Mostrando postagens com marcador ► Esporte Clube Vitória. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ► Esporte Clube Vitória. Mostrar todas as postagens

domingo, 1 de maio de 2016

Vitória bate o Bahia e coloca uma mão e meia na taça

Comentários
O Vitória deu um passo importante para conquistar o seu 28º título baiano, diria que colocou uma mão e meia na taça, faltando agora apenas terminar o trabalho na partida de volta na Arena Fonte Nova, vantagem que conseguiu ao bater o Bahia na tarde deste domingo no Barradão sem muito esforço por 2 a 0, gols de Diego Renan e Amaral, enfrentando um adversário apático, medroso, totalmente displicente, sem laterais, sem meio-campo, sem organização tática, sem atitude e jogando na base da vontade, porém, vontade apenas não ganha jogo quiçá campeonato.    

O placar não resumiu o que foi o jogo no primeiro tempo. O Bahia foi mais perigoso quando chegou, mesmo atacando de forma desorganizada e sem criatividade, exigiu bastante do bom goleiro Caíque em alguns lampejos, principalmente nos minutos finais. Mas o Vitória, bem postado taticamente, foi quem se deu melhor e contou com a eficiência e a sorte para balançar a rede duas vezes, primeiro aos 23 minutos em um pênalti fajuto, inventado pelo juizão, batido e convertido por Diego Renan, o segundo aos 42 em um chute imprevisível do volante Amaral desviando na defesa e enganando o goleiro Marcelo Lomba. 

Precisando correr atrás do prejuízo, o Bahia viu o Vitória pressionar na segunda etapa e exigir defesas sensacionais de Marcelo Lomba. Já o time comandado por Doriva continuou desorganizado em campo, numa apatia tremenda, mesmo tendo volume de jogo, sofreu com os contra-ataques rubro-negros, não levou perigo algum ao goleiro Caíque e nem com Victor Ramos tentando ajudar conseguiu fazer o gol de honra e agora terá que operar um "milagre" no confronto de volta na Arena Fonte Nova. Vencer a pressão psicológica e a fragilidade técnica para repetir o placar deste domingo e conquistar o tricampeonato baiano que não vem desde 1988. Tudo pode acontecer, é verdade, o futebol é imprevisível, o problema é que esse time do Bahia é previsível.     

Vitória x Bahia: Hegemonia, tabu e título em jogo!

Comentários
Acabou o papo furado! Depois de muita resenha e debate que se arrastou pela semana, principalmente aqui no Blog Futebol Bahiano, espaço democraticamente aberto para os torcedores da dupla BA-VI divergirem, emitirem suas opiniões e zoarem o rival (sempre com respeito ao próximo), chegou o dia muito esperado desde que se iniciou o ano de 2016, afinal de contas, para nós torcedores de Bahia e Vitória, o Campeonato Baiano tem grande importância, apesar de não servir de parâmetro para o Brasileiro (A ou B), vale TUDO para levantar a taça, rivalidade, tradição e não terminar o primeiro semestre ZERADO e FRUSTRADO.

O primeiro 'round' será neste domingo, 16 horas, no Estádio Manoel Barradas, o Barradão. De um lado, o Esporte Clube Bahia, 46 vezes campeão baiano, melhor ataque da competição, com a vantagem dos dois resultados iguais debaixo dos braços, defendendo a hegemonia do Estado e buscando o tricampeonato. Do outro, o Esporte Clube Vitória, 27 vezes campeão estadual, melhor defesa do torneio e defendendo um tabu de 2 anos (exatamente 7 jogos) sem perder pro maior rival.   

O Vitória não ganha o Estadual desde 2013 e não chega à uma final desde 2014, já que em 2015 parou no meio do caminho diante do Colo Colo. Já o Bahia não sabe o que é conquistar três baianos consecutivos desde 1988, ano eminente do bicampeonato brasileiro, e pode repetir o feito em 2016. Ingredientes de sobra para um confronto repleto de emoções e com muita coisa em jogo, HEGEMONIA, TABU e o mais importante, o TÍTULO, e ao final dos 180 minutos, apenas um lado terá o prazer de comemorar e gritar "É campeão!", o outro termina frustado, lamentando e vida que segue.    

