Vídeo: Shogun x Ovince St. Preux

Vídeo: Shogun x Ovince St. Preux
Vídeo: Shogun x Ovince St. Preux

Vídeo: Bisping x Luke Rockhold

Vídeo: Bisping x Luke Rockhold
Vídeo: Bisping x Luke Rockhold

BAHIA ROUBADO

BAHIA ROUBADO
BAHIA ROUBADO

Maracajá: O Mito do dirigente ultrapassado

Maracajá: O Mito do dirigente ultrapassado
Maracajá: O ultrapassado

Seja bem-vinda minha linda!

Seja bem-vinda minha linda!
Seja bem-vinda minha linda!

PUBLICIDADE #01



domingo, 23 de novembro de 2014

Triste, Bahia - ó quão dessemelhante



No sábado, dia 21, precisei ir à Nazaré das Farinhas para parabenizar uma grande figura da Bahia. Norival Moreira de Oliveira, o Mestre Nô, completou 50 anos de mestria na arte da Capoeira. Após o evento, em meio a famosa "papoeira" e o churrascão no Rancho Palmares chegou a triste notícia para contrastar com a festa. O Bahia tomou 2x1.

Não houve nenhuma surpresa. Afinal, era o mesmo Bahia que havia perdido pra Palmeiras, Chapecoense, com o mesmo esquema de 3 zagueiros e que despejava na grande habilidade de William Barbio, toda a esperança de uma assistência para gol. Só que o Zé Pequeno só joga 45 minutos... e, é claro, está longe demais de ser um craque de futebol. 

O Bahia de Charles é o mesmo de Marquinhos e Kleina. O mesmo time que fez muita festa para trazer um 10, quando na verdade precisava de um 9. O mesmo time cujo o 10 não demorou nem uma semana em solo nacional e vendeu o 8 que tinha, ficando sem nenhum desses 3 números. Aí não havia esperança. Havia apenas, a Torcida. 

Não vi o jogo, por isso nem posso comentar sobre ele. Porém, as coisas se repetiram tanto, que arrisco a dizer: o time entrou com três volantes, não conseguia finalizar as trocentas jogadas que organizava, aí com 10 ou 20 minutos do segundo tempo, Charles tirou um ou dois volantes e colocou Barbio e Lincoln para tentar reverter a besteira que fez.

O certo é: a série b já nos bate a porta. Como disse, não acredito em milagres, por isso já liguei pra Sky para apreçar o pacote da Segundona/2015.

Bora Baêa Minha Porra! Bora pra série b, de novo. Espero que as lições do passado sirvam para nao serem repetidas. Pois se a "b" é ruim, a "c" foi deprimente. Na minha opinião, sem querer sacanear os simpatizantes do time co-irmão, o Z4 já está definido. O time mais indisciplinado na lanterna. O mais endividado em penúltimo, o pior ataque em 18º e o lanterna da rodada final, da primeira fase, (apenas para manter a tradição). 

Uma tristeza para o futebolbahiano. A única coisa comemorada pela Nação Tricolor, foi o Campeonato Baiano de 2014. Para os rivais, apenas o rebaixamento antecipado na próxima rodada poderá deixá-los felizes. O certo, mesmo, é que voltaremos a cantar a bonita melodia: vamos Subir Esquadrão, novamente... e tome Xalaialaiá!!!


Vitória volta para a zona de rebaixamento

Como já podia ser previsto o Esporte Clube Vitória após perder no Orlando Scapelli para o Figueirense pelo placar de 2 x 0, retornou para a zona de rebaixamento justamente na reta final da competição, onde já não se permite qualquer vacilo. Depois do revés, era preciso secar o Coritiba que enfrentou o Palmeiras no complemento da 36º rodada no Couto Pereira. Não deu certo. O jogo foi finalizado neste momento, com o placar de 2 x 0 para o time paranaense, com Zé Love e Joel marcando os gols da partida, No outro jogo de interesse, o modesto e calouro Chapecoense, derrotou e praticamente rebaixou o Botafogo-RJ pelo placar de 2 x 0 na Arena Condá.

