quinta-feira, 29 de setembro de 2016

O Bahia é clube grande, médio ou pequeno? Como saber?

Comentários
Olha eu não participei do tópico provocado Lourival de Paulo e que outros tricolores participaram, concordando ou não, mas ainda assim, posso dizer em relação a este assunto é que é preciso ter parâmetro para servir de métrica e definir: o Bahia é um clube GRANDE em relação a quê? Precisamos estabelecer. Pois se vamos comparar, e aí já entra num campo de exatas, não podemos relativizar. O que é preciso para se estabelecer a grandeza?

1. Considerar o tamanho da folha salarial?
2. Considerar a representatividade nacional diante do destaque de títulos conquistados (locais, regionais e nacionais)?
3. Considerar o balanço patrimonial?
4. Considerar o ativo intangível estabelecido por quanto vale a sua marca no "mercado"?
5. Considerar o número de fans, seguidores, torcedores (seja espectador do estádio ou TV)?
6. O ranqueamento da confederação brasileira de futebol?
7. Considerar quais mais outros fatores e variáveis? Ou todos eles?

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Adversário do Vitória avança da Copa Sul-Americana

Comentários
Adversário do Vitória no próximo sábado pela 28ª do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense avançou hoje noite na Copa Sul-Americana 2016. Mesmo sem grande tradição no cenário nacional o time da cidade de Chapecó segue fazendo história. Jogando na Arena Condá, o time catarinense ficou no empate em 0 x 0 com o Independente (ARG) depois de dominar os 90 minutos de jogo.

Com o
empate a decisão foi para os pênaltis onde a Chapecoense saiu vitorioso pelo placar de 5 x 4. No 1ª jogo entre os clubes realizado no Estádio Libertadores de América, em Avellaneda, na Argentina na semana passada também foi registrado o empate de 0 a 0. Destaque para o goleiro Danilo da Chapecoense que defendeu quarto penalidades e foi o grande responsável pelo avanço do time brasileiro para às quartas de finais da competição onde enfrentará o
Junior Barranquilla  

Miss bumbum arrependida pede desculpas aos torcedores

Comentários
O Grêmio foi denunciado ao STJD no artigo 213 do Código Brasileiro da Justiça Desportiva. O motivo? A invasão da Miss bumbum de Santa Catarina, Danny Morais ao gramado da Arena do Grêmio logo após o apito final do empate em 0 a 0 entre Grêmio e Palmeiras, pela 24ª rodada do Brasileirão. O clube ainda não foi punido, apenas denunciado e caso confirmado a denúncia, o clube poderá pagar até R$100 mil e ter perdas de mando de campo.

No entanto, a responsável pela “invasão” hoje à tarde, através de uma das redes sociais, desculpas: "Estou aqui para pedir desculpas pela segunda vez , sei que estão muito chateados comigo e o mínimo que devo fazer por vocês é pedir desculpas. Sei que errei e reconheço meu erro, que sem querer prejudiquei o clube que é do meu coração"

O curiosidade desta história é a reação dos torcedores Gremistas no episódio revelado no vídeo abaixo, que mostra o momento exato da entrada da menina no gramado. Talvez seja por isto, que o povo vive a dizer que por lá só tem viado e viado brabo.

Veja ai

Copa Brasil Sub-20: Bahia despacha o Paysandu

Comentários
Na estreia da Copa do Brasil sub-20, o Bahia venceu o Paysandu por 3 a 1, na tarde desta quarta-feira (28), no estádio da Curuzu, em Belém. Com o resultado, o Tricolor se classificou para a próxima fase da competição por ter vencido o adversário por dois gols de diferença. O time paraense abriu o placar e manteve a vantagem até o final da primeira etapa. Porém, no segundo tempo só deu Esquadrãozinho, que empatou aos 15, com, Max e virou aos 35, com Kaynan. No final, Rodrigo Rodrigues assinalou o terceiro e a equipe avançou. Agora, o Bahia enfrentará o vencedor de Chapecoense-SC x Fluminense-RJ.

O time do técnico Aroldo Moreira atuou com Deijair, Marlon, Rodrigo Becão, Everson (Bolívia) e Júnior; Luis Fernando (Sávio), Júnior Ramos e Mayron; Max (Kaynan), João Paulo (Rodrigo Rodrigues) e Marco Antônio (Douglas).

Bahia x Criciúma: Wesley treina no time titular

Comentários
Na tarde desta quarta-feira (28), o elenco do Bahia realizou o terceiro treinamento de preparação para a partida contra o Criciúma, sexta (30), na Fonte Nova, às 19h15. O técnico Guto Ferreira comandou um trabalho tático, testando a provável equipe que deve iniciar o confronto.

O atacante Edigar Junio sentiu um cansaço muscular e foi poupado da atividade com bola. Em seu lugar, o recente contratado Wesley Natã que ainda não fez sua estreia com a camisa tricolor – foi testado na equipe titular. Já Victor Rangel, que ontem não treinou devido a uma virose, participou normalmente. Os titulares atuaram com Eduardo, Tiago, Jackson e Moisés; Luiz Antônio, Juninho e Renato Cajá; Allano, Wesley Natã e Hernane Brocador.