OLHO NELES!
Assim como clássico não tem favorito, dentro de campo qualquer um pode decidir, mas tem sempre os protagonistas, jogadores em que os olhares estão sempre voltados e a esperança depositada por suas torcidas. Destaco dois jogadores para o BA-VI deste domingo. Do lado do Bahia, sem dúvidas, o centroavante Hernane, autor de 10 gols em 10 jogos (6 pelo Nordestão e 4 pelo Baiano), oportunista e sabe muito bem o caminho das redes, sempre honrando o apelido de 'Brocador'. Do lado do Vitória, o grande nome é Marinho, apesar de não ser um 9 nato, vem balançando as redes na temporada, jogando muita bola. Já são 8 tentos em 10 partidas disputadas (5 pela Copa do Brasil e 3 pelo Baiano), sendo o artilheiro do time no ano. É claro, sem esquecer de Kieza, pelo lado rubro-negro, e Thiago Ribeiro, pelo lado tricolor, outros que podem fazer a diferença e decidir o clássico. 

sábado, 30 de abril de 2016

BA-VI: Bahia defende a HEGEMONIA e o Vitória o TABU

Comentários
No próximo domingo (1º), Bahia e Vitória voltam a decidir uma edição de Campeonato Baiano depois de dois anos. Na última, em 2014, o Tricolor levou a melhor ao vencer o jogo de ida em 2 a 0 e empatar o de volta em 2 a 2.

O triunfo no primeiro confronto foi justamente o último do Esquadrão em BAVIs. Foi na tarde de um domingo, 6 de abril daquele ano(faz um tempinho), na Arena Fonte Nova. Anderson Talisca e Fahel foram os autores dos gols.

Ambos, porém, já não se encontram mais no Fazendão. Por sinal, daquele time que começou a partida como titular, o goleiro Marcelo Lomba é o único remanescente. No banco, o time também contava com o zagueiro Lucas Fonseca, hoje titular.

Desde então, o Bahia não conseguiu mais vencer seu maior rival. Foram sete BAVIs realizados, com quatro triunfos do Vitória e três empates(freguesia).

Os números dão ao Rubro-Negro o status de segunda maior invencibilidade da atualidade em clássicos no Brasil. O Leão perde apenas para o Vasco, que venceu seis e empatou três dos seus últimos nove dérbis com o Flamengo.
Na segunda colocação, o time do Barardão empata em números com o próprio Cruzmaltino, que já em relação ao Botafogo também conseguiu quatro vitórias e três empates nos últimos sete embates.

O clube vermelho e preto ainda deixa para trás rivalidades como Sport x Náutico, onde o Leão da Ilha ostenta cinco vitórias e um empate nos últimos seis clássicos; Coritiba x Atlético (PR), onde o Coxa leva a vantagem com quatro triunfos e um empate nos últimos cinco encontros; Sport x Santa Cruz, onde o Rubro-Negro pernambucano possui três vitórias e dois empates nos últimos cinco confrontos; e Palmeiras x Corinthians, onde o Verdão tem dois triunfos e dois empates nas quatro últimas partidas.

Agora, o Vitória terá a chance de aumentar a freguesia do rival na atualidade e ainda voltar a conquistar um título depois de três anos. O último foi justamente um estadual, em 2013, em cima do próprio Tricolor.

Já o Bahia tem a oportunidade de conquistar um tricampeonato baiano, fato que não acontece há 28 anos. As últimas três taças conquistadas seguidamente pelo esquadrão na competição foram nos anos de 1986, 1987 e 1988 (já faz um tempão).

Leão da Barra, torcedor do Vitória e amigo do Blog. 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Clássico BA-VI está entre os 50 maiores do mundo

Comentários
Alimentando uma rivalidade desde 1932, somando 484 partidas, com 188 triunfos do Bahia e 155 para o Vitória, e 141 empates, sendo 654 gols marcados pelo Esquadrão e 583 pelo Leão. Este é o clássico BA-VI, que se prepara para mais um capítulo de uma longa história de mais de 80 anos neste domingo, primeiro duelo da final do Campeonato Baiano.    

O BA-VI tem uma importância gigantesca, não só para a região Norte-Nordeste, mas para o futebol brasileiro, pela grandeza das torcidas, representatividade e tradição dos clubes. Não é atoa que o clássico está entre os 50 maiores do mundo, segundo a revista inglesa Four Two, sendo o único brasileiro até o momento na lista, na 42ª posição. Vale destacar que foi divulgado apenas do 31º até o 50º.

