domingo, 22 de janeiro de 2017

Melhor política de contratação: Do Bahia ou do Vitória?

Comentários
Sobre a comparação do Bahia com o Vitória feita pelo Olival Mata no seu texto aqui no Blog (veja), realmente são contratações com perfis diferentes de ambos os clubes, mas eu sempre repito isso aqui, antes de simplesmente criticar, temos que entender o contexto.

O Vitória vem de uma campanha fracassada, uma temporada em que escapou da Série B por uma posição (16º). Eles adotaram a estratégia do Bahia deste ano, mas é preciso ressaltar que esta política, de contratar jogadores com potencial de crescimento, exige competência para saber mapear esses jogadores, e também um pouco de sorte. E além disso eles estão vindo de uma eleição, que geralmente promete mudanças e grandes campanhas. Esses dois fatores justificam o que estão fazendo agora. Pode dar certo? Pode, mas se der errado custa muito dinheiro para se reorganizar durante a temporada. Talvez estejam se fiando no dinheiro de Marinho para adotar essa estratégia.

E o Bahia?

sábado, 21 de janeiro de 2017

Vitória x Sergipe: Leão faz coletivo no Barradão

Comentários
O técnico Argel Fucks acompanhou os primeiros 45 minutos do coletivo da tarde deste sábado na cabine de TV do Estádio do Barradão. O treinador viu muitas coisas boas e também erros que, aos poucos, ele começa a corrigir para que o time do Vitória possa iniciar bem a temporada de 2017, na quinta-feira (26), contra o Sergipe.

“Intensidade boa, volume bom, as linhas compactadas, muito bom, bom mesmo”, resumiu Argel ao falar sobre o comportamento dos titulares no treinamento. Foi um coletivo corrido e disputado intensamente, apesar do forte calor de 28 graus.

Com camisa amarela, o time titular que iniciou o treino apresentou uma novidade em relação àquele escalado para o jogo da pré-temporada contra o Atlântico, quarta-feira passada. Saiu o argentino Pisculichi e entrou Cleiton Xavier.

Veja os gols do amistoso Chapecoense 2 x 2 Palmeiras

Comentários
Depois de dois meses do trágico acidente que tirou a vida de 71 pessoas e entre eles 19 jogadores do clube a Chapecoense retornou as atividades de campo hoje à tarde em amistoso contra o Palmeiras na Arena Condá com a presença de 14 mil torcedores. A partida tratada como um jogo da amizade acabou com o empate de 2 x 2 com Rafael Veiga e Vitinho marcando para os paulistas, enquanto Douglas Grolli e Amaral anotando os tentos da Chapecoense.

Veja os gols

Fim da Novela: Marinho é vendido e Vitória leva BOLADA

Comentários
Finalmente o negócio foi sacramentado, o martelo foi batido e agora podemos afirmar que a "novela" acabou após muitos capítulos e o atacante Marinho enfim jogará no futebol chinês na temporada 2017. Neste sábado foi colocado o preto no branco e o empresário do atleta, Jorge Machado, confirmou por meio do Instagram que o destaque rubro-negro em 2016 jogará no Changchun Yatai nas próximas três temporadas com possibilidade de renovação por mais um onde fará dupla com o boliviano Marcelo Moreno, ex-Leão.

”Agora é oficial...Obrigado a todas as pessoas envolvidas nesta negociação difícil e mal entendida por muitos.. Obrigada a atual diretoria do Vitória, obrigado à torcida do Vitória.. Obrigado ao presidente do Cruzeiro.. e obrigado papai do céu”, disse Machado.

Tudo está acertado. Falta agora apenas o pagamento do valor da transferência que gira na casa dos 5 milhões de euros, que correspondem a R$ 17,8 milhões na cotação atual. Com metade da fatia do "bolo" (50%), o Vitória levará uma "bolada" (R$ 8,9 milhões), o Cruzeiro ficará com outros 30% (R$ 5,34 milhões) enquanto agente Jorge Machado embolsa 20% (R$ 3,56 milhões).

