segunda-feira, 31 de maio de 2010

Reflexões e indagações sobre o futuro do Bahia

Comentários
Perguntar com esperança para que as coisas melhorem é do tricolor. O tricolor Fredson, com pertinência, formulou um conjunto de perguntas e constatações sobre o começo de campeonato do Bahia na série "B", empolgado com o nosso primeiro lugar na tabela. Fredson não deixou escapar nada da sua memória numa série de promessas do atual Presidente, como: o programa "Bora Baêa", o filme, a prestação de contas e o mascote. Confira a boa memória de Fredson e sua preocupação salutar para que a embriaguez do momento do tricolor não sufoque a necessária mudança paradigmática no modo de gerir o Bahia. Confira!

REFLEXÃO:

Temos todos os motivos para acreditar que o Bahia fará uma ótima campanha na Série B sendo, inclusive, candidato ao Título. Vejam:

1. Desde 1996 que o Bahia não inicia tão bem um campeonato Brasileiro.

2. Há algum tempo o Bahia não ganhava fora quando o jogo era transmitido pela TV Bahia (Thiago e J. Alan). Esse ano a urucubaca foi embora.

3. Dos 15 pontos disputados, conquistamos 13, um ótimo aproveitamento.

4. O melhor: Todo esse ótimo inicio foi com o mesmo time do Campeonato Baiano! Apenas Moraes entrou no jogo da Ponte por meio tempo. Podemos dizer que conquistamos 13 pontos apesar de Abedi, Apodi e Itacaré!!!!

5. Ainda faltam estrear os novos reforços (Aleilson, Cacá, Jael , o próprio Moraes...)

6. O time tem demonstrado foco, união e raça! O grupo está fechado com o técnico (basta ver que todos correm pra Renato pra comemorar os gols).

7. A torcida está empolgada e vibrante e como o hino proclama: Ninguém nos vence em VIBRAÇÃO!!!

INDAGAÇÕES:

1. Cadê o “Bora Bahêa”?
2. Cadê a Assembléia de Sócios para a mudança do Estatuto?
3. Cadê o MASCOTE?
4. Cadê o Filme “Bahia Minha Vida”?
5. Cadê a peça de Teatro?
6. Cadê a prestação de contas que MGF prometeu ser trimestral?
7. Cadê o conselho consultivo?
8. Cadê o uniforme 2010??

OBS: Se alguém puder encaminhar essas perguntas diretamente para o email de Jayme Brandão ou para os responsáveis do Marketing, eu agradeço!!!

OBS 2: No próximo jogo em Pituaço vamos cantar: Ô Ô Ô, Milton Neves é tricolor!!!!
Fredson Paulo Diogo

Qual o hino mais bonito de um clube de futebol do Brasil?

Está sendo consultado o torcedor do Brasil sobre o hino de clube mais bonito. O torcedor do Bahia precisa se manifestar, pois temos sem dúvidas um dos mais lindos hino de clubes de futebol do mundo. Dê o seu vote e confirme sua opção pelo hino do Bahia aqui!

Bahia voltará a utilizar mascote nos jogos em Pituaçu

O Super homem está de volta. Após anos no esquecimento, o mascote do Bahia será utilizado novamente nos jogos do tricolor no Estádio de Pituaçu.

A nova fantasia do Super Homem Tricolor já está sendo desenvolvida pela mesma empresa que desenvolveu as roupas dos mascotes do Santos, Botafogo, entre outros.

A reestreia do mascote tricolor será após o recesso da Copa do Mundo, em partida ainda a confirmar. A expectativa é de que o Super Homem entre em campo com os jogadores no primeiro jogo disputado em Pituaçu, contra o São Caetano, no dia 16 de julho.

Wallace critica torcida do Vitória

Comentários
A matéria é do jornalista Maurício Naiberg, o site é o Bahia Noticias, as queixas são do zagueiro Wallace e os elogios são para a torcida do Bahia. Impressionante a força da torcida tricolor, que é capaz de arrancar méritos e elogios, até mesmo de ferrenhos adversários. Confira.

Um dos principais líderes do elenco do Vitória, o zagueiro Wallace concedeu entrevista coletiva neste início de tarde na Toca do Leão. O jogador falou sobre o cansaço da equipe nos últimos meses e revelou que está ansioso para a folga da Copa do Mundo. "Poucas equipes jogaram tanto quanto a gente. Há um cansaco psicológico muito grande nesses últimos meses. O corpo já não responde como a gente quer.

