sábado, 29 de abril de 2017

Sinval Vieira dispara contra o Bahia e acusa Jeanzinho

Comentários
Se esse primeiro BA-VI (dos quatro) já rendeu muito pano para manga com todos os ingredientes adicionados dentro e fora das quatro linhas, o próximo (que acontece neste domingo) promete ainda mais. Após a revolta e o desabafo do vice-presidente Pedro Henriques (veja) e jogadores do Bahia após a derrota em jogo tenso e polêmico, foi a vez do gerente de futebol do Vitória, Sinval Vieira, se pronunciar sobre o caso e lamentar profundamente o clima de guerra, segundo ele, criado pelos tricolores que passaram dos limites com as declarações. Sinval ainda aproveitou para acusar o goleiro Jean, que atrapalhou os profissionais de marketing rubro-negro que faziam um trabalho no intervalo dentro do gramado. 

Veja o que disse o dirigente:

O Vitória mereceu vencer. Bahia se especializa em MIMIMI.

Comentários
Ao invés de contratar, a Diretoria Tricolor prefere chorar...

Agora é oficial. De torcedor, passando por atletas e até mesmo a Diretoria do Tricolor, todos só tem uma justificativa para suas derrotas... “fomos roubados”o famoso mimimi.

O “mimimi” generalizado teve seu ápice com uma entrevista do Vice Presidente Tricolor com voz embargada, primeiro insinuando que o Bahia era retaliado por não participar de acordos, conchavos e etc.... (o que seria algo digno, diga-se), e logo depois afirmando que está disposto a mudar de radicalmente de posição, desde que o Bahia “parece de ser prejudicado”... em outras palavras... estava propondo ao vivo, em rede nacional, negociar a tal “dignidade de estar fora dos esquemas” (que feio!).

Historicamente, todo o mundo esportivo sabe que os Tricolores não têm o direito de reclamar de arbitragem pelos próximos 100 anos....Mas, como num súbito de arrebatamento moral, a ladainha começa a ser repetida cada vez mais alto... e aí reside ao perígo... Como isso mereceria uma outra matéria vou me ater ao presente momento.

Se teve um time no BAVI de 27.04.17 esse time foi o Esporte Clube Vitória...

Vejamos o lances polêmicos da arbitragem:

Bahia volta ao batente e deve ter reforços para o BA-VI

Comentários
Não há tempo ou espaço para lamentações. O Esporte Clube Bahia voltou ao batente e já se prepara para mais um BA-VI, agora o decisivo e que definirá o destino do clube na Copa do Nordeste, domingo, às 16 horas, na Arena Fonte Nova. Nesta sexta, o grupo se reapresentou no Fazendão para iniciar a preparação. Quem jogou mais de 45 minutos, fez trabalho regenerativo na academia, fisioterapia e piscina. Quem não jogou, ou entrou no decorrer da partida, participou de um trabalho técnico com bola.

O atacante Hernane, que ficará de fora por 3 meses devido a lesão sofrida no dérbi, fez tratamento no departamento médico. Em contrapartida, o zagueiro Jackson está de volta após se recuperar de lesão e deve ficar à disposição do técnico Guto. Outro que retorna é o lateral-direito Eduardo, após cumprir suspensão. Com isso, Lucas Fonseca e Éder devem esquentar novamente o banco de reservas. No ataque, com a lesão do 'Brocador' e a expulsão de Gustavo, o mais provável é que Edigar seja deslocado da ponta para o ataque, além da entrada de Zé Rafael no time para jogar pelo lado. 




sexta-feira, 28 de abril de 2017

Esporte Clube Vitória 6 x 1 Marcelo Pereira Sant’Ana

Comentários
Sobre o jogo, muitos já se expressaram, principalmente através de material postado, subscrito por Dalmo, Felipe e Henrique, sendo que o do primeiro, pareceu-nos mais real, uma vez que vivera a época dos grandes clássicos entre os dois clubes baianos. Os dois seguintes analisaram o jogo, como tricolores preocupados, por mais uma derrota, buscando justificativas dentro e fora do campo, em favor ou desfavor do Bahia.