Portanto, temos Criciúma, Bahia e Botafogo na segunda divisão, já última vaga, possivelmente sairá entre Vitória (38 pontos), Palmeiras (39 pontos) Coritiba (41 pontos) e Chapecoense (42 pontos), sendo que entre eles, o Vitória e Coritiba são os  quem tem menor números de triunfos, primeiro critério de desempate, 10 triunfos cada um. Como não existem confrontos entre estes clubes, o Leão precisará vencer os dois jogos restantes e contar com tropeços alheios.

Veja os confrontos destes clubes nas duas últimas rodada

Vitória: 38 pontos - Flamengo em Manaus e Santos descompromissado no Barradão
Palmeiras: 39 pontos – Internacional no Beira-Rio e Atlético-PR na Arena Palmeiras
Coritiba 41 pontos: Atlético-MG no Estádio Independência e Bahia no Couto Pereira
Chapecoense: 42 pontos – Cruzeiro na Arena Condá e Goiás no Serra Dourada.



Coritiba 2 x 0 Palmeiras: Veja os gols da partida

O Coritiba com gols de Zé Love e Joel, deu um passo importante para tentar assegurar a presença em mais um ano no Brasileiro da Série A, ao vencer o Palmeiras pelo placar de 2 x 0, em jogo realizado no Estádio Couto Pereira pelo complemento da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Coxa soma agora 41 pontos, estaciona fora da zona de rebaixamento na décima sexta posição recolocando o Vitória no seu lugar. Já o Palmeiras, com 39 pontos, é o primeiro fora da lista dos rebaixados de momento.

Veja os gols

Figueirense 2 x 0 Vitória: Veja os melhores momentos

O Vitória perdeu para o Figueirense por 2 a 0 neste domingo (23), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e se pode se complicar na competição. Agora, o Vitória terá de torcer para que o Palmeiras derrote o Coritiba, em partida que acontece ainda neste Domingo, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Um triunfo ou um empate dos donos da casa, reconduz o Esporte Clube Vitória para a zona de rebaixamento

Veja os melhores momentos

Vitória perde para o Figueirense e torce contra o Coritiba

Durante toda a semana, o jogo entre Vitória e Figueirense foi tratado por todos, inclusive pelos jogadores do Vitória, como uma autêntica DECISÃO, diante da enorme necessidade de um triunfo dos rubro-negros na luta que vem travando , desde o início do Campeonato, para escapar do rebaixamento. Mas quando a bola rolou no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, não foi notado nos jogadores do Vitória o proclamado espírito de decisão ou nada parecido. 

Acuado e derrotado já no primeiro tempo, inofensivo, apático e raquítico na etapa complementar, este foi o Leão da decisão, e a soma disso resultou no triunfo do Figueirense, pelo placar de 2 x 0, o que gerou, como consequência, a possibilidade do retorno para zona de rebaixamento, em um momento crucial da competição, quando faltam apenas 2 rodadas para promulgação do resultado do juízo final, onde só os bons sobrevivem.

Agora, o Vitória terá de torcer para que o Palmeiras derrote o Coritiba, em partida que acontece ainda neste Domingo, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Um triunfo ou um empate dos donos da casa, reconduz o Esporte Clube Vitória para a zona de rebaixamento e a luta do Leão praticamente vai se limitar contra o Palmeiras

O novo compromisso do Esporte Clube Vitória acontece no próximo sábado, contra o Flamengo, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo inicialmente estava marcado dia 30 (Domingo) e no Rio de Janeiro, mas foi antecipado pela Confederação Brasileira de Futebol para sábado, às 18h, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Em alguns momentos, confira todos os detalhes da partida e, logo após, o vídeo com os melhores momentos e toda movimentação pós-jogo de Figueirense x Vitória, que valeu pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, edição 2014.