Agora é esperar o fim do jogo de sábado para ter a folga e voltar com tudo em julho", disse. O atleta ainda aproveitou para cutucar a torcida rubro-negro, que não tem comparecido ao longo da temporada. "A torcida do Vitória não comparece, infelizmente. Acho que no nordestão não vai ser diferente. O Bahia está caindo das pernas há dez anos e a torcida sempre comparece. com a gente é diferente. não sei o que a torcida quer da gente. Quero até parabenizar a torcida do bahia por isso", afirmou.

Bahia é líder com mérito e prepara a virada

Comentários
Analisando a rodada, o Bahia está muito perto de consolidar sua posição no campeonato e caminhar sempre entre os quatro classificados. Essa semana é importante, pois enfrenta dois adversários mais fracos, embora o Icasa em casa seja sempre perigoso.

Mas se ganhar as duas, deve colocar uns 5 a 6 pontos do quinto. Quando chegar a 9 pontos, aí se consolida, ganhando pontos fora e fazendo valer seu mando de campo.Ainda tem que ajustar a defesa, que ontem voltou a dar sustos, principalmente por que joga com dois alas e que precisam de uma melhor cobertura, pois as vezes atacam juntos e aí com dois volantes é impossível uma cobertura eficiente.

Grahl foi à decepção do ataque, com uma atuação abaixo da média. Mas tem crédito e agora ganhando mais tem que jogar melhor. Pelo menos como obrigação. Vander uma realidade já vista desde o ano passado, mas que passou despercebido pelos treinadores da época.

Renato tão criticado por mim, tem ganho pontos, principalmente pela liderança perante o grupo, uma das principais características para um treinador ter sucesso. Ávine um azougue pela esquerda, recuperando com sobra seu prestígio com a torcida.Aquela saída o ano passado lhe fez muito bem.

A entrada de Jael desde que não esteja gordinho, pois tem problemas de peso, vai dar densidade ao ataque. Só espero que Renato o fixe na área, pois ele gosta de virar armador e o Bahia já tem muita gente fazendo essa função.Rogerinho jogando de segundo atacante é muito melhor.Vitória incontestável para um bom time que passa por uma crise, mas que deve reagir com Cerezo, especialista em motivar atletas e excelente treinador.

Agora se espera da Diretoria o lançamento do Programa de Sócios. Não há melhor momento.

No campo patrimonial o Bahia já tem selecionado o terreno em Dias D’Avila, aonde construirá seu novo Parque Esportivo, com recursos da desapropriação da Sede de Praia. A parceria é com a OAS e também envolverá o Fazendão.São dez campos.

A liderança do processo da Sede de Praia, ao lado do Presidente, é do tricolor e representante do Oportunity, Francisco Bastos. Discreto não gota de aparecer, ao contrário de outros que adoram aparecer mesmo sem ter nenhum mérito.No bojo da negociação o Bahia vai quitar a dívida com o Oportunity.Nesses próximos quatro anos o Bahia deve dar uma grande virada, desde que concretize seu acesso a Série A.

Falarei com detalhes mais adiante, pois partiu de mim a iniciativa de aproximar o Bahia de Francisco Bastos. Marcelinho precisa ganhar em campo para promover as transformações que o Bahia precisa na sua estrutura. Como político é mais cuidadoso e menos transformador, pois sabe que a cultura do clube é extremamente conservadora.Mas está no caminho certo e precisa do apoio da torcida. Ganhando em campo, parece que não vai faltar. Só sinto falta não liderar o futebol e suas questões mercadológicas aqui na região Nordeste. A Federação tem que trabalhar em função dos clubes e monitorada pelos seus principais filiados. O que não vem acontecendo.

Por Paulo Carneiro

Vitória dá R$1 milhão pelo título da Copa BR

Comentários
R$1 milhão, depois de rateado entre os jogadores, perfaz algo em torno de R$ 80 mil para cada jogador, é pouco diante da importância de um titulo como a Copa do Brasil. A Tribuna da Bahia desta segunda-feira informa, também, sobre o fracasso compreensível que tem sido a venda antecipada dos ingressos para a decisão.