Vi mais uma entrevista do Sr. Vice-Presidente do Bahia também publicada aqui no nosso BLOG cujos óculos se transformavam numa bacia, para acolhimento de suas lágrimas, perguntando desesperadamente quais seriam os ditames , na CBF (ou na FBF), para que haja modificação de atitudes destes órgãos, visando ajuda ao tricolor, na arbitragem.

Alguns tricolores fanáticos por aqui se estressam, quando torcedores rubro-negros e alguns equilibrados da torcida do Bahia apontam os acertos do Vitória nestas 3 décadas e em contramão os desacertos do seu rival. Alegam que se fatiar os dois clubes em 3 décadas últimas estar-se-ia usando critério digamos oportunista, uma vez que décadas anteriores, o que é uma verdade, o Bahia reinava quase de forma absoluta, naquela época.

A volta de R10: Veja os gols de Barça 3x2 Real Legends

Comentários
O meia Ronaldinho Gáucho finalmente voltou ao futebol e em grande estilo com a camisa do Barcelona. Peraí, muita calma nessa hora. Falo do Barcelona Legends, time que reúne grandes craques do passado que brilharam pela equipe. Nesta segunda, o craque deu show com passes de efeito, dribles e três assistências na vitória do Barça diante do Real Madrid legends, em partida que aconteceu no Líbano. Um dos mais badalados, R10 ainda presenciou um fã invadir o gramado para tirar foto com ele e após o término do jogo, foi cercado por um batalhão de seguranças e jornalistas.

Giuly, duas vezes, e Simão Sabrosa marcaram para o time catalão. Do lado dos madrilenhos, os gols foram de Fernando Fernandez e Guerrero. Em campo, um desfile de craques que marcaram época por Barcelona e Real Madrid, como Giuly, Edmilson, Ronaldinho, o holandês Davids, Anelka, Morientes e Sávio. Mais compacto em campo, e contando com o talento de R10, os catalães abriram o placar quando o brasileiro olhou para um lado, deu passe para o outro e deixou Giuly livre para tocar na saída do goleiro.

Veja os gols do jogo:

Vitória perde atacante, mas ganha reforço para o 2º BA-VI

Comentários
Ainda não há uma confirmação oficial, mas dificilmente o atacante André Lima (autor do gol que deu o triunfo ao Vitória nesta quarta por 2x1 no Barradão) terá condições de entrar em campo no 2º BA-VI da semifinal da Copa do Nordeste que acontece neste domingo, na Arena Fonte Nova. O atleta saiu de campo sentindo um desconforto no pé e seria avaliado nesta segunda para saber a gravidade da lesão, mas o departamento médico ainda não se pronunciou. Apesar do bom momento vivido pelo camisa 99, ausência não será um grande problema visto que Kieza, recuperado de lesão muscular, está à disposição do técnico Argel Fucks e voltar à titularidade no confronto decisivo diante do ex-clube. O resto do time deve ser mantido.




E agora. Quem será o centroavante do Bahia no 2º BA-VI?

Comentários
Com erros de arbitragem ou não o Esporte Clube Bahia terá que vencer o Vitória no próximo Domingo para avançar em direção das finais da Copa do Nordeste enfrentando aquele que sobreviver após a batalha pernambucana entre Santa Cruz e Sport-PE. Derrota de 2 x 1 de ontem, significa que o tricolor precisa de um triunfo pelo placar de 1 x 0 para chegar a final da competição pela segunda vez nos últimos três anos.

O que agravará a situação do tricolor será a ausência de um centroavante nato, já que Hernane machucado só volta no meado do primeiro turno do Brasileiro da Serie A e seu natural substituto, o atacante Gustavo foi expulso.

E agora?

Improvisar novamente como fez ontem na lateral direita ontem,  inventar algum menino da base ou optar por Edgar Júnior? Não se sabe qual será a solução que encontrará o técnico Guto Ferreira, mas como se trata de um treinador Feijão-com-arroz bem modesto e dentro do seu estilo previsível não deve inovar ou arriscar nada. Em contrapartida, o tricolor de aço terá o retorno do lateral Eduardo após cumprir suspensão automática.


Esporte Clube Bahia reclama e questiona o que deve fazer.