Figueirense 2 x 0 Vitória: Veja os gols de Pablo

O Vitória perdeu para o Figueirense por 2 a 0 neste domingo (23), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e se pode se complicar na competição. Agora, o Vitória terá de torcer para que o Palmeiras derrote o Coritiba, em partida que acontece ainda neste Domingo, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Um triunfo ou um empate dos donos da casa, reconduz o Esporte Clube Vitória para a zona de rebaixamento

Veja os gols 

Cruzeiro 2 x 1 Goiás: Veja os gols da partida

Com duas rodadas de antecedência, o Cruzeiro é tetracampeão brasileiro. O time celeste confirmou o título do campeonato de 2014 neste domingo ao vencer o Goiás por 2 a 1, no Mineirão, em um jogo que foi bastante prejudicado pelo estado alagado do gramado. Com gols de cabeça de Ricardo Goulart e Everton Ribeiro, a equipe da casa fez a festa da torcida que lotou o estádio

Veja os gols

E.C Bahia: “Amor de rapariga é que é amor”

Lembro-me muito bem daquele jogo de Corinthians e Bahia no Pacaembu lotado, na serie B de 2008, onde os donos da casa estavam invictos já haviam 12 partidas. O Bahia, em uma má fase, consegue arrancar um resultado pra lá de positivo, com um golaço de falta de Elias, que contou com a ajuda do goleirão Felipe.

Logo depois do jogo, saí de casa com um amigo, e nas ruas só se ouvia gritos de "Bahêa, Bahêa" de todos os tipos, por todos os lados. Naquele dia e no dia seguinte era fácil identificar um torcedor do Bahia, pois, ou estávamos com a camisa do tricolor ou com um sorriso imenso no rosto, porque era uma alegria que transbordava.

Foi aí que um amigo, também torcedor do melhor time do mundo, virou pra mim e falou: "torcer pro Bahia é como amar uma piriguete, temos muitos momentos de prazer e alegria, mas sabemos que teremos muita dor de cabeça. É o famoso 'amor de rapariga'."

Pois mais uma vez o Bahia vem confirmando a tese de meu amigo. Tínhamos tudo para garantir a permanência na Série A do Brasileirão do ano que vem, mas nós cavamos nosso próprio túmulo. A fé e a esperança da Nação Tricolor não foi suficiente para fazer o time acreditar que seria possível evitar o rebaixamento.

O Bahia parece que gosta de testar a nossa emoção e nossa predisposição para ataques cardíacos, pois o sofrimento apenas começou, e a Série B já é realidade após 4 anos consecutivos na primeira divisão. Agora, mais do que nunca, a torcida precisa apoiar ainda mais ano que vem para trazer o Esquadrão de volta ao lugar de onde não deveria ter saído.

De qualquer forma, sendo amor de rapariga ou não, “SABE, EU SOU BAHÊA, COM MUITO ORGULHO, COM MUITO AMOR”, e amor não se explica.

Fellipe Costa

Bahia não entrou em campo para ser roubado

Caramba leio tantos artigos, sites, blogs e diversos comentários pelo mundo afora, e não observei nenhum falando que o Bahia foi roubado descaradamente dentro de casa. Não interessa que o time não vinha bem, que o rebaixamento era quase certo etc e tal. Mas essa Violação foi insuportável.

O Bahia não entrou em campo para ser roubado, o Atletico Paranaense não precisava disso,então por que da omissão desse juiz descarado, tendencioso? Perder seria um dos três resultados possíveis independentes ou não do rebaixamento. Mas surpreende-me é a falta de repercussão a esse respeito, só porque não fez direitinho o dever de casa pode e deve ser assaltado?

Todos nós estávamos a par do cal que encontra-se o nosso time, mas nem por isso temos que baixar a cabeça e aceitar tudo o que aconteceu. Foi indecente o que esse cidadão que atende pelo nome de juiz de futebol fez. Esse cara deve ser punido, isso não pode ser aceito pela imprensa baiana,pela diretoria do clube, por nós torcedores.

É fato que essa diretoria idiotizada errou quando contratou o Gilson kleina e errou mais ainda mantendo-no cargo, vendo o Bahia perder jogos atrás de jogos. Até quando meu Deus vai continuar esse calvário que vive um dos maiores clube do futebol Brasileiro? Até quando teremos que baixar a cabeça para essa discriminação dos times nordestinos?

Como aceitar ouvir um comentarista esportivo torcer descaradamente contra um time e vibrar idiotamente pelo outro. Difícil, mas algo tem que ser feito, deve-nos respeito

Bom, da vontade de desistir do futebol, do Bahia jamais pois está cravado nas entranhas do verdadeiro torcedor tricolor. Mas tenho a nítida impressão, aliás tenho a plena certeza, que futebol carece de seriedade, carece de dirigentes honestos, carece de decência e, sobretudo, de respeito ao torcedor, repito!