Com a comercialização dos bilhetes para um jogo que só acontece em quatro de Agosto, é possível desconfiar, digo, apenas desconfiar, que exista certo receio, que a Copa do Brasil possa ser decidida no primeiro jogo em São Paulo e, por via das dúvidas, antecipam-se as vendas e se garante a receita, independente do que vier a acontecer no primeiro jogo, na Vila Belmiro. Não deixa de ser uma manobra legitima e prudente. Confira quanto o Vitória pode arrecadar e distribuir em prêmios aos seus jogadores com jogos finais da Copa do Brasil.


A venda dos 35 mil ingressos de arquibancada, ao preço único de R$ 40,00, mais os ingressos de cadeiras numeradas e dos sócios do VitóriaMania, vai garantir uma arrecadação superior a R$ 1,4 milhão no jogo final da Copa do Brasil, entre Vitória x Santos, dia 4 de agosto, no Estádio Manoel Barradas, na Toca do Leão. Desta cota, deduzidas as despesas, o clube baiano vai destinar R$ 1 milhão para pagar, de imediato, aos jogadores, o prêmio pela conquista do primeiro título nacional na história do clube.

Como existem vários movimentos entre grupos organizados, e torcedores de alto poder financeiro, e o próprio prêmio especial da CBF, de R$ 2 milhões, mais gratificação pelo título da Copa do Brasil, pode garantir mais de R$ 80 mil para cada um dos principais jogadores do Vitória, os titulares, àqueles que disputaram o maior número de jogos em toda a campanha nas cinco fases classificatórias da competição.

O entusiasmo ainda não é total, porque a venda antecipada de ingressos para o jogo do dia 4, no Barradão, está muito abaixo da previsão da direção do Vitória. Faltando mais de dois meses para a realização da final em Salvador, pouco mais de mil ingressos foram comprados pela torcida do Vitória, embora seja parte da cultura, do hábito baiano, comprar ingresso às vésperas do evento.

Os ingressos estão disponíveis em todos os pontos de venda tradicionais a R$ 40,00 a arquibancada, até o dia 30 de junho. A partir de 1º de julho, o valor do ingresso pode sofrer aumento. A venda inicial é exclusiva para os torcedores do Vitória. Os ingressos para a torcida do Santos que vai vir a Salvador só serão disponibilizados a partir do dia 15 de julho, sendo que esses ingressos serão personalizados, diferenciados, e o torcedor só poderá ter acesso ao Barradão pelo portão especial, disponibilizado para o torcedor visitante.

Confira os pontos de venda: Loja do Leão nos Shoppings da Capemi, ao lado do Iguatemi, e Center Lapa; Loja Estação Rubro-Negra no Shopping Paralela; Lojas Bahia Mulher Brotas, em frente ao Bradesco/Bompreço, e Bilheterias do Barradão.

domingo, 30 de maio de 2010

Juazeiro e Serrano na 1º divisão do baiano

Comentários
Quem no inicio esperou Galicia e Ypiranga, ou até mesmo a Catuense, como integrante do Campeonato Baiano da primeira divisão em 2011, terá que se contentar com Juazeiro e Serrano. Como curiosidade, o Juazeiro, foi o adversário do Bahia no último titulo conquistado pelo tricolor em 2001. Confira detalhes em matéria do Portal do Futebol Baiano.

Atuando no Estádio Lomanto Júnior, o Serrano empatou por 1 a 1 com a Catuense. Como havia vencido a primeira partida por 2 a 1, em Alagoinhas, o time do sudoeste do estado voltou à primeira divisão após sete anos longe da elite. O gol do Serrano foi marcado pelo experiente Pena, enquanto Cléverton marcou para a Catuense.

Já o Juazeiro conquistou a classificação de forma dramática no Estádio Armando Oliveira, em Camaçari. Os visitantes foram derrotados para o Sport Camaçariense por 3 a 2, mas garantiram a vaga por terem vencido o jogo de ida por 3 a 1, em Juazeiro. O Juá volta à primeira divisão após ter sido rebaixado em 2008.

Serrano e Juazeiro começam a decidir o título da Segunda Divisão do Campeonato Baiano na próxima quinta-feira, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. A partida de volta acontece no domingo, no Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista. Por ter melhor campanha, o Serrano tem a vantagem dos dois resultados iguais.

Leão na Toca X Leão fora da Toca!

Comentários
Já não é de hoje que atestamos o envolvimento e a união demonstrados pelo grupo do Vitória na atual temporada. Mas, infelizmente, também já ficou visível um dos principais problemas do rubro-negro em 2010 - que se não for corrigido poderá nos trazer sérios prejuízos: a postura do Vitória fora de casa.