Nesta quinta-feira (29), às 15h, o elenco fecha a preparação para a partida, com um ultimo treinamento na Arena Fonte Nova.

Copa Brasil Sub-20: Vitória derrota o CRB por 1 x 0

Comentários
O Vitória estreou na Copa do Brasil Sub-20 com o pé direito, na tarde desta quarta-feira. Jogando no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o Leãozinho bateu o CRB por 1 a 0. O gol do triunfo foi anotado na segunda etapa pelo zagueiro Léo Xavier, recém-convocado para a Seleção Brasileira principal.

As equipes voltam a se enfrentar no dia 4 de outubro, às 15h, no Barradão. Um empate garante o Vitória na próxima fase, contra o vencedor do duelo entre Palmeiras e Sport. No jogo de ida, em Recife, houve empate sem gols.

O Vitória - comandado por Luciano Gama - foi a campo com Ronaldo; Álef, Léo Xavier, Bruno e Federico (Cedric); Léo Gomes (Ronald), Farinha e Wesley (Jhemerson); Nickson (Flávio), Eron e Rafaelson.

Muriel destaca importância do jogo contra o Criciúma

Comentários
O goleiro Muriel foi o escolhido para conceder entrevista coletiva à imprensa, na tarde desta quarta-feira (28), no Fazendão. O arqueiro falou sobre a importância de enfrentar um concorrente direto dentro de casa, contando com o apoio da torcida do Esquadrão, no jogo de sexta, contra o Criciúma. Este apoio oriundo das arquibancadas, para o camisa 1, será fundamental na busca por mais três pontos.

“É um confronto direto e muito importante para ampliar a diferença de pontos sobre alguns times e, consequentemente, buscar aqueles que estão mais acima. Eu não costumo projetar a sequência do campeonato. Meu pensamento é fazer de cada partida uma decisão e entrarmos em campo focados em vencer”, afirmou.

Sobre a torcida tricolor, Muriel foi objetivo: “Ele tem um papel fundamental na nossa briga pelo acesso e não é à toa que estamos tão fortes dentro de casa. Nós, mais uma vez, contamos muito com o apoio dele para nos deixar mais fortes nos 90 minutos”, completou.

Veja a entrevista completa

Criciúma promete ser um adversário duro para o Bahia

Comentários
Adversário do Bahia na próxima sexta-feira na Arena Fonte Nova, o Criciúma, é um dos clubes inicialmente apontado como favorito que jamais acessou o G4 em rodada integral. Dormiu em algumas rodadas, mas saiu quando completada. No primeiro turno foi um divisor para a campanha do Bahia. Venceu no Estádio Heriberto Hulse por 3 x 2 e a partir daí, o tricolor de aço, “deu pra trás” e até então, o Bahia invicto por quatro rodadas, perdeu para o próprio Criciúma, Londrina, Tupi e Brasil de Pelotas. Observando o G4 neste momento, notamos que os três pontos cedido ao Londrina e Brasil Esportivo de Pelotas é o que afasta o Bahia no grupo de classificado de momento.

O Criciúma desembarca em Salvador com 40 pontos, exatamente a campanha do Bahia, porém atrás pelo desamparo dos critérios de desempate. Enquanto nos últimas três rodadas, o Bahia vem de uma derrota, um vitória e um empate, o time de Santa Catarina emplacou três triunfos consecutivos e por isto se habitou novamente para brigar por uma das vagas. Venceu o Sampaio Correa e Oeste dentro de casa e o Brasil de Pelotas de virada nos últimos minutos lá no Estádio Bento de Freitas, aliás, partida que deu 2 chutes ao gol e marcou 2 gols já no final da partida mal-assombrada. Atuando fora de casa, como acontece nesta sexta-feira, o Criciúma venceu três partidas: Náutico, Brasil de Pelotas e Vila Nova. 

Para o duelo contra o Bahia, Roberto Cavalo não poderá contar com Niltinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o comandante contará com o retorno do goleiro Luiz, que cumpriu suspensão. Já o atacante Jheimy continua como dúvida e depende de liberação do departamento médico, o mesmo acontece com meia Douglas Moreira.

O Bahia de 1973 a 1979 era heptacampeão

Comentários
Pura emoção de ir a Fonte! Eu vi todos eles jogarem no Esquadrão e marcar a vida de qualquer torcedor de futebol. 

Eles não eram apenas jogadores, grifes e salários! Era amor de verdade. 

O Bahia tinha uma mística, um jeito e a cara do povo da Bahia. Era ir a Fonte para ver Douglas, Beijoca, Sapatão e cia. impor aos outros times temor reverencial. 

 Esse tipo de sentimento que inspira temor reverencial vocês tem quando vão no Vaticano ou estão em companhia de gênios. 

No Bahia você tinha um time que representava essa alegria de jogar futebol e um respeito dos outros times que ouviam falar do heptacampeão baiano. Eles inspiravam paixão quando vestiam o manto tricolor numa sensação de que eram imbatíveis.

Não existia time que não tremesse! O arquirrival do Bahia era o Flamengo, nosso freguês.