Aqui não e choro de torcedor, fica aqui o choro da impotência, fica o choro da tristeza por não conseguir sequer sonhar com dias melhores, pois um horizonte azul no Bahia hoje é uma utopia, que para realizar-se só mesmo numa boa noite de sono e sonho. Estou triste, junto minhas lágrimas a tantas que rolaram hoje na Fonte Nova, quem dera fosse a velha, onde lá pelo menos jaz a ferradura enferrujada do grande Esquadrão de Aço, esquecido pela ganância de dirigente baixos, sujos, ambiciosos, doentes pela soberba.

Hoje será um dia difícil

Lite muenno, torcedor do Bahia e amigo do BLOG

UFC: Vídeo da luta - Frankie Edgar x Cub Swanson

UFC Fight Night 57 - Frankie Edgar x Cub Swanson
Austin, Texas (EUA)
Sábado, 22 de novembro de 2014

Veja o vídeo da luta

Bahia perdeu o brilho, mas continua de aço

A formalidade não permite já afirmar, pelo menos para os profissionais da imprensa tradicional, faz parte, é preciso que o juiz dê fé no atestado de óbito, para autorizar o sepultamento, é o caso do Bahia, infelizmente é o caso do tricolor que continua de aço, apenas perdeu um pouco do seu brilho, mas nada que em pouco tempo não se resolva, apesar de que, no seu último escorrego, custou sete anos para se aprumar. Agora, martelar que o Bahia pode cair neste Domingo, na hipótese de beltrano derrotar cicrano, é um ato de pura perversidade com o torcedor do Bahia, que cairá em dois atos distintos, dobrando a repercussão e aplicando merthiolate na mesma ferida.

Enquanto torcedor do Bahia, lamento muito o pé atrás, apesar de desconfiar, desde cedo, que o alvará não seria renovado, aliás, desconfiei em todos os 4 anos, sem faltar UM, no entanto, lamento em proporção maior pela queda ter acontecido na atual diretoria, que já pegou o barco fazendo água e falido em todos os aspectos, especialmente pelo presidente Fernando Roth Schmidt que, no meu entender, pecou por não se afastar do Bahia, logo após o processo de democratização ter sido consolidado e ter desempenhado com perfeição seu papel político, que se diga, deveria ser seu único papel no Bahia de hoje em dia. 

sábado, 22 de novembro de 2014

No Esporte Clube Bahia, a fé não move montanha

O Bahia precisava desesperadamente do triunfo contra o Atlético-PR para continuar respirando no campeonato. Mas, às vezes, a fé não é suficiente para mover montanhas e realizar milagres, principalmente quando não há competência e comprometimento.

Nas arquibancadas, os torcedores até tentavam incentivar o time, entoando músicas que acompanharam o Bahia no acesso de 2010. Em campo, um time nervoso, se lançando ao ataque mais na base da vontade do que da organização tática.

No primeiro tempo até gostei um pouco do que vi. O Bahia começou bem, apertava a marcação no meio de campo, dificultando a saída de bola do Furacão, e pressionava no ataque, utilizando o lateral Galhardo, improvisado de meia, como a válvula de escape para o ataque.

No segundo tempo, Charles pecou na substituição. Sacou Railan, até então sumido na partida, para entrada de Lincoln. Mas recuou Galhardo, melhor jogador do time, para lateral. Mesmo assim o Bahia voltou pressionando, mas brincava de perder gols, e via o goleiro Weverton brilhar com grandes defesas.

Mas quem não faz..? Aos 16 minutos, em jogada de escanteio, Marcelo Lomba falhou na saída e William Rocha livre de marcação desviou, A bola ainda bateu no ombro de Fahel antes de entrar. O Bahia se desesperou com o gol, e não apresentava mais controle de bola no ataque.

Aos 23, Weverton praticou outro milagre impedindo o empate tricolor. Aos 25, Bady fechou a tampa do caixão. O meia dominou a bola na saída da pequena área de Marcelo Lomba e chutou colocado para ampliar o placar.