Os motivos para a rivalidade estão as religiões africanas e a macumba, revela a revista, que cita ainda a briga entre Preto, na época no rival, e Parreira, tricolor, nos anos 1990, quando Preto havia provocado Parreira causando a expulsão do rival. A briga foi para além das quatro linhas e acabou virando caso de polícia.

O jornal ainda cita um fato de 1934, em que o jogador do Bahia, Bitonha, atacou o árbitro e foi expulso e depois preso. Contudo, envergonhado de ver suas ações publicadas no jornal, o jogador teria cometido suicídio, sem esquecer do Campeonato Baiano de 1999, que não foi definido e teve o título dividido entre as equipes, que não jogaram a final, já que cada time foi para um estádio para decidir o torneio.

Veja a lista dos maiores clássicos do mundo:

terça-feira, 26 de abril de 2016

Alvo da dupla BAVI, Renato Cajá negocia com o Santos

Comentários
O futuro do meia Renato Cajá continua indefinida após ter rescindido contrato com o clube dos Emirados Árabes. A lista de interessados é imensa e, além de Bahia e Vitória, conta com Santa Cruz, Ponte Preta, Botafogo, São Paulo o até o Santos. Esse último promete entrar forte na briga para contratar o jogador, que seria o substituto para a vaga de Lucas Lima, que possivelmente deixará a Vila no meio da temporada com destino ao PSG, da França.

A imprensa paulista chegou a dar como certa a vinda do jogador para o Bahia, que teria feito uma proposta irrecusável deixando Cajá 'balançado', porém, ainda sem um desfecho, o leilão continua acirrado e leva a melhor quem der o maior lance para contar com o meia, hoje com 31 anos, e que estava na reserva do clube dos Emirados Árabes.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

100%: Vitória tem aproveitamento impecável no Barradão

Comentários
Além de ser dono da melhor defesa do Campeonato Baiano, o Esporte Clube Vitória tem aproveitamento impecável atuando no Estádio Manoel Barradas em 2016. São 5 vitórias em 5 jogos disputados, vencendo Jacuipense, Jacobina e Feirense na fase classificatória e na fase mata-mata derrotando o Flamengo de Guanambi (quartas) e a Juazeirense (semifinal) garantindo assim vaga na finalíssima do Estadual. 

No domingo, o Leão será testado mais uma vez, quando enfrenta nos seus domínios o Esporte Clube Bahia pela primeira partida da decisão do Baianão. Porém, antes disso, tem o Náutico-RR nesta quarta pela Copa do Brasil, na Arena Fomte Nova, com a vantagem de poder até perder por 1 a 0 para se classificar, após os 3 a 2 aplicado no confronto de ida. 

sábado, 23 de abril de 2016

Enquanto o Bahia "descansa", o Vitória visa o Náutico-RR

Comentários
Com o final de semana de folga após vencer o Flu de Feira por 2 a 1, o Esporte Clube Bahia só retorna ao batente na segunda, dia 25, quando inicia a preparação de olho na primeira partida da final do Campeonato Baiano que acontece dia 1º de maio, ainda sem saber se poderá contar com o zagueiro Lucas Fonseca, que se recupera de lesão na cabeça, e o atacante Hernane, com um edema no pé direito, ambos serão reavaliados pelo departamento médico. 

Em contrapartida, o Esporte Clube Vitória, após vencer a Juazeirense por 3 a 0 pela semifinal do Baianão, ganhou folga sexta e sábado, voltando aos trabalhos neste domingo (24), já que nesta quarta encara o Náutico de Roraima, na Arena Fonte Nova, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil, lembrando que na ida deu Leão por 3 a 2 e assim pode até perder por 1 a 0 que estará classificado na competição nacional.

Vitória entra na briga para contratar meia Renato Cajá

Comentários
O presidente Raimundo Viana prometeu 5 reforços de "peso" para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série A, um já chegou, o zagueiro Kanu, faltam 4, e um desses pode ser um velho conhecido da nação rubro-negra, o meia Renato Cajá, campeão baiano com o Vitória em 2013 e autor do primeiro gol da Arena Fonte Nova.

Depois de deixar a Toca do Leão, Cajá se destacou com a camisa da Ponte Preta, sendo premiado com um contrato de encher os olhos para defender o Sharjah FC, dos Emirados Árabes. Quase um ano lá fora, o jogador encheu o bolso de dinheiro, rescindiu contrato e está retornando ao Brasil, o que gerou movimentação no mercado para contar com o meia.