Comentários
O BA-VI já acabou e as reclamações, as choradeiras tradicionais e comuns nos derrotados continuam e assim deve ser até o próximo BA-VI no próximo Domingo, quando recomeçaremos tudo outra vez, como dizia o cearense Antônio Carlos Gomes, ou como queira, simplesmente Belchior.

Expulsão indevida do atacante Gustavo, a não expulsão do zagueiro KANU devida e não efetivada estão na lista de insatisfações do Esporte Clube Bahia após ser derrotado pelo Vitória pela segunda vez e este ano e pelo mesmo placar. Quem se encarregou das queixas desta vez foi o vice-presidente tricolor, Pedro Henriques que fez duras critica e questionou:

"A diretoria do Bahia quer aqui perguntar de público para a CBF, para a Comissão de Arbitragem, para a Federação Bahiana de Futebol, pra Liga do Nordeste, o que a gente precisa fazer para deixar de ser prejudicado pela arbitragem.?

Veja o vídeo

Jogadores do Vitória sofreram atentado após o BA-VI

Comentários
O Esporte Clube Vitória através do seu site oficial comunicou que após o primeiro Ba-Vi da semifinal da Copa do Nordeste, com mando de campo no Barradão, alguns de seus jogadores foram alvejados enquanto estavam dentro de um mesmo carro passando pela rua Mocambo, no Trobogy, sentido Av. Luis Viana (Paralela).

Às 23h38, os jogadores Wallace (ao volante), Flávio e Rafaelson, acompanhados de um amigo, estavam passando sobre o segundo quebra-molas em frente ao Bar e Churrascaria Uai Bode em meio a um fluxo normal de trânsito, quando um carro parou no quebra-molas anterior, e uma pessoa saltou e proferiu dois tiros em direção ao veículo em que os jogadores se encontravam. A segunda bala perfurou os dois vidros (dianteiro e traseiro) do carro, passando por entre os passageiros. Nenhuma pessoa foi atingida. Wallace se assustou e acelerou rumo à Av. Paralela, e o carro do atirador não o perseguiu.

APAGÕES E ARBITRAGENS "RUINS" MACULAM OS BAxVis

Comentários
Estou solidário e admirado positivamente com os torcedores do Vitória que com muito valor demonstram repúdio a qualquer manipulação de resultados nos BaxVis. Mas, está ficando tão feio e visível que até um corajoso jogador do rubro-negro se posicionou contra "apagões" oportunistas no Barradão numa rádio local. Mas, o problema não é somente "os apagões"! A arbitragem vem demonstrando uma tendência para prejudicar o Bahia com muitas "coincidências.

A arbitragem vem influenciando no resultado dos clássicos fechando os olhos para as maldosas entradas do rival contra os jogadores do Bahia enquanto que em cada jogo um jogador do Bahia é expulso ainda no primeiro tempo. O fato é grave e ensejou manifestação do vice-presidente do Bahia que de forma educada perguntou aos "donos" do futebol da Bahia o que é preciso para que um único jogo do Esquadrão acabe sem o time ser caçado em campo e um jogador expulso.

No clássico ainda pelo campeonato baiano o jogador Allione do Esquadrão recebeu uma entrada criminosa na altura da cabeça, mas o jogador rival não teve contra si nem o cartão amarelo. Nesse último jogo teve outro lance covarde quando o jogador do Bahia de costas para a bola no ar sofre um golpe de digno da pior filosofia em artes marciais, o que lhe custou a saída do jogo por contusão. Mas, nada mais uma vez aconteceu com o jogador do Vitória.

Realmente, as coincidências não são somente fruto do acaso. Foram duas expulsões no primeiro-tempo de jogo contra o Bahia nos últimos 2 BaxVis, enquanto o rival com muito mais pertinência em jogadas violência dentro de campo pratica o anti-futebol e não acontece nada. Prestem atenção também no lance em que o zagueiro do Vitória agride com uma cotovelada o zagueiro do Bahia Lucas Fonseca na área adversária e só recebe o cartão amarelo. A atitude covarde com o Bahia é a regra nos clássicos!