Quando tudo parecia perdido, o Bahia finalmente conseguiu fazer o de honra. Barbio fez um cruzamento rasteiro para o gol Henrique. E o próprio Henrique teve outra chance clara para empatar o jogo, mas desperdiçou, chutando em cima do goleiro adversário.

A esperança de mais de 15 mil torcedores não bastou para empurrar o Bahia na briga contra o rebaixamento. Faltou competência e comprometimento, aos jogadores e a diretoria. Faltou qualidade técnica e individual, alguém que chamasse a responsabilidade para si. Faltou, além de tudo, honrar a grandeza do Esporte Clube Bahia.

Com o último prego batido no caixão, a via crucis tricolor tem sequência no próximo fim de semana, aonde encara o Grêmio, na Arena Fonte Nova.

Fellipe Costa

Bahia 1 x 2 Atlético-PR: Melhores Momentos da partida

Na noite deste sábado, o Bahia perdeu para o Atlético-PR por 2 a 1, jogando no estádio da Fonte Nova. Com o resultado, o tricolor ficou estacionado em 34 pontos no Campeonato Brasileiro, ocupando a 18ª posição na tabela, no entanto praticamente rebaixado para a 2ª divisão. O Bahia encerra o Campeonato Brasileiro, enfrentando o Grêmio no Domingo na Arena Fonte Nova e passa a régua, contra o Coritiba no Couto Pereira

Veja os melhores momentos 

Bahia 1 x 2 Atlético-PR: O último prego no caixão aplicado

Como em jogos anteriores, sobrou dedicação, empenho e um colossal comprometimento de boa parte dos jogadores do Bahia em busca da vitória, hoje à noite, na Arena Fonte, contra o Atlético-PR, que se obtida, manteria as reduzidas chances do clube em permanecer, ostentando a condição de time de primeira divisão.

MAS, assim como antes, se sobrou garra, posse de bola, e o incentivo da torcida, faltou qualidade técnica, organização tática e talentos individuais, e assim, faltando isto tudo e muito mais, o Bahia, mesmo com os seus torcedores na base da fé e das preces, segurando a tampa do caixão, não obteve o tão desejado triunfo, pelo contrário, saíram da Fonte Nova completamente desiludidos, após observar uma nova derrota dentro de casa, agora pelo placar de 2 x 1, que praticamente avalizou, abonou à predisposição do clube em descer os degraus escuros em direção da segunda divisão, e isto pode acontecer neste Domingo, caso aconteça um triunfo Chapecoense em cima do Botafogo, do Vitória diante ao Figueirense, e se houver vencedor no duelo entre Palmeiras e Coritiba.

No entanto, este cenário apenas atende à formalidade, já que ninguém se engana. O rebaixamento do tricolor da liga de aço está sacramentado, na espera apenas da programação da missa do sétimo dia e a definição do trajeto do cortejo fúnebre. Fael contra e Bady, marcaram para o Atlético-PR, Henrique descontou para o Bahia.

Ainda jogando na Arena Fonte Nova, o Esporte Clube Bahia terá uma semana completa para treinar e se preparar para o enfrentar o Grêmio de Porto Alegre, em jogo que acontece às 18h30 do próximo Domingo, praticamente para honrar a tabela da Confederação Brasileira de Futebol.

Em alguns momentos, confira todos os detalhes da partida e, logo após, o vídeo com os melhores momentos e toda movimentação pós-jogo de Bahia 1 x 2 Atlético-PR, que valeu pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, edição 2014.

Bahia 1 x 2 Atlético-PR: Veja os gols da partida

Como em jogos anteriores, sobrou dedicação, empenho e um colossal comprometimento de pouca parte dos jogadores do Bahia em busca da vitória , hoje à noite, na Arena Fonte, contra o Atlético-PR que, se obtida, manteria as reduzidas chances do clube em permanecer ostentando a condição de time de primeira divisão. Mas não deu. O Tricolor foi derrotado pelo placar de 2 x 1, inapelavelmente está rebaixado para a segunda divisão.

Veja os gols da partida

 

Jogo AO VIVO