Dificilmente o Leão é batido no Barradão. É impressionante a capacidade do Vitória em se superar no seu santuário. E não importa o contexto, se é contra um rival mais qualificado, se houve alguma expulsão do lado rubro-negro no decorrer da partida, enfim, todas essas questões parecem perder força. Em outras palavras, no Manoel Barradas o time incorpora a atitude e o espírito necessários para se chegar ao topo.

Por outro lado, basta colocar o pé fora da Toca que a coisa muda. Não vou ser tão cruel a ponto de dizer que a postura é covarde, pois, isso seria desmerecer todo o trabalho e desejo de triunfos que a “família Silva” (apesar de suas limitações) vem demonstrando. Mas, o fato é que o rubro-negro fora de seus domínios não lembra um terço do Vitória em casa. A equipe geralmente pratica um futebol modesto, tímido, acanhado e sem pegada. E isso foi a tônica de todo o semestre, pois sofremos em confrontos com oponentes tanto de mais expressão como os mais frágeis.

Camisas 6 e 10

Pegando carona no tema “problema”, vale lembrar que o Leão precisa urgentemente resolver as carências da lateral esquerda e camisa 10. No primeiro caso, Egídio precisa de uma sombra, pois Maurim não aprovou, e quanto à necessidade de um homem de criação, basta assistir algum jogo do Vitória e comprovar que não temos aquele meia que desequilibra, que assume a responsabilidade, que passa aquela sensação do “toca aqui que eu resolvo!”. Não podemos ficar na dependência de Ramon, haja vista o mesmo não ter mais a capacidade física de outros tempos. E cá pra nós... meu xará, Renato Ribeiro, também não é a solução.

Tirando o “fator Barradão”, que vai muito bem, obrigado, precisamos contratar peças qualificadas para o restante do Campeonato Brasileiro e, acima de tudo, mudar nossa proposta de jogo fora de casa, afinal, após a Copa do Mundo teremos pela frente a maior chance de conquistar um título nacional da nossa história (porém, se jogarmos dessa maneira contra o Santos, em São Paulo, teremos, com toda a certeza, um Barradão desmotivado no jogo de volta). Talvez, essa pausa tenha sido a colher de chá para que a ficha de Ricardo Silva caia.

Saudações Rubro-Negras!

Renato dos Anjos Ribeiro Rubro-negro e fisioterapeuta.

E-mail: tinhojhow@yahoo.com.br/ Barradão Online

sábado, 29 de maio de 2010

Vitória marca seu 1º ponto fora de casa

Comentários
Neste Sábado, Avaí e Vitória se enfrentaram no Estádio da Ressacada, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com muitos erros de passe, o jogo foi fraco e terminou sem gols. Após esse empate, os catarinenses assumem, temporariamente, a vice-liderança do campeonato, enquanto que os baianos permanecem na 14ª colocação.

Vindo de derrota para o Grêmio e jogando em casa, o Avaí partiu pra cima e logo aos 5min exigiu defesa do goleiro Vinicius, após chute de Marcos. A partida estava equilibrada, mais pelos erros que pelos acertos das equipes, e as melhores ações vinham dos pés do atacante Roberto.

Aos 29min o atacante do Avaí invadiu a área, se livrou da marcação e bateu a bola na trave, na melhor chance do primeiro tempo. Dois minutos depois a equipe catarinense tentou novamente, com uma cabeçada de Émerson, porém Reniê salvou o Vitória em cima da linha e garantiu o empate nos 45min iniciais.

O segundo tempo seguiu no mesmo ritmo e aos 6min, após chute de Patrick, o goleiro baiano fez boa defesa. Foi uma das poucas jogadas de perigo na partida, que seguiu com muitos erros de ambas as equipes até o apito final do juiz. Na próxima rodada o Avaí viaja até Fortaleza, onde encara o Ceará, enquanto que o Vitória vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense, no Maracanã. Com informações do Terra/Adaptadas.

Jogos de Sábado
Avaí-SC 0 x 0 Vitória-BA
Flamengo-RJ 1 x 1 Grêmio-RS
Palmeiras-SP 0 x 0 Grêmio Prudente-SP

Classificação

Bahia 2 x 0 Sport - Nota dos jogadores do Bahia

Comentários
O Bahia se isolou na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, no estádio Pituaçu, a equipe comandada por Renato Gaúcho derrotou o Sport por 2 a 0 e manteve a invencibilidade na competição e tomou de volta à liderança da competição.