O gerente de futebol Sinval Vieira confirmou o negócio e disse que aguarda apenas o dinheiro pingar na conta: ”Está fechado. Falta agora o dinheiro chegar. Está resolvido e já autorizamos o Marinho a passar pelos exames médicos do clube chinês. A previsão, segundo o Jorge Machado, é que o valor deve estar chegando na segunda-feira ou no mais tardar na terça. Boa notícia para Vitória e Cruzeiro”

Veja a trajetória do jogador:

Ainda acredito no futebol do meia Rômulo no Bahia

Comentários
Como é fácil julgar, não é mesmo?, Eu por exemplo não levo fé no Guto Ferreira no comando técnico do elenco tricolor. Agora que entendo de futebol? Patavina, observo pelo desempenho em campo da equipe, não sei qual o esquema técnico utilizado pelo maestro, assim como não entendo o que significa os movimentos da batuta do comandante de uma orquestra, porém sei apreciar a execução de um clássico.

Se houve deslize de algum músico, cabe aos especialistas musicistas, avaliarem. O que quero dizer é que apesar de tudo, apesar das criticas e descrença do torcedor do Bahia ainda acredito no futebol do Rômulo.

Ex-volante do Bahia assina contrato com a Chapecoense

Comentários
O volante Luiz Antônio veio do Sport-PE, em um repasse de empréstimo para o Bahia, e aqui deu sua contribuição para o acesso tricolor. Atuou em 21 partidas e marcou três vezes. Ao final do empréstimo foi embora. Já no Rio de Janeiro, deu declarações afirmando que seu desejo era retornar ao Flamengo, onde pretendia ganhar uma nova oportunidade. Não obteve sucesso. O jogador foi novamente emprestado, agora para a Chapecoense. O contrato do jogador com o time catarinense terá duração de um ano. O jogador já se apresentou e foi relacionado para o jogo amistoso contra o Palmeiras, no próximo Domingo, em Chapecó.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

O Bahia tentou contratar grande jogador brasileiro

Comentários
O presidente do Esquadrão Marcelo Sant'Ana, publicou hoje em seu twitter, que apresentou uma proposta e tentou contratar o atacante Robinho, um dos destaques do Brasileirão 2016 atuando pelo Atlético MG. Segundo o mandatário tricolor, a proposta foi feita antes mesmo do atacante acertar contrato com o Galo, inclusive houve até uma reunião com a advogada Marisa Alija, que cuida da carreira do jogador. Porém o negocio não andou e o atacante acertou com a equipe mineira e foi um dos destaques do brasileirão 2016.

Robinho tem contrato até o fim de 2017, porém seu nome vive sempre sendo especulado fora do Galo. O jogador que já atuou por grandes equipes da Europa e retornou ao Brasil ano passado, depois de uma passagem curta na China e acertou com o Galo. Ontem o técnico Titi, convocou o jogador para o amistoso contra a Colômbia. 


Bahia acerta no nível das contratações para o ano de 2017

Comentários
Esse "ALTO" nível de contratação (casos de Dátolo e Cleiton Xavier), em determinadas condições, não me enche os olhos como torcedor do Bahia. Já sofremos demais com MEDALHÕES pouco concorridos que vem para cá já na descida da ladeira ou em fim de carreira (exemplos de Ricardinho, Carlos Alberto, Mancini e tantos outros). Pode até dá certo no Vitória, pois cada clube tem suas particularidades. Contudo, no Bahia está provado que a maioria das vezes não dá certo. Se der certo com Pablo Armero (que se trata de uma contratação com status internacional) será surpresa para mim.

No Bahia, dá certo jogadores com qualidade latente que precisam apenas de confiança. Jogadores que quando entram em sintonia com a torcida vibrante do Bahia se transformam em jogadores interessantes. Por isso acredito que as chances do Bahia aumentam quando monta times como esse montado para 2017 (sem "estrelas" ou atletas badalados).