Todavia, o próximo jogo é na Arena Fonte Nova. Eu penso que se o próximo jogo fizerem mais uma vez o que acintosamente aconteceu nos últimos BaxVis é possível que a torcida do Bahia tente uma desforra de outra maneira e de forma irracional acabe por prejudicar até o próprio clube. Por isso, clamo para nosso torcedor que vá ao estádio para comemorar a passagem para a final da Copa do Nordeste, pois certamente não vamos deixar nos "roubarem" na Fonte.




Azar ou falta de sorte: O que fez o Bahia perder o BAVI?

Comentários
O Bahia mais uma vez saiu de campo derrotado diante do maior rival e assim como no primeiro dérbi quando foi superior no segundo tempo (também com 10), nesta quinta, dominou no primeiro e cansou no segundo, poderia ter saído para o intervalo com um placar favorável. Azar ou falta de sorte. O que levou o tricolor a perder o jogo? Primeiro a perda do brocador Hernane por lesão (3 meses fora) e a entrada do atacante Gustavo que sequer esquentou o sangue e aos 19 minutos levou a chapa vermelha direta injustamente. Ontem, no mínimo, quatro expulsões deveriam acontecer. Willian Farias e Kanu pelo Leão (ambos com a bola parada). Gustavo e Edson pelo Esquadrão. Isso se o juiz utilizasse o mesmo critério em TODOS os lances. 

Não foi por falta de aviso, o ilustre Paulinho Fernando já havia cantado a pedra aqui no Blog (veja). Mas nem a atuação pífia da arbitragem foi capaz de estragar o espetáculo. Um jogaço, com todos ingredientes incluídos e misturados em um embate digno de um BA-VI valendo vaga numa final de Copa do Nordeste. Não retiro o mérito do Vitória, que fez um ótimo segundo tempo, foi eficiente e cirúrgico para pressionar e buscar a virada e garantir uma vantagem ainda que pequena, haja visto que poderia ter aproveitado esse um homem à mais para esticar o placar. Mas não podemos mascarar o que acontece em campo, é claro, não podendo ser utilizado como desculpa ou único motivo que levou à derrota que se sucedeu por um conjunto de fatores. Expulsão, oportunidades desperdiçadas e falhas defensivas. 

A expulsão não desestabilizou o Bahia que continuou controlando a partida e criando mais. Diga-se, quem ligou a TV depois dos 20 minutos (meu caso), não percebeu que o time estava com 10 homens em campo. Ainda assim, tomou o gol de empate em saída estabanada do goleiro Jean, que parece não ter amadurecido após aquela falha bizonha de 2015 que culminou com a perda do título para o Ceará. Até admiro seu esforço nos treinos, contudo, ontem o arqueiro provou mais uma vez que em jogo valendo se apequena, afrouxa e não passa confiança nenhuma. Assustou em TODAS saídas de bola mostrando insegurança. Uma lástima e com toda certeza o pior em campo. Enquanto para eleger o melhor não precisa nem de enquete ou debate. Todas as jogadas de ataque do Bahia passaram pelos pés de Allione, uma pena que os outros atacantes não estavam em noite inspirada igualmente o argentino. 

Vitória 2 x 1 Bahia: Gols, bom futebol e um grande jogo

Comentários

Jogo de arrepiar, duas equipes diferentes em campo, jogo bem jogado e cheio de emoções do inicio ao fim. O Bahia melhor em campo quando teve o time completo e mesmo com um a menos vendeu caro a derrota. Compactou defensivamente, porém não soube aproveitar as chances que teve no contra ataque, a bola castiga e o Vitoria foi eficiente mais uma vez e saiu vitorioso. 

Vamos para o jogo: 

Técnico do Bahia valoriza derrota por pouco e acredita

Comentários
O técnico Guto Ferreira desta vez não filosofou para explicar a derrota do Bahia para o Vitória hoje à noite no Estádio Manoel Barradas Carneiro. Foi realista e teve a leitura exatamente do que foi a partida e naturalmente manteve o otimismo para reverter o quadro no próximo Domingo com um triunfo simples pelo placar de 1 x 0.

- O Bahia perdeu porque, por muito tempo, jogou com um jogador a menos. Principalmente por causa disso. Mesmo assim foi muito guerreiro e saiu com um resultado importante, uma vitória simples nos dá a classificação – afirmou o técnico tricolor.

Ouça a entrevista