Qual o clube no Brasil que tem uma identidade como a do Bahia? Ser heptacampeão é melhor que ser campeão do mundo.

Principalmente por causa desse hepta e de jogadores como Sapatão, Baiaco, Douglas e Beijoca se misturam gente do povo e gente rica, o povo da Bahia, políticos e artistas, numa febre que não distinguimos classe, apenas vislumbramos o êxtase.

O estado da Bahia era uma sinfônica quando os jogadores do Bahia entravam. Estavam na nossa memória, desejo de ser jogador do Bahia e poder reverenciá-los. 

Todos sabíamos nossos lugares, time e torcida, numa sincronia entre um e outro, torcedor e jogador, que ao falar do Bahia estávamos a cantar e dizer o orgulho de ser da Bahia.

Eles entendiam isso. Sabiam que representavam uma identidade que perpassava a existência mortal dos homens. 

Bahia heptacampeão baiano! Despedida também de Zezé Moreira do futebol como técnico de futebol.




Criciúma vai apostar numa forte marcação contra o Bahia

Comentários
Nesta sexta-feira o Esporte Clube Bahia terá outro desafio, agora encarando o Criciúma em um jogo onde o simples empate pode significar o quase fim do sonho do acesso, O triunfo puro e simples, não fará o Bahia um time inserido no G4. Será como sempre preciso de tropeços, digo, empates do Avaí que em casa bate de frente com o Paysandu e Londrina que no Estádio do Café enfrenta o Oeste. O adversário Criciúma vem na mesma pegada, precisa exatamente desta combinação de resultados ou seja, vencer o Bahia em plena Fonte Nova e esperar atrasos dos mesmos concorrentes.

O time de Santa de Catarina, depois de altos e baixos, neste momento através um ótimo momento com três triunfos consecutivos e vai apostar numa forte marcação para sair da Fonte Nova com os três pontos, pelo menos é que garante o volante Barreto

TVE transmite Campeonato Intermunicipal

Comentários
A maior competição de futebol amador do país - o Campeonato Intermunicipal de Futebol da Bahia-, sucesso de público nos estádios do interior, tem agora sua própria emissora de televisão oficial. A FBF e a Federação Bahiana de Futebol – FBF, assinaram contrato com o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia – IRDEB e a TVE Bahia será nos próximos três anos a emissora oficial da competição. Assim, a partir das Oitavas de Final, que começam no dia 30 de outubro, o Intermunicipal 2016 "invadirá" as telinhas dos baianos. A cada domingo, um duelo do campeonato será transmitido ao vivo a partir das 15h.

As transmissões seguirão nas edições 2017 e 2018 do campeonato que já revelou para o futebol brasileiro e mundial grandes craques que fizeram história em clubes e seleções. É o caso do baiano Liédson, que empresta seu nome ao troféu de campeão desta edição. Ele iniciou a carreira na Seleção de Valença, disputando um Intermunicipal, e deu a volta ao mundo defendendo grandes clubes e a Seleção de Portugal, após ter se naturalizado.

Heptacampeonato do Bahia completa 37 anos

Comentários
A maior conquista de um clube baiano em âmbito estadual completa 37 anos nesta quarta-feira (28). Foi no dia 28 de setembro de 1979 que o Esquadrão levantou o Campeonato Baiano pela 7ª vez consecutiva. O famoso Hepta até hoje permanece inigualável! Escreveu nesta quarta-feira o site oficial do Esporte Clube Bahia

O último dos sete títulos veio num lance fortuito. Aos 24 minutos do segundo tempo, o atacante Fito recebeu passe de Perez na intermediária e deu um chute despretensioso. A bola era perfeitamente defensável, mas o goleiro Gelson, do arquirrival, aceitou. Para delírio da multidão azul, vermelha e branca na Fonte, o gol decretou o triunfo no clássico decisivo, por 1 a 0, na Fonte Nova, e entrou para a história.

Quando de fato, o Bahia deixará de ser um time pequeno?

Comentários
O amigo e tricolor Lourival de Paulo recentemente escreveu um post, intitulado, “Bahia nunca se planejou como time GRANDE” onde dentro da sua independência afirmou que o tricolor de aço, apenas viveu grandes momentos, porém jamais se sustentou e logo voltou a sua condição de mero ASPIRANTE por falta de um planejamento eficaz que objetivasse de modo seguro e consolidado o alvo desejado.

Outro tricolor, agora o João Sérgio Mendes colabora com a opinião, no entanto, admite que a esperança existe, mais ainda não chegamos lá. Não bastasse o reforço aos argumentos do Lourival, o tricolor Daniel Cartaxo Penalva também se manifestou e além endossar o ponto de vista que foi objeto de discussão, mostra contrariedades com o comportamento do tricolor jogando  dentro e fora de casa sempre de forma acanhada, digamos: frouxa, amedrontada e questionou: Quando o Bahia deixará de ser pequeno?

Evidente que nem todos tem essa linha de pensamento, como o querido Flávio Andrade que terá seu ponto de vista publicado em breve, além do Lite, Paulinho Fernando, Drodoale, Jsantys e outros tricolores.

Veja