Vejam quem eram Juninho, Moisés, Tiago, Eduardo, etc, antes de virem ao Bahia? Reserva dos reservas nos seus antigos clubes ou jogadores de time de Série C (caso de Juninho que foi rebaixado à terceira divisão com o Macaé). Hoje todos são jogadores mais valorizados. No entanto, Hernane, Renato Cajá e Thiago Ribeiro, jogadores que chegaram com aprovação e muito oba oba, são muito questionados pelo torcedor (principalmente pelo alto investimento e o baixo custo x benefício).

Antes do Bahia pela Copa do NE, Fortaleza encara o Ceará

Comentários
A Copa do Nordeste e o ano esportivo, agora de forma oficial, começa para o Esporte Bahia na próxima quinta-feira quando, no Estádio Castelão, enfrenta o Fortaleza, às 22h. Fortaleza que, pela tradição e força da torcida, sempre será considerado como um dos favoritos ao título, ainda que suas chances estão bem longe das possibilidades do Bahia, Vitória e Sport-PE. Contudo, neste momento, o time não passa um bom momento, pela insatisfação do torcedor pelos oito anos na Série C e, sobretudo, pelo baixo rendimento no início do estadual.

Ao contrário do que acontece no nosso estado, o Campeonato Cearense já caminha para a sua 3ª rodada, com o Fortaleza ocupando a 2ª posição, com 4 pontos, e antes de enfrentar o Bahia pela Copa do Nordeste, fará neste Domingo o clássico contra o Ceará. Dois jogos e em ambos deixou o estádio coberto de vaias.

Reforços

César Sampaio é o gerente de futebol do Fortaleza, enquanto Hemerson Maria é o treinador da equipe. Para a temporada 2017, o Fortaleza contratou o goleiros Marcelo Boeck, dispensado pela Chapecoense e Matheus da Ponte Preta. Gastón Filgueira, que disputou a Série B com o Náutico. Jefferson, ex-Figueirense, o atacante Lúcio Flávio do Paraná Clube. Allan Vieira, lateral que estava no Santa Cruz. Os zagueiros Ligger, que vem do Joinville e Heitor, que atuava no Kiryat Shmona da primeira divisão de Israel, além do atacante Juninho Potiguar, que em 2016 jogou no Al-Shabab dos Emirados Árabes Unidos.

Nova zaga do Vitória comemora entrosamento

Comentários
A camisa não é a mesma, mas o entrosamento continua forte entre Alan Costa e Geferson. Ambos vieram do Internacional e jogavam juntos desde as categorias da base colorada. Zagueiro, Alan jogava pela esquerda, bem próximo do lateral-esquerdo Geferson. No jogo de pré-temporada contra o Atlântico, ambos já ensaiavam este entrosamento no clube anterior.

“Eu considero muito Alan Costa. Jogamos juntos no sub-23 do Inter. Ele subiu antes para o profissional. Jogamos Libertadores juntos. Alan é um jogador diferenciado. Confio muito no potencial dele. Jogamos juntos no profissional do Inter também. É bom que um já conhece o outro, sabe onde um vai correr”, conta Geferson.

Alan Costa assegura que já sabe até onde passar a bola para Geferson. Porém, Alan Costa também conhece muito bem outros atletas do grupo. “Eu já trabalhava com Geferson, também com Argel. Trabalhei com Dátolo no Inter. Os outros, eu não conhecia pessoalmente, mas de jogar contra. É um grupo de qualidade. Fico feliz de participar desse grupo. Ontem tive contato com os torcedores e eles elogiaram muito. Tenho certeza que vamos buscar coisas grandes esse ano. Até amigos meus têm elogiado. Isso também traz muita responsabilidade para nós. É um elenco para buscar coisas grandes”, conta Alan Costa.

Lateral-direito Tinga com os dias contados no Bahia

Comentários
O Esporte Clube Bahia pode anunciar nos próximos dias um "BAITA reforço". O lateral Tinga, que chegou ao Esquadrão em fevereiro de 2016 inicialmente por empréstimo e depois em definitivo vindo do Grêmio onde era tratado como uma grande promessa, mas nunca vingou, está com os dias contados no Fazendão. Foi preciso UM ANO de clube para a diretoria perceber que Tinga não reúne qualquer condição de vestir a camisa tricolor. Porém, antes tarde do que nunca.