Além do Vitória, que já abriu negociação para contar com Cajá, Ponte Preta, Santa Cruz e Botafogo também estão na 'parada'. Nos próximos dias o meia deve anunciar sua nova (ou velha) casa, e como seu acordo de rescisão com o clube árabe foi protocolado dentro do prado da janela internacional no sistema da Fifa, o jogador, hoje com 31 anos, já pode entrar em campo. 

terça-feira, 19 de abril de 2016

Falta pouco para o Vitória anunciar o retorno de Kanu

Comentários
Apesar de ainda faltar o principal, que é a assinatura do contrato, já podemos afirmar que Kanu será jogador do Esporte Clube Vitória, faltando pequenos detalhes para o zagueiro acertar seu retorno à Toca do Leão poucos meses depois de deixar o Barradão para jogar na Bélgica. Clube e jogador já se acertaram, no entanto, a diretoria aguarda a rescisão do contrato do atleta com o Vitória de Guimarães, de Portugal, fato confirmado pelo presidente Raimundo Viana. “Está quase tudo certo com o Kanu. Falta apenas a rescisão dele com o clube português chegar. Estamos confiantes que tudo vai dar certo. Mas é preciso aguardar”, disse o mandatário. Em 2015, Kanu hoje com 31 anos atuou 16 vezes e marcou 4 gols.

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Dagoberto deve estrear pelo Vitória diante da Juazeirense

Comentários
Apresentado à torcida ao lado de Kieza e Victor Ramos em evento de "gala" no Barradão e diria que o jogador hoje com mais renome neste elenco do Vitória, além de uma bagagem que inveja sendo penta-campeão brasileiro com as camisas de Atlético-PR, Cruzeiro e São Paulo, o atacante Dagoberto finalmente deve estrear com a camisa do Esporte Clube Vitória, na próxima quinta, no jogo de volta pela semifinal do Campeonato Baiano diante da Juazeirense, às 16 horas, no Estádio do Barradão.  O atleta, que não atua desde agosto de 2015, trabalha a forma física na Toca do Leão há cerca de um mês e deve ficar à disposição do técnico Mancini para partida, mas começando no banco de reservas.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Sem clube, Zagueiro está perto de retornar ao Vitória

Comentários
O zagueiro Kanu deixou o Vitória após o acesso à Série A, seguiu rumo a Bélgica, mas já está de volta ao Brasil e, como o bom filho a casa torna, o destino será novamente a Toca do Leão. O retorno do jogador pode ser sacramentado a qualquer momento, há quem diga que faltam pouquíssimos detalhes para o atleta assinar contrato e assim poder disputar o Campeonato Brasileiro com a camisa rubro-negra, já que o prazo para inscrição no Baianão já se encerrou.

Kanu, que está sem clube desde que deixou a Bélgica chegou, inclusive, a ser especulado como possível reforço do Esporte Clube Bahia, o que não passou de mero boato sem procedentes. O atleta tem mantido a forma física em uma academia de Salvador, além de treinamentos funcionais e partidas de futevôlei, enquanto aguarda o desfecho da negociação com o Leão. 

sábado, 9 de abril de 2016

O caso Victor Ramos e o sensacionalismo

Comentários
"Ela revirou minha cabeça, deixou tudo fora do lugar. Deu um nó de quase me enlouqueça, impossível foi me controlar”, já diria meu querido Jauperi em uma de suas belas cantigas de amor. Ah, o futebol! Ainda não consegui achar um esporte que mexesse com tantas emoções como este. Emoções de torcedores, emoções de admiradores, emoções de jornalistas, emoções de quem nem devia torcer. Ou não torce e imaginamos ao contrário?

É impossível escrever uma notícia ou matéria sem pensar no caso Victor Ramos. Temos o nosso direito de achar isso e aquilo. Temos o direito de correr atrás da informação. Temos o direito de entender sem desmerecer ou subtender algo apenas por achismos.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Presidente do TJD-BA diz que agiu com imparcialidade

Comentários
Como antecipado pelo Blog Futebol Bahiano, o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), Pedro Paulo Casalli, que deu parecer favorável à realização das partidas entre Vitória e Juazeirense, pelas semifinais do Campeonato Baiano, além de torcedor é sócio do Esporte Clube Vitória, como consta na lista atualizada de associados do clube. Será mesmo que o Excelentíssimo Senhor Presidente vestia por baixo do paletó alinhado uma camisa rubro-negra na hora de dar o parecer sobre o caso ou agiu com imparcialidade? Eis a questão.  

