Voz das Arquibancadas virou referência pela ingratidão contra jogadores que deram seu sangue e também contra um baiano treinador que chegou e conduziu um time tecnicamente inferior ao atual.

Nada de querer Marcão, jogou na Bahia, não prestava para muitos por ter jogodo no Ipitanga. O disfarce de complexo de vira-lata não aguentaria Marcão por muito tempo no nosso clube.

Hélder fora então em vários anos o mais perseguido pelos esnobes. Foi o jogador que ganhava as bolas, passava, lançava, mas no Bahia não prestava para um clube democratizado hoje com Léo Gago como referência.

Democratismo não é democracia, assim como a voz do povo é a voz do senso-comum apenas. Cheia de impressões falsas e alargadas por motivos inconscientes.

Copa Brasil SUB-20: Bahia vence o Cruzeiro

Na noite desta quarta-feira, a equipe sub-20 do Bahia venceu o Cruzeiro por 1 x 0, jogando em Sete Lagoas-MG, garantindo assim a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil da categoria. Com este resultado, o Esquadrão eliminou a Raposa, que tem um dos melhores trabalhos de base do futebol brasileiro. 

O único gol da partida foi marcado pelo atacante Jeam, que faz parte do elenco profissional, mas ainda tem idade para disputar esta competição. No jogo de ida, o Tricolor havia empatado em 1 x 1, no estádio de Pituaçu. Vale lembrar que esta equipe sub-20 do Bahia estava desfalcada dos volantes volantes Bruno Paulista e Feijão e dos laterais Railan e Pará, que estão servindo o time profissional. 

Outra ausência é do zagueiro Robson, que se recupera de uma cirurgia no rosto. O time do técnico Aroldo Moreira jogou com Jean, Flávio, Rodrigo, Fernandes e Vitor; Iuri, Jeferson Silva, Endrick e Carlos(Rômulo); Jeam e Léo. Na próxima fase, o Tricolor vai encarar o São Paulo, com datas e horários a definir.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Mais 1. Faltam 14. Bahia 1x1 Galo

Vitor. O nome mais falado do primeiro tempo.
Há pouco mais de 3 anos venho discutindo com Dalmo a mesma coisa. Ele sempre achando que o Bahia vai cair e eu dizendo que não. Mas esse ano eu só digo uma coisa: o Bahia não cai.

Nunca vi um time ser tão horroroso como foi contra a Chapecoense, ho jogo seguinte, na Itaipava Arena Fonte Nova, fazer um primeiro tempo tão bom como fez hoje. O problema do Bahia não é técnico. E por incrível que pareça, nem tático. É financeiro. Bahia pagou, o time jogou. Bahia deveu, aí... perdeu.

Diante de mais um sacanagem da CBF, o time entra em campo numa terça-feira à noite, quando mais precisava da sua Torcida. Não contente, colocaram um árbitro de segundo escalão pra apitar a partida. E pra piorar, ainda mais, a miséra do Tardeli inventou de jogar.

Mas quem achou que veria um massacre do Galo, que almeja ser vice, se lascou. Os visitantes começaram melhor, bem no comecinho, mas o Bahia tratou de mostrar quem ia dar as cartas na partida. Depois do esquema dogmático dos 3 volantes, Kleina inaugurou o novo esquema ""retângulo" mágico. Eram nada menos que 4 laterais em campo. E a maluquice, deu certo. O Bahia abusava de perder gols. Railan tá lembrando Cafu. Corre muito, se esforça, mas deve ser virgem, pois não sabe cruzar. PQP, pivete, você joga bola. Vai treinar cruzamento, bicho...

Com Marcos Aurélio longe de ser o 10 que carrega nas costas, coube a um volante os lançamentos. Uéliton. Rapaz, o mafioso do Uéliton jogou hoje, foi brincadeira. Além do lançamento do gol, quando já estava morto em campo, fez outros que Diego Macedo desperdiçou.

Diego Macedo. Passei a semana querendo entender o porquê da sua saída do time. O cara recebe o lançamento, entra na diagonal perfeita, fica de frente pro goleiro e acerta em Vítor. Na sobra cabeceia pra fora. Depois, dá um banho de cuia no goleiro e joga a bola na cabeça da estátua de Oxalá. "Epa epa Babá! Miserável...

Fim de primeiro tempo e um 0x0 para aplausos das pouco mais de 5.000 testemunhas. Antes o jurídico do Bahia tivesse deixado esse jogo com portões fechados. Lucrava mais...

Na volta, ainda no carro voltando pra casa depois de buscar minha digníssima na faculdade, ouvia na rádio o nome de Lomba e Tardeli aparecendo com frequência. A constatação era uma só: vai dar merda. E deu. De novo pelo alto, o Bahia tomou mais um gol. Dessa vez de um baixinho plantado no chão.

O Bahia se perdeu e os caras tiveram mais 2 chances claras de ampliar. O radialista ia ao desespero. Cheguei em casa e pouco depois de ligar a TV Uéliton faz um cruzamento à lá Gerson e Guilherme Santos mata com categoria e empata. O cara ao invés de vibrar tira a camisa e é expulso. Não sei se elogio ou xingo esse cara...

Depois foi só esperar o apito final e ficar com o gostinho de quase triunfo.
Bora Baêa Minha Porra! Não tem nada perdido. Ainda temos chances e reais. Já vencemos o Inter em PA esse ano, mesmo com 4 reservas. Ainda pegaremos o Palmeiras, o Furacão, o Gaymio e o Curintia. Esse último é o único que preocupa. Fora Criciuma fora, dentre outros. Se tá ruim pra gente vencer mais 5 tá ruim pra todo mundo do Z4 e pro porteiro também. 

ÇaPorra é incaível. Quem viver, verá!

Lateral Guilherme Santos e sua expulsão IDIOTA

O técnico Gilson Kleina ganhou dois novos problemas para armar a equipe para o próximo jogo, que será no sábado, contra o Internacional, no Beira Rio. Um, em uma autêntica pataquada, digo até, mesmo em um DESCOMPROMISSO com o clube, do lateral esquerdo Guilherme Santos, que ao fazer o gol resolveu apresentar ao mundo seu abdômen de titânio, removendo a camisa para comemorar o empate, ainda que tendo plena consciência (imagino) que já tinha o cartão amarelo e seria expulso quando, na verdade, não tinha porra alguma para comemorar e sim, o dever e o compromisso de correr para dentro do gol, apanhar a bola e colocar no meio do campo, ganhando tempo para tentar buscar o triunfo, já que o tão festejado empate não atendia, como não atendeu, as necessidades do clube, muito menos modificava ou modificou o péssimo resultado obtido pelo Bahia, e olhe que não é um Bahia que dorme em travesseiros de pena de pato, e sim, um clube atolado na zona de rebaixamento, em um momento em que faltam apenas oito jogos para o juizo final.

Outro fora é meia Marcos Aurélio, este sim, por motivo aceitável, já que não pode enfrentar o Inter por questões contratuais do seu empréstimo com o Internacional, clube onde tem vinculo, logo não pode atuar.

Foto de Felipe Oliveira

Bahia 1 x 1 Atlético-MG: tricolor luta, mas só empata

Outra vez não deu. O Esporte Clube Bahia, em um jogo onde era imperioso vencer para respirar e sobreviver, enfrentou agora à noite o Atlético-MG, na Arena Fonte e fracassou novamente, e outra vez em um momento e estágio CRUCIAL do Campeonato Brasileiro, onde as posições estão sendo definidas, e o clube precisava fechar os punhos para continuar lutando para assegurar seu espaço em um novo ano no Campeonato Brasileiro e apenas empatou em 1x1, com o Atlético-MG, figurando um péssimo resultado diante da enorme necessidade do triunfo para sair das últimas posições, faltando apenas oito rodadas.

Mas ainda assim, o time fez um ótimo primeiro tempo, foi destemido, jogou para frente, criou chances, teve a posse da bola, não foi apertado, mas não concluiu as oportunidades que apareceram com Diego Macedo e Henrique no primeiro tempo, finalizado em 0 x 0.

No segundo tempo, a história foi outra, o time desandou e voltou a ser o Bahia de ontem e, logo aos 9 minutos, tomou o gol marcado por Luan de cabeça e a partir daí foi pressionado pelo Atlético-MG, que no segundo tempo foi superior, mas na base da luta e da garra empatou um jogo que PRECISAVA vencer, com Guilherme Santos aos 39 minutos do segundo tempo (já maiores informações do jogo).

O próximo desafio do Esporte Clube Bahia é longe de casa e no próximo sábado, quando às 20h, no Estádio do Beira-Rio, encara o Internacional de Porto Alegre. Neste jogo, o Bahia pode ter os retornos dos atacantes Kieza e Rafinha e do volante Rafael Miranda, todos ausentes nesta terça-feira contra o Atlético-MG por contusão e suspensão, em contrapartida, não terá o Guilherme Santos, que resolveu tirar a camisa para comemorar o gol e acabou expulso em uma tremenda idiotice, em um momento difícil na vida do clube.

Em alguns momentos, confira todos os detalhes da partida e, logo após, o vídeo com os melhores momentos e toda movimentação pós-jogo de Bahia 1 x 1 Atlético-MG  que valeu pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, edição 2014.

Ficha Técnica

Técnico afirma que Atlético-MG foi castigado na Fonte Nova

O técnico Levir Culpi lamentou as muitas oportunidades perdidas pelo Atlético no empate por 1 a 1 com o Bahia, na noite desta terça-feira, em Salvador. Segundo ele, o Galo merecia vencer e foi castigado com o gol sofrido no final da partida.

“Foi mais ou menos um castigo porque o jogo ficou muito aberto, principalmente no primeiro tempo, mas, depois, dominamos a partida, criamos as melhores oportunidades e poderíamos ter vencido. Pagamos o preço por não matar o jogo. Matematicamente, o resultado foi muito ruim, mas, pelo empenho dos jogadores, merecíamos um resultado melhor”, analisou o treinador.

“Criamos as situações, não finalizamos com perfeição e, por isso, pagamos esse preço”, acrescentou Levir. Para o jogo contra o Sport, no próximo sábado, na Arena Independência, o treinador não poderá contar com o zagueiro Edcarlos e o atacante Luan, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o artilheiro Diego Tardelli, que cumprirá suspensão automática pela expulsão no empate de hoje com o Bahia.

Além da ausência dos atletas suspensos, existe a dúvida em relação ao aproveitamento de Guilherme, que sentiu a coxa direita e deixou o campo da Arena Fonte Nova logo nos minutos iniciais. “Isso já faz parte do trabalho desde o início, não fico preocupado, vamos escalar um time capaz de vencer. Não lamento as ausências porque tenho que me apoiar naqueles que podem jogar”, comentou Levir Culpi.

Bahia 1 x 1 Atlético-MG: Veja os melhores momentos

Na noite desta terça-feira, o Bahia empatou em 1 a 1 com o Atlético-MG, jogando no estádio da Fonte Nova. Com o resultado, o tricolor chegou aos 31 pontos no Campeonato Brasileiro e ocupa agora a 17ª posição na tabela de classificação. O Bahia agora se prepara para a 31ª rodada do Brasileirão, quando enfrenta o Internacional no próximo sábado, às 21h, no Beira-Rio.

Veja os melhores momentos

Técnico do Bahia lamenta empate contra o Atlético-MG

O empate em 1 x 1 hoje à noite, dentro de casa e em um momento crucial sem dúvida, foi um péssimo resultado para o Esporte Clube Bahia. Sair atrás e obter o empate não abranda absolutamente em nada o resultado frustrante para a torcida tricolor, empenhada em observar apenas o que resultou este ponto chorado na tabela de classificação.  O Técnico Gilson Kleina lamentou o resultado e as chances perdidas pelo Tricolor.

"Precisamos ter um pouquinho mais de tranquilidade. Tivemos finalizações que podíamos ter dominado a bola. Se saíssemos com o placar elástico no primeiro tempo, seria normal. Tomamos o gol e ai veio o nervosismo, o emocional. Mas, gostei de muito de alguns jogadores, se superaram", avaliou.”
 
“Porém, o comandante garantiu que não há abatimento e que mantém a confiança na salvação do Esquadrão de um possível rebaixamento. "A luta continua, não tem refresco. É recuperar bem esse grupo e continuar confiando. Vamos tentar colocar uma equipe com jogadores que estejam mais inteiros contra o Inter", “

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Bahia 1 x 1 Atlético-MG: Veja os gols da partida

Péssimo resultado. Um passo atrás e o sofrimento aumenta com as chances de cair se aproximando. Este o resultado do empate em 1 x 1 entre Bahia e Atlético-MG hoje à noite na Arena Fonte Nova. Com o empate o Bahia soma agora 31 pontos, igual ao Esporte Clube Vitória, mas desamparado pelo número de triunfo inferior, continua na zona de rebaixamento, agora na 17ª colocação. Luan aos 9 minutos marcou para o Atlético-MG, Guilherme Santos empatou para o Bahia aos 39. 

Veja os gols 

 

Jogo AO VIVO