O jogador, que é terceira opção, mas foi titular nas duas partidas da Flórida Cup porque as duas primeiras opções (Wellington Silva e Eduardo) não viajaram com o grupo, tem contrato até o final deste ano e será emprestado a algum clube. Diga-se, o lateral nos dois amistosos conseguiu aumentar as provas de que não tem capacidade para jogar no Bahia. Contra o Estudiantes, marcou um GOLAÇO de cabeça, só que contra, gol que deu o triunfo ao time argentino.

Max Biancucchi é apresentado no Ceará Sporting Club

Comentários
Contratado como uma das grandes atrações do Ceará para este no início de temporada, o atacante argentino Max Biancucchi com passagens pelo Vitória com sucesso e no Bahia não tão bem foi apresentado hoje à tarde a torcida cearense. O jogador já foi incorporado ao elenco após fazer exames médicos e participar de um treino em campo reduzido com ênfase em posse de bola, marcação e finalização. Após o treino o jogador que ainda não está regularizado foi apresentado à imprensa.

Na coletiva, o jogador disse que ainda precisará de um tempo até se sentir em plena condição de fazer sua estreia com a camisa do Ceará. "Eu vinha de um mês parado, de férias, mas estava trabalhando na academia a parte de força. Acho que preciso de umas duas semanas para melhorar a parte física. Vai depender do corpo. As vezes a gente fala duas semanas e acaba resolvendo em uma. Mas prefiro não traçar um prazo para eu estar apto a estrear", comentou o atleta, que estava no Olímpia, do Paraguai.

Maxi revelou que, antes de ser procurado pelo Ceará, tinha uma proposta de uma outra equipe, mas ficou empolgado com a oportunidade de defender o Alvinegro, equipe que ele conhece bem da final da Copa do Nordeste de 2015, quando vestia a camisa do Bahia.

"Eu estava quase certo com um time da Argentina, mas aí recebei uma ligação do Ceará. Fiquei muito animado, porque é um clube que enfrentei, enfrentei sua torcida. Jogar no clube que está trazendo de volta o Ricardinho e o Magno Alves é muito interessante. Fiquei animado em participar desse elenco, afirmou.

Meia com passagem pelo Vitória quer voltar ao Brasil

Comentários
O meia Pedro Ken teve duas passagens pelo Vitória e participou ativamente nas campanhas dos acessos em 2012 e 2015. Revelado pelo Coritiba, passou pelo Vasco da Gama, Avaí e mesmo sendo jogador do Cruzeiro jamais foi aproveitado pelo time celeste e a cada inicio de temporada era emprestado. Finalizado o veiculo de 5 anos que tinha com o Cruzeiro o jogador livre foi atuar no futebol russo, exatamente no Terek Grozny-RUS na época sétimo colocado no campeonato local e não se deu bem. O jogador só atuou seis partidas e não vê à hora de voltar para o Brasil.

"Cheguei ao Terek e me dediquei desde então para ser titular. Não faltou dedicação e comprometimento da minha parte para que isso fosse possível. Já chegamos a conversar e se houver uma proposta interessante, sigo a minha vida. O mais importante é que estou 'voando' fisicamente, feliz e motivado para fazer um grande ano", disse o meia em entrevista ao site Espn.

"Aqui na Rússia nós jogamos menos de 40 partidas na temporada. Além disso, ainda são quatro amarelos pra suspender um jogador, por exemplo. A rotatividade é baixa. Tenho mais um ano e meio de contrato, mas prefiro abrir mão de tudo para ir a algum um lugar com possibilidades de jogar mais. A equipe também atua junta há muito tempo e vem fazendo uma grande temporada, ocupando a zona de classificação para a Liga Europa".

"Se tiver a oportunidade de retornar ao futebol brasileiro, ficaria muito feliz também. Tive algumas sondagens nas últimas semanas, mas nada concreto. Estamos procurando definir minha situação o quanto antes. Espero resolver isso nos próximos dias".