Segundo o presidente, o fato de ser torcedor declarado e sócio não influenciou na decisão favorável ao clube do coração. É lícito salientar que o Código Brasileiro de Justiça Desportiva não proíbe a associação. O 5º parágrafo do inciso III do artigo 18 diz que "o impedimento a que se refere este artigo não se aplica na hipótese de o auditor ser associado ou conselheiro de entidade de prática desportiva". Confira abaixo a defesa de Casalli.   

Vitória pronto para o jogo contra a Juazeirense

Comentários
Com um treinamento de finalizações, o Vitória praticamente concluiu a preparação para a primeira partida contra a Juazeirense, neste domingo, pelas semifinais do Campeonato Baiano, no Estádio Adauto Morais, em Juazeiro, às 16 horas. O Vitória joga por dois empates e um triunfo e uma derrota pelo mesmo placar para garantir o direito de decidir o título com o Bahia ou Fluminense de Feira.

Vagner Mancini não fez segredo sobre a escalação e adiantou o retorno de Fernando Miguel ao gol após quatro jogos afastado por contusão, do volante Willian Farias, que não atuou na segunda partida das quartas contra o Flamengo de Guanambi, e do atacante Vander, que atuou poucos minutos diante do Flamengo, no Barradão. 

Com o time definido e preparado, o Vitória finaliza as atividades na manhã deste sábado, e segue às 16 horas para Petrolina, onde fica hospedado para o jogo em Juazeiro.

Mancini convocou 19 jogadores para a partida e o goleiro Caique, titular nos três últimos jogos, está de fora porque se apresentará à Seleção Brasileira Sub-20, neste domingo, juntamente com o atacante Nickson.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Caso Victor Ramos: Balanço geral e conclusões

Comentários
Por tudo que foi escrito e falado na imprensa antes e imediatamente após estourar a irregularidade, a conclusão que chego é a seguinte:

1) O Vitória estava esperando uma permissão especial da FIFA para contratar Vitor Ramos, pois a janela de transferência internacional já tinha se fechado. Isso foi dito pelo próprio time e mais de uma vez na imprensa escrita e falada. Algum torcedor do Vitória nega esse item 1?

2) O tempo era curto para esperar os trâmites normais que seriam: esperar uma autorização formal da FIFA, retorno do jogador ao time do México via TMS (não precisaria o documento voltar, pois seria preciosismo e muita burocracia), transferência ao Vitória via TMS e registro na CBF. Não daria tempo de inscrever para o Campeonato Baiano nem mesmo até o dia 18/03. Algum torcedor do Vitória nega esse item 2?

3) Estoura o caso TufãoGate. Primeira manifestação da FBF é jogar a bola para a CBF. Numa nítida intenção de lavar as mãos. Primeira manifestação do vice foi dizer que existia autorização oficial da FIFA. Algum torcedor do Vitória nega esse item 3? 

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Caso Victor Ramos: Decisão será reexaminada pelo TJD-BA

Comentários
Como já era esperado e sendo de direito, o Flamengo de Guanambi entrou com um recurso nesta quarta para que a decisão do caso "Victor Ramos" seja examinada novamente. Na primeira tentativa, o subprocurador Hélio Menezes Júnior, do TJD-BA, resolveu arquivar a denúncia, porém, com o pedido de reexame, a acusação de que o zagueiro atuou de forma irregular será analisado agora pelo procurador geral Ruy João Ribeiro, que terá até dois dias para dá o parecer se mantém arquivado ou encaminha para julgamento das comissões do Tribunal Baiano. Caso seja novamente arquivado, o time de Guanambi pode recorrer à última instância o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), onde deve depositar seu último fio de esperança.

Jornalista da TV Bahia provoca presidente do Bahia

Comentários
O caso "Victor Ramos" está longe de um desfecho e quanto mais mexe, mais fede. Há cada dia é uma nova polêmica envolvendo algum 'representante' dos lados interessados no caso. O diretor do Flamengo-BA reclama, o presidente do Bahia provoca, o do Vitória retruca, o vice de futebol do tricolor rebate, e no meio disso tudo os torcedores 'jurídicos' dividindo opiniões e cada um defendendo seu lado.   

