quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Base do Bahia sem desenvolvimento: A culpa é sua torcedor

Comentários
Quando um time não consegue utilizar sua base, tem que procurar fora e servir de trampolim. A direção do Bahia tem um sério problema nas mãos. Investe na base e não consegue colocar na cabeça da torcida que eles têm que dar um apoio a cada jogador. São raros os jogadores que chegam ao profissional pronto. Talvez UM entre 100 jogadores revelados que consegue esse objetivo no 1º ano de profissional. Nem mesmo os afamados como Ganso, Neymar, Philippe Coutinho, Willians entre tantos outros se destacaram de cara, na tampa da lata como sugere e espera o torcedor do Bahia. Muitos dos citados jogaram mal, tiveram oscilação, entraram e saíram do time, porém com um bom trabalho da comissão técnica e grande apoio da torcida se desenvolveram e hoje brilham pelo mundo afora.

Aqui no Bahia é algo difícil de acontecer, em 3 jogos como profissional e entrando no decorrer do 2º tempo os garotos já são taxados de ruins, grossos, até pangarés. Vivemos ainda com velho resquício daquela coisa antiga e roceira que tudo que presta precisa ser “importada” Muitos prestam em outros locais, exceto aqui, quase todos eles sofrem pela desconfiança que se revela de forma cruel, e o pior, de modo antecipado numa falta de apoio que é desestimulante e em alguns casos remove o entusiasmo de atletas que apenas estão dando os seus primeiros passos.


Sei eu, sabe você, sabemos todos nós que a confiança é fundamental para desenvolvimento de qualquer atleta ou em qualquer profissão, é necessário um apoio de todos em volta para o seu crescimento. É preciso ter a paciência que tivemos com Thiago Ribeiro por quase 22 jogos recebendo uma fortuna. O Bahia tem uma boa base, forma bons juniores, porém a torcida não deixa os garotos serem profissionais, terem regularidade e lhe nega o carinho necessário, e, sobretudo fundamental nestes primeiros momento.

Veja que isso acontece com 95% dos jogadores revelados no tricolor: Daniel Alves, Anderson Talisca, Cícero, Madson, Ananias (Que Deus o tenha), Maranhão, entre outros. São jogadores que foram revelados pelo clube, atuam em grandes equipes, tem bom valor de mercado e pouco foram aproveitados no Bahia. E nunca foram unanimidades quando jogaram aqui, sempre foram questionados. Gustavo Blanco, Rômulo, Zé Roberto, Jean, Robson, Hayner, etc, todos são bons jogadores, ainda estão em desenvolvimento, tem menos de 23 anos e nenhum teve apoio da torcida, perdoem, mas é preciso que se repita.

Feijão, Gabriel, Pará e Bruno Paulista são as raras exceções que tiveram apoio e o carinho do torcedor. Vejam que Bruno mesmo sendo talentoso não atua com regularidade, é reserva em Portugal do time B, Gabriel nunca se firmou no Flamengo, Pará não para em time nenhum, virou um andarilho e Feijão que me recuso a comentar. O histórico atual mostra que a torcida está errada, quem tem jogado bem são os renegados. E aí pergunto a todos vocês, o erro é da diretoria ou a torcida do Bahia nesses 85 anos de história que ainda não entendeu a real importância da base? É claro, a culpa é da torcida pela impaciência e total intolerância com o que é nosso.

Como o Bahia vai continuar gastando dinheiro em jogadores se não consegue utilizá-los? A torcida tem que apoiar os garotos que vem se destacando à cada dia! Veja que se qualquer um aqui fazer uma pesquisa em 20 clubes destaques no Brasil todos tem jogadores com passagens no Bahia.

Não somos campeões de qualquer competição nacional à quase 3 décadas, estamos longe da principal competição continental há muitos anos, há 13 anos de pontos corridos nunca terminamos entre os 12 primeiros, na Copa do Brasil não passamos das quartas de final e mesmo assim a torcida fanática acha que o time tem o mesmo valor de mercado dos times do sul e sudeste, que temos o mesmo poder financeiro deles e que temos que contratar grandes jogadores mesmo sabendo das nossas limitações que são históricas

Não temos como competir ainda, se a torcida não cair na real, será todo ano a mesma coisa! Temos que acordar para a realidade, ou vamos produzir jogadores, ganhar credibilidade e crescer a marca para quem sabe um dia ter poder pra buscar bons jogadores no mercado ou passaremos a vida inteira com as sobras e na sombra imaginando isto e aquilo que nós de fato não somos ou seremos pela mentalidade atrasada que temos.

Henrique Ferreira – Torcedor do Bahia e administrador do BLOG

Nenhum comentário :

Postar um comentário