Agora com quatro vitórias e apenas um empate na Série B, o Bahia passou a somar 13 pontos ganhos. Já o Sport faz má campanha: só tem um ponto até então, pois empatou com o Guaratinguetá na segunda rodada. O Bahia volta a campo na próxima terça-feira, dia 1º de junho quando enfrenta o Icasa que ocupa a 11º colocação. Destaque da partida foi o goleiro Omar que fez três defesas dificílimas no segundo tempo. Veja avaliação dos jogadores do Bahia no jogo contra o Sport.

Omar: Fez três defesas dificílimas no segundo tempo, mas ainda precisa melhorar a reposição da bola com os pés. 8,0

Apodí: Foi bem na defesa e regular no apoio. Continua sem cruzar com precisão. Sofreu um penati que o juiz não marcou. 6,5

Nen: Jogou com seriedade de sempre, mas deixou o atacante do Sport cabecear uma bola livre no segundo tempo. 6,5

Alisson: Fez uma boa partida, se antecipando bem as jogadas e ganhado quase todas por baixo. 7,5

Ávine: O nome do jogo. Defendeu bem e foi fundamental nos contra-ataques. Fez um lindo gol. 8,5

Bruno Silva: Foi bem no primeiro tempo, mas na segunda etapa começou a querer sair com a bola demasiadamente, perdendo algumas boas chances de contra-ataques. 6,0

Marcone: Jogou com muita seriedade e ainda arriscou o ataque. 7,0

Ananias: Saiu muito cedo devido a uma pancada no rosto. Sem nota

Abedi: entrou no lugar de Ananias e não produziu muita coisa, a não ser um chute de fora da área que Magrão defendeu. 5,0

Leandro: Entrou muito bem no lugar de Abedi e não tomou cartão, o que é raridade. 7,0

Vander: Jogador muito promissor. Carrega a bola com segurança, sabe prender bem a bola quando é preciso e quase não erra passes. Foi bem também quando precisou defender. 8,5

Rogerinho: No primeiro tempo, mesmo errando alguns passes, foi uma das melhores opções de criação e até fez um gol. Na segunda etapa caiu muito de produção. 6,5.

Rodrigo Grahl: Teve uma atuação discreta. 6,0

Itacaré: Entrou com muita disposição, mas falta categoria. 6,0

Renato: Colocou o time que a torcida queria, mas errou ao substituir Ananias por Abedi, porque fez o Bahia perder ímpeto ofensivo, passando a jogar com 3 volantes no meio.

Sport: Entrou com uma formação muito defensiva, com 3 volantes e apenas um atacante isolado e por isso, teve dificuldade em fazer a bola chegar em Joilson. Chamou atenção o meia Kássio, que carrega muito bem a bola.

Podia até ser mais: Bahia 2 x 0 Sport

Comentários
Foi um jogo lindo, um sonho! O Bahia parecia carregado pela sua torcida, enquanto o Sport estava com o pé frouxo na chuteira. Implacáveis pela direita e esquerda, Ávine e Apodi enfernizavam a defesa adversária.

Na defesa Alison e o nosso xerife Nem conseguiam conter os avanços do meio de campo do Sport. Marcone e Bruno fechavam bem a entrada da área e ainda arriscavam bons momentos de domínio e segurança com a bola.

O rubro-negro pernambucano não era galinha morta. Entrou com uma formãção consistente no meio que conseguia anular as boas jogadas de meio do Bahia. Inteligentemente o Bahia então passou a usar a velocidade dos seus laterais, que cruzavam e avançavam com categoria.

Destaques para nossos laterais, principalmente Ávine, que fez um golaço no segundo-tempo, o segundo do Bahia no jogo. O primeiro gol do Bahia saiu de uma disputa de bola na área a partir de um cruzamento de Apodi, que Rogerinho aproveitou a confusão na área para marcar. Mostrou Rogerinho ser um jogador oportunista e goleador. Podia o jogo até ser 3 x 0 para o Bahia, um penal claro foi deixado de ser assinalado pelo árbitro do jogo no incansável Apodi.

Impecável o Bahia foi hoje, um triunfo digno da história do nosso clube. Estamos agora com 13 pontos em 15 possíveis, um aproveitamento de 87%.