Outro que resolveu entrar no bolo doido foi o jornalista da TV Bahia e conselheiro ativo do Esporte Clube Vitória, José Raimundo Oliveira, que criticou a decisão do Bahia em buscar a paralisação do Campeonato Baiano e provocou o presidente Marcelo Sant'Ana, dizendo que a resposta rubro-negra será dada dentro de campo. Vale lembrar que em 2015, o mesmo havia saído em defesa do Leão contra as manchetes utilizadas no jornal A Tarde.

VEJA:

domingo, 3 de abril de 2016

FBF: A capitania hereditária da imoralidade!

Comentários
A FBF, capitania hereditária comandada pelo ad eternum presidente senhor Ednaldo Rodrigues, já se posicionou pela imoralidade!!

Esse senhor, que não sabia se a transferência do atleta do Vitória era nacional ou internacional, emitiu um ofício à CBF no dia 16/03/16, ou seja no último dia do prazo de inscrição, com o intuito de dirimir essa dúvida. Essa foi a finalidade do ofício da FBF!!!!! A CBF, através do senhor Reynaldo Buzzoni só se manifestou oficialmente (de maneira muito suspeita e depois da cagada toda) no dia 28/03/16 através do ofício 375/16 da CBF.

Isso significa que entre os dias 16/03/16 e 26/03/16 (dia da estréia do atleta) foram 10 dias sem uma resposta da CBF sobre a natureza da transação! E pasmem, o ad eternum senhor supremo presidente Ednaldo Rodrigues PAGOU PRA VER e INSCREVEU o atleta no campeonato MESMO SEM UMA RESPOSTA OFICIAL CBF!!!!!! Ele bateu no peito e disse: "Mesmo sem a resposta da CBF sobre a natureza da transação que eu mesmo tenho dúvida eu agarantho, teje inscrito rapaz!! Com certeza, foi uma transação nacional"

Você acredita realmente que ele vai dar atestado de incompetência dizendo: "Desculpem, nós cometemos um erro!!! Eu deveria ter esperado uma resposta da CBF (que demorou muito) antes de inscrever o atleta." Duvido muito.

sábado, 2 de abril de 2016

"Victor Ramos não saiu do Palmeiras para o Vitória"

Comentários
O caso "Victor Ramos" segue dando o que falar no meio esportivo. Agora foi a vez do Palmeiras vir à público se pronunciar sobre a suposta transferência, ainda um mistério que ninguém consegue desvendar. A ESPN jogou "lenha na fogueira", após reportagem expondo a situação e documentos das federações, e depois procurou o clube paulista para tentar explicar o inexplicável, e logo desconheceu o documento emitido pela CBF alegando que o zagueiro teria saído do Palestra diretamente para o Vitória e ainda se mostrou surpreendido com o fato do jogador estar registrado na FIFA como atleta do clube. 

Até o exato momento, FBF, CBF e FIFA não se pronunciaram sobre o assunto e mais detalhes somente na segunda-feira quando o TJD-BA irá anunciar se arquiva ou leva a julgamento a denúncia feita pelo Flamengo de Guanambi. Caso seja arquivado, o time do interior pode recorrer e pedir para ser examinado novamente, com o caso podendo ser levado ao STJD. Vale lembrar que para a FIFA, a transferência é considerada nula, já que Victor Ramos está inscrito como jogador do Palmeiras.    

terça-feira, 29 de março de 2016

Raimundo Viana nega ter pedido permissão à FIFA

Comentários
Mais um capítulo da "novela" Victor Ramos, que segue à todo vapor e vai ganhando novos contornos. O presidente do Vitória, Raimundo Viana, negou a existência de uma autorização da FIFA para que a contratação do defensor fosse feita. Muito se falou que o clube teria conseguido um documento da entidade máxima confirmando a transferência como NACIONAL, isso segundo os dirigentes rubro-negros antes da regularização do atleta. Porém, o mandatário do Leão tratou de desmentir e explicou que até pensou em pedir permissão a FIFA, mas antes disso a CBF garantiu que a negociação se configuraria como uma transação interna, visto que o Monterrey não solicitou o retorno do jogador e o ITC permaneceu no Brasil.  

VEJA O QUE DISSE VIANA: