Mostrando postagens com marcador ecbahia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ecbahia. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Bahia x Vitória: Casa própria ou morar de aluguel?

Comentários
O amigo tricolor Dinensen, sempre com abordagens polemica e dentro da sua linha de ferrenho torcedor do Bahia em um comentário ontem à tarde, questiona e ao mesmo tempo faz uma opção: É preferível morar aluguel em área nobre pagando aluguel ou e outra área, não ta nobre assim, na condição do proprietário? claro que se refere aos clubes Bahia e Vitória e a Arena Fonte Nova e o Estádio do Barradão, respectivos mando de campo dos clubes rivais. Mas não só faz uma opção, como mostra com números as vantagens do Bahia.

Cansei da insanidade dos torcedores do Vitória da Bahia quando se trata do tema "Minha Casa, Minha Vida". Há anos os torcedores do Time do Futuro alegam ter vantagem financeira de bilheteria sobre o Bahia, porque, apesar de este arrecadar mais nas bilheterias, ele tem de contentar-se com pouco no final porque mora de aluguel.

terça-feira, 31 de março de 2015

Governo vai intermediar volta do Bahia para Fonte Nova.

Comentários
A confirmação ou não do Esporte Clube Bahia de não continuar mandando seus jogos no Estádio Metropolitano será pela via política, seguido as mesmas trilhas de quando celebrado o primeiro contrato que se encerra no próximo mês, ninguém pode duvidar disso. E o primeiro passo já foi dado nesta terça-feira, e até já acredito que o jogo Bahia e Sport-PE pela partida de ida 12 de abril da Copa do Nordeste será na Fonte Nova, local onde o clube fez historia e conquistou todas as suas glórias.

A última noticia acerca do assunto, dão conta que o atual governador, o petista Rui Costa que votei e vou votar de novo, já determinou uma reunião com representantes da Arena Fonte Nova e solicitou que as negociações fossem retomadas com o Esporte Clube Bahia com o objetivo de buscar um consenso o mais rapidamente possível, para isto, foi designado o chefe de gabinete, Cícero Monteiro para que faça a intermediação entre as duas partes na busca por um entendimento, de modo que o torcedor baiano não seja prejudicado.

A ressurreição e o grande sucesso da Copa do Nordeste!

Comentários
Com uma semifinal carga pesada na Copa do Nordeste em 2015, teremos uma reta final com três ex-integrantes do Clube dos 13, Bahia, Sport e Vitória, e um postulante ao mesmo status, o Ceará. Um teste de fogo para os tricolores e rubro-negros, que enfrentarão, o atual campeão regional e um time que mantém uma regularidade nos últimos anos, respectivamente. 

Quem é o grande favorito a vencer a Copa do Nordeste? Sincera e honestamente, mensurar o topo ou destacar apenas um favorito não é tão simples, ainda mais quando falamos de quatro forças do futebol do nordeste. Afinal de contas, os quatro semifinalistas entraram na competição como favoritos para decidir o título e honraram esse favoritismo. 

As conquistas nacionais de Bahia e Sport, a supremacia regional do Vitória e a regularidade do Ceará fazem desta semifinal a mais emocionante dos últimos tempos em um campeonato que vem crescendo a cada ano. A Copa do Nordeste, que foi sucesso de público e atratividade em 2014, contando com 16 clubes, não está sendo diferente em 2015, tanto que aumentou o número de participantes para 20, incluindo times do Maranhão e Piauí. 

A ressurreição da competição, diante dos Estaduais enfraquecidos e deficitários, se tornou a tábua de salvação esportiva e financeira para os clubes regionais. A Copa do Nordeste é, principalmente os times grandes da região, o grande torneio para se disputar no início da temporada indiscutivelmente, pelo status, visibilidade e aspecto financeiro.

Fellipe Costa

Fonte Nova: Conselho do Bahia apóia decisão do presidente

Comentários

À Nação Tricolor,

Num momento em que as casas representativas dos poderes convivem em harmonia pelo bem do clube, a Mesa Diretora do Conselho Deliberativo do Esporte Clube Bahia, eleito proporcional e democraticamente, vem com o apoio da sua ampla maioria, diante dos últimos fatos, expressar seu apoio e solidariedade à decisão da Diretoria Executiva, após anúncio do Presidente Marcelo Santana, em não renovar o contrato com o Consórcio responsável pela administração da Arena Fonte Nova, abrindo, desde já a possibilidade de utilização de outro mando de campo.

Dessa forma, O Conselho Deliberativo do Esporte Clube Bahia, através de sua Mesa Diretiva, diante das anunciadas dificuldades que a Diretoria Executiva do Clube está encontrando nas negociações com a Fonte Nova Negócios e Participações, para renovar o contrato de utilização do Estádio da Fonte Nova, expressa e manifesta VOTO DE CONFIANÇA à mesma, no sentido de que conduza tal discussão sempre na defesa intransigente dos interesses do Clube, preservando e garantindo à Nação Tricolor, representada pela sua imensa Torcida, o direito de usufruir as instalações daquela praça esportiva da maneira mais ampla e democrática possível, porque unidos seremos sempre fortes e estando no mesmo barco, “não há o que temer”.

Enquanto a Arena Fonte Nova não se propuser a tratar o Esporte Clube Bahia com o merecido respeito, o Conselho Deliberativo do Clube seguirá apoiando no que entende ser, no momento, o melhor para o Tricolor.

Saudações Tricolores.
Conselho Deliberativo do Esporte Clube Bahia

Copa BR: Nacional-AM x Bahia – Tricolor com time reserva

Comentários
O técnico Sérgio Soares definiu a lista de concentrados para a partida contra o Nacional-AM, válida pela Copa do Brasil, que será disputada em Manaus, nesta quinta-feira (2), às 21h50.
Em virtude da maratona de jogos e pelo desgaste das viagens, a comissão técnica azul, vermelha e branca optou por usar um time alternativo, deixando o grupo que vem jogando com maior frequência em Salvador, com objetivo de participar de treinamentos e repouso no Fazendão. Dezoito atletas foram relacionados para o confronto. Destes, 13 foram formados na base tricolor.

Confira a lista completa:

Fonte Nova X Pituaçu: Torcida não vai em nenhum!

Comentários
A polêmica de o Bahia atuar ou não atuar na Arena Fonte Nova ainda vai render pano para mangas de camisa, calças comprida e até lençóis para cama de solteiro e de casal também, podem apostar, contudo, no final do bafafá, penso que o clube continuará jogando no estádio onde fez fama e conquistou a glória no passado distante.

A questão técnica, desempenho, produtividade e participação da torcida, está muito longe desta questão e falando apenas ao tocante do “torcedor”, parece existir ressentimento daqueles que pagam caro ou pegaram filas para assistir os jogos do Bahia. Particularmente, acredito que o Estádio de Pituaçu é curto demais para a torcida do Bahia, ainda que pese que a torcida decepcionasse em presença no Estádio, seja na malvada da Fonte Nova ou no amoroso Estádio de Pituaçu, aquela torcida OURO parece ter morrido, com o fim dos incentivos do estado, oriundos do programa sua nota é um show!

Em quatro anos, o Esporte Clube Bahia atuou 139 vezes no Estádio Metropolitano de Pituaçu. Venceu 72 partidas, perdeu em 28 oportunidades e empatou 39 partidas, obtendo uma media de gols de 1,8 por jogo. Sofreu 142 e fez 253 gols. O total de público total: 2.115.048 e a media de 15 mil torcedores por partida. O menor público aconteceu contra o Treze, apenas 1700 tricolores foram ao estádio e em apenas 14 partidas, esgotou a capacidade do Estádio com 32 mil pessoas e seus quebrados, sendo que em dois destes jogos tratava-se do clássico BA-VI.

A taxa de ocupação do Estádio durante estes quatro anos, foi de apenas 47% da sua capacidade. O seu resultado mais expressivo, considerando apenas o número de gols, aconteceu na goleada em cima do Itabuna por 7 x 1, mas em contrapartida, tomou 5 x 1 do Vitória, desta vez, pela Copa do Nordeste.

Já na Fonte Nova, Bahia não conseguiu preencher a capacidade máxima da Fonte Nova em nenhum jogo. O maior publico aconteceu apenas na última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, contra o Fluminense, onde 40.249 torcedores estiveram presente na derrota tricolor.  No total, o Bahia disputou 53 jogos na Fonte Nova, somou 90 pontos, obtendo um aproveitamento inferior ao registrado em Pituaçu, 54% x 61%.

Volante comenta a sequência de decisões do Bahia

Comentários
O Esporte Clube Bahia entra em uma sequência de jogos decisivos, pelo Campeonato Baiano, Copa do Nordeste e Brasil. O próximo desafio será contra o Nacional, na distante cidade de Manaus, pela partida de ida da Copa do Brasil, em uma viajem de aproximadamente 10 horas. Portanto, já está confirmado que o técnico Sérgio Soares não irá utilizar o time principal nesta quinta-feira. O volante Souza, que vem se destacando com a camisa do Bahia, em entrevista publicada no site oficial do clube, falou da sequência de decisões do Esporte Clube Bahia.

Ouça

segunda-feira, 30 de março de 2015

Contrato de PPP impediria o Bahia de jogar em Pituaçu

Comentários
Apesar do presidente Marcelo Sant'Ana ter anunciado oficialmente que o clube mandaria seus jogos no Estádio de Pituaçu, surpreendendo a todos e inclusive o Consórcio que administra a Fonte Nova, a conturbada "novela" envolvendo Bahia e Arena pode ter novos capítulos e, quem sabe, outro desfecho.

Talvez como forma de agilizar a negociação e jogar o Consórcio contra a parede, já que sem os jogos na Arena o estádio viraria um verdadeiro elefante branco, ficaria escanteado, largado às traças, o Bahia pode ter um problema, o acordo firmado em 2010, entre Fonte Nova e Governo do Estado, que dificultaria o retorno do Esquadrão para Pituaçu.

A cláusula 12.3 do contrato de Parceria Público Privado (PPP) assinada entre o consórcio e o Governo da Bahia diz que “O Poder Cedente não permitirá a realização de jogos oficiais de futebol no Estádio de Pituaçu, salvo indisponibilidade justificada da Arena para a realização do respectivo evento.” Sendo assim, se a cláusula for acionada, o Tricolor teria que mandar seus jogos longe de Salvador. 

Confira abaixo o que diz a cláusula:

Exclusivo! Bahia anuncia retorno ao Estádio de Pituaçu

Comentários
Em pronunciamento oficial, realizado na tarde desta segunda-feira, o presidente do Bahia, Marcelo Sant'Ana, anunciou que o clube voltará a jogar no Estádio de Pituaçu e não mais na Arena Fonte Nova. "A partir de agora, eu informo que o Esporte Clube Bahia voltará a mandar seus jogos no Estádio de Pituaçu", declarou. 

Porém, o mandatário não descartou um possível acordo para o retorno do Bahia ao maior palco do futebol baiano. "O Bahia continua disposto a conversar com os responsáveis pela Arena Fonte Nova, desde que eles demonstrem querer valorizar e respeitar o torcedor do Bahia", afirmou. 

O contrato firmado entre Bahia e Arena Fonte Nova tinha duração até este mês de abril, no dia 7 de abril, mas as negociações para uma possível renovação ainda não foi concretizada. Com isso, o jogo entre Bahia e Sport pela Copa do Nordeste, dia 12 de abril, deve ser realizado no Estádio de Pituaçu.

Vídeo: Bahia não mandará seus jogos na Arena Fonte Nova

Comentários
O Esporte Clube Bahia confirmou hoje à tarde que deixa de mandar seus jogos na Arena Fonte Nova e volta ao Estádio Metropolitano de Pituaçu. Através uma nota e vídeo publicados em seu site oficial, o clube admite que chegou ao fim as negociações com o consórcio que administra a Arena Fonte Nova.

Veja o vídeo

Kieza critica veículos e nega conversa com o Vitória

Comentários
Principal destaque do Bahia em 2015, sendo o artilheiro do time, com 10 gols, e líder em assistências, o atacante Kieza publicou nesta segunda uma nota em que nega qualquer tipo de conversa ou negociação com o Vitória. K9 aproveitou para criticar os veículos que vivem de polêmica e afirmou que quer ficar no Tricolor. Veja abaixo o que disse o jogador:

"Gostaria de esclarecer sobre boatos que saíram hoje na mídia de eu estar negociando com o rival. NÃO EXISTE NEGOCIAÇÃO ALGUMA, Eu to fechado com o Bahia e é aqui que eu quero ficar. Antes de mais nada, gostaria de dizer que fico triste com esse tipo de mídia que vive de polêmica, mas nosso grupo ta fechado e nenhuma mentira pode abalar. É complicado ver que tem jornalistas que não trabalham com a verdade! Mas no fim ela sempre prevalece. #fechadocomoBahea #tudonossonadadeles #vaicomcalma #aquiéBahêa". Postou o artilheiro no Facebook.

Dupla BAVI embolsa quase R$ 1 milhão com classificação

Comentários
Com a classificação para as semifinais da Copa do Nordeste, Bahia e Vitória embolsaram cerca de 890 mil reais. Cada agremiação que chegasse às semi receberia este valor referente as passagens pelas fases iniciais do torneio. Caso a dupla BAVI avance às finais, cada clube vai faturar mais R$ 400 mil.

O campeão do Nordestão, além do troféu e dos R$ 890 mil, receberá a excelente quantia de R$ 1,5 milhão na conta. Vale ressaltar que estes valores não consideram as cifras recebidas na arrecadação nos jogos em seus respectivos mandos de campo.

Bahia completa 10 jogos de invencibilidade em 2015

Comentários

O Site Oficial do Bahia segue recapitulando os bons números do Bahia na atual temporada e vale apenas ressaltar neste momento que o Bahia já completou 16 jogos oficiais em 2015. Com a seguinte campanha: 9 triunfos, 5 empates, 2 derrotas, 33 gols marcados, 13 sofridos, saldo de 20 e aproveitamento de 66,6%, sendo que o clube está invicto há dez jogos e há mais de um mês.

A última derrota aconteceu no dia 22/02, naquela zebra inqualificável de 2 x 1 para Jacuipense, no estádio de Metropolitano de Pituaçu. Destaque da campanha para bom desempenho do atacante Kieza, autor de 10 gols dos 33 marcos pelo tricolor de aço.

Interesse do Vitória por Kieza é tratado como boato

Comentários
Ainda que inicialmente tratado como boato, surge na imprensa de Salvador, suposto interesse do Vitória na contratação do atacante Kieza, atualmente um dos artilheiros do Bahia na temporada 2015. Conversa fiada ou música para  fazer boi dormir, não se sabe com exatidão, o certo,  mas nem sempre tão certo assim, é que o representante do jogador, Igor Albuquerque desmentiu qualquer contato com pessoas ligadas à diretoria do rubro-negro. Vale lembrar que se confirmado o  interesse do Vitória é um desejo legitimo, até por que Neto Baiano já não é mais aquele.

De acordo empresário Kieza é atleta do Bahia e só deixará o tricolor, após o término do contrato, caso o time chinês não aceite os valores apresentados pelo esquadrão. Porque, no que depender dele e do jogador, Kieza não defenderá outra agremiação no futebol brasileiro nesta temporada.

Foto (felipeoliveira.fot.br)

Bahia leva vantagem em confrontos contra o Sport

Comentários
http://www.futebolbahiano.org/2015/03/bahia-leva-vantagem-em-confrontos.html
Depois de eliminar o Campinense no sábado, pelo placar 1 a 0, com gol de Kieza, diante de 23 mil tricolores na Arena Fonte Nova, o Bahia conheceu neste domingo seu adversário na semifinal da Copa do Nordeste, sem "zebras" ou surpresas, transformando toda previsibilidade no mais óbvio, o Sport que despachou o Fortaleza nos pênaltis, após vencer por 1 a 0 no tempo normal, irá duelar com o Esquadrão por uma vaga na final do torneio regional.  
  
Assim como o Vitória, o Bahia terá um teste de fogo na próxima fase, aonde encara justamente o atual campeão do Nordeste e um time que disputa a primeira divisão nacional. Nas estatísticas, o Esquadrão leva pequena vantagem contra o Leão da Ilha em confrontos pelo torneio regional. Em toda história, nos 6 jogos disputados, foram 2 triunfos, 3 empates e 1 derrota.         

1994 - Bahia 1x1 Sport - (Derrota tricolor nos pênaltis - Semifinal)
1997 - Bahia 0x0 Sport / Sport 1x1 Bahia (Tricolor classificado pelo critério de gols fora)
2001 - Bahia 1x1 Sport (Primeira fase)
2001 - Bahia 3x1 Sport (Final, Bahia se sagrou campeão neste ano) 
2002 - Sport 0x2 Bahia (Primeira fase)

Vitória leva vantagem em confrontos contra o Ceará

Comentários
http://www.futebolbahiano.org/2015/03/vitoria-leva-vantagem-nos-confrontos.html
Após se classificar sem sustos e sobressaltos despachando o América-RN pelo placar tranquilo de 4 a 2 no Barradão, o Vitória encara agora nas semifinais da Copa do Nordeste um carrasco recente, o Ceará, aquele mesmo que aplicou duas sonoras goleadas no Leão, em 2013 e 2014.

Entretanto, se dentro de campo o Vovô leva certo favoritismo por conta das recentes goleadas, nas estatísticas de confrontos entre as duas equipes pelo torneio regional, a vantagem é do Leão. Em toda história da Copa do Nordeste, o Vitória enfrentou o Vovô 10 vezes, com 3 vitórias, 5 empates e 2 derrotas.

1997- Vitória 3x2 Ceará / Ceará 3x3 Vitória - (Quartas de final)
2000- Vitória 0x0 Ceará / Ceará 1x1 Vitória - (Primeira Fase)
2001- Ceará 3x3 Vitória - (Primeira Fase)
2002 - Vitória 2x0 Ceará - (Primeira Fase)
2010- Vitória 1x1 Ceará - (Primeira Fase)
2013- Vitória 1x4 Ceará / Ceará 0x2 Vitória - (Quartas de final)
2014- Ceará 5x1 Vitória / Vitória 1x1 Ceará - (Quartas de final)

Copa Brasil: arbitragem para Nacional-AM x Bahia

Comentários
Campinense no último sábado pela Copa do Nordeste, quinta-feira será a vez do Nacional-AM pela estréia da Copa do Brasil e no próximo Domingo, outra decisão, agora contra o Juazeirense pela semifinal do Campeonato Baiano, na cidade de Riachão do Jacuipe, essa é a maratona mata-mata de jogos do Esporte Clube Bahia

Diante disso, para o jogo contra o Nacional-AM pela Copa do Brasil, o Bahia acena com a possibilidade de colocar em campo um time misto em uma tentativa de evitar o natural destaque. Para este jogo, o trio de arbitragem já foi definido pela Confederação Brasileira de Futebol. Ele terá Andrey da Silva E Silva - PA (CBF-1) como o comandante da partida que terá Lucio Ipojucan Ribeiro da Silva de Mattos – PA e Heronildo S Freitas da Silva - PA

domingo, 29 de março de 2015

Bahia deve ter time misto na estreia da Copa do Brasil

Comentários
Por conta da viagem desgastante e da maratona de jogos do Bahia nesta temporada, o técnico Sérgio Soares deve escalar um time misto ou reserva na partida desta quinta-feira pela primeira fase da Copa do Brasil, diante do Nacional-AM. Após o jogo em Manaus, o Tricolor tem confronto importante pelas semifinais do Campeonato Baiano, no domingo, aonde irá enfrentar a Juazeirense, lá em Juazeiro.    

"Todos os jogadores substituídos saíram e foram tratar com gelo. Há um desgaste muito grande, os jogos exigem muito. Nós tivemos um jogo difícil em Campina Grande, um dia inteiro de viagem na quinta, praticamente não fizemos nada na sexta para jogarmos neste sábado. Mesmo assim, a gente percebeu momentos em que a equipe sentiu. Temos que fazer um planejamento para essa semana, porque temos as semifinais do Baiano no domingo. Para o jogo de quinta, vamos analisar. É possível que levemos um time alternativo para quinta", destaca o comandante.

Nos pênaltis, Sport vence o Fortaleza e encara o Bahia

Comentários
O Esporte Clube Bahia depois de vencer com propriedade e despachar o Campinense, ontem à tarde na Arena Fonte Nova, quando venceu pelo placar de 1 x 0, com um gol do atacante Kieza, aguardava o desfecho do duelo entre Sport-PE e Fortaleza que se enfrentaram neste domingo na Ilha do Retiro para saber quem seria seu adversário na semifinais da Copa do Nordeste. E deu o Leão da Ilha.

Diferente do embate de ida no Castelão, o Fortaleza não fez um boa partida, encontrou dificuldades até para passar do meio-campo, errou muitos passes e foi dominado pelo Sport parte significativa do jogo. Com o Estádio praticamente tomado, a torcida rubro-negra fez a diferença os 90 minutos e jogou junto com seu time. 

Aos 7 minutos da segunda etapa, o atacante Samuel, que havia acabado de entrar, passou por dois marcadores, driblou o goleiro Deola e abriu o placar para o Sport. Com o gol, o Leão avançou a marcação, dificultou a saída de bola do Fortaleza, que tentou reagir na parte final da partida em busca do gol de empate. 

Com dois jogadores a menos na segunda etapa, com as expulsões de Vinícius Hess e Auremir, o Fortaleza segurou o Leão nos últimos minutos e levou a decisão para os pênaltis, vencida pelo Sport por 4 a 2, que será o adversário do Bahia nas semifinais do Nordestão. No outro confronto valendo vaga na final, o Ceará enfrenta o Vitória.   

Por ter feito melhor campanha na classificação geral, o Esquadrão joga o primeiro confronto em Recife, no dia 8 de abril. com horário a ser definido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A segunda e decisiva partida acontece no final de semana seguinte, 12 de abril, na Arena Fonte Nova.

Há 55 anos, Bahia se sagrou primeiro campeão nacional

Comentários
Durante anos a história do futebol foi narrada de maneira equivocada, fazendo com que o Atlético-MG, Campeão Brasileiro de 1971, fosse considerado o primeiro campeão nacional. Entretanto, após a merecida unificação dos títulos conquistados antes de 1971, fez-se justiça à era de ouro do nosso futebol, dando o justo reconhecimento ao Bahia como primeiro campeão brasileiro.

Primeira competição nacional organizada pela Confederação Brasileira de Desportos, 'antiga' CBF, a Taça Brasil de 1959 contou apenas os campeões estaduais. O Bahia derrotou CSA, Ceará e Sport na fase Norte-Nordeste. No geral, foram 14 jogos disputados, 09 triunfos, 02 empates e 03 derrotas, 25 gols marcados e 18 sofridos. Léo ainda foi artilheiro da competição, com 08 gols marcados.

Os paulistas e cariocas entravam no torneio somente nas semifinais, fase em que o Esquadrão despachou o Vasco. Chegaram na final o poderoso Santos de Pelé e Pepe, considerado por muitos uma grande "barbada", e o Esporte Clube Bahia. O vencedor da decisão seria o primeiro participante brasileiro na Libertadores da América.   

Mas o favoritismo santista logo começou a ir por água abaixo quando em plena Vila Belmiro, o Tricolor, mesmo desfalcado do goleiro Nadinho (que era estudante de Direito e no dia do jogo tinha uma prova importante), venceu por 3 a 2 de virada com um gol no último minuto. Pelé e Pepe marcaram para o Peixe. 

No dia 30 de dezembro de 1959, aconteceu o jogo de volta, na velha Fonte Nova. O Santos venceu por 2 a 0, gols de Pelé e Pepe. Naquela época não havia saldo de gols, prorrogação ou disputa por pênaltis. Foi marcada uma partida de desempate para 30 de dezembro. Como o Peixe tinha excursão programada para jogar na Europa, o Bahia concordou em jogar apenas dia 29 de março de 1960, no Maracanã.

Na grande final, o Santos teve o desfalque de Pelé, que voltou com as amígdalas inflamadas e teve de fazer uma operação. O técnico Geninho, do Bahia, era policial e apenas podia comandar o time quando estava de licença. Por ser chamado de volta ao quartel, foi substituído por um argentino chamado Carlos Volante. 

O Bahia dominou a partida, venceu de virada com gols de Vicente, Léo e Alencar, conquistando a inédita Taça Brasil de 1959, e se sagrando o primeiro campeão brasileiro da história. Ao chegar em Salvador, o grupo foi saudado por uma multidão, que saiu em carreata pela cidade, ovacionados. Recordar é viver. Parabéns, Esporte Clube Bahia!