Temos que assumir agora nossa condição de líderes isolados da competição e buscar mais três pontos em Juazeiro contra o Icasa, arriscando-se mais ainda para acumular gordura.
Vamos chegar lá! Muito axé para todos!

Bahia vence o Sport com Pituaçu lotado

Comentários
Jogando um futebol eficiente e sobretudo necessário, o Bahia superou e retomou neste Sábado a liderança do campeonato brasileiro da Série B, ao vencer por 2x0 o Sport de Recife. Os gols foram marcados por Rogerinho e Ávine. Destaque novamente ficou por conta da torcida tricolor, que lotou completamente o estádio de Pituaçu. Em instantes confira tudo sobre a partida, com os melhores momentos e os gols marcados.

O Bahia é líder isolado da Série B! O Tricolor recebeu neste sábado (30) o Sport em Pituaçu e não decepcionou os mais de 32 mil torcedores que lotaram as arquibancadas, vencendo por 2 a 0.

No primeiro tempo, o Bahia começou dominando a partida e não deu espaço para o Sport respirar. A criaçãod de jogadas era boa com Vander e Rogerinho tabelando e Ananias aparecendo na área para assustar o goleiro Magrão. Mas, logo aos 9 minutos,

Ananias recebeu uma cotovelada no olho e teve que sair de campo. Renato Gaúcho colocou Abedi no lugar e o ritmo de ataque caiu um pouco. Quando o Sport conseguiu equilibrar a partida, chegou com perigo com Eduardo Ramos e obrigou o goleiro Omar a fazer sua

primeira defesa. A torcida ficou apreensiva e Pituaçu mennos vibrante. Mas durou pouco. Em jogada confusa, Rogerinho recebeu a bola na grande área do Sport, bateu em cima do zagueiro, pegou a sobra e mandou para o fundo das redes. 1 a 0 para o Bahia e a torcida se incendiou na arquibancada.

O primeiro tempo seguiu com o Bahia pressionando, mas sem conseguir ampliara a vantagem. Nos acréscimos, o Sport tentou colocar pressão e chegou a chutar a gol duas vezes, sempre para a defesa segura de Omar. O Bahia foi para os vestiários com a vantagem no placar.

O segundo tempo começou e o Bahia não deu chance para o adversário. Logo aos 8 minutos, Rogerinho limpou bela jogada na intermediária e entregou para Ávine, que arrancou, tirou o zagueiro e mandou uma bomba, sem chance de defesa para Magrão. Era o segundo gol do Bahia e mais festa nas arquibancadas.

O segundo gol tirou o ânimo de vez do time do Sport. O Bahia passou a administrar o jogo com tranquilidade e roubar a bola do adversário com mais facilidade. O goleiro Omar ainda levou um susto em jogada de Dutra, quando a defesa do Bahia ficou parada, mas conseguiu espalmar uma bola difícil e garantiu o zero em um dos lados do placar.

O Bahia vai a 13 pontos e é o líder isolado da Série B. O próximo compromisso do tricolor será contra o Icasa, no estádio Romeirão, às 19h30 da terça-feira (01).

Confira jogos de Sábado

Bahia-BA 2 x 0 Sport-PE
Icasa-CE 3 x 1 Duque de Caxias-RJ
Brasiliense DF 1 x 0 Figueirense-SC
São Caetano- SP 3 x 1 Ponte Preta-SP
Guaratinguetá-SP 3 x 1 Santo André-SP

CLASSIFICAÇÂO

Sport jogando pela dignidade

Comentários
O Sport que enfrenta o Bahia na tarde de hoje é um time envolvido numa crise técnica e política deflagrada em função da péssima campanha do Leão nesse início de Série B. Crise esta que já custou a “cabeça” do técnico Givanildo Oliveira e pode resultar na renúncia do presidente do clube.

O que é difícil acreditar para o torcedor do Sport é que, a menos de um mês atrás o time sagrava-se pentacampeão pernambucano, com uma campanha brilhante, sendo uma das credenciais que colocou o Sport como um dos favoritos a conquista da Série B. Mas a realidade é totalmente diferente. O time tem apenas um ponto e já perdeu 3 partidas, sendo a última para o modesto Icasa em plena Ilha do Retiro.

Veja como o Sport vai tentar se reabilitar contra o Bahia na reportagem do Diário de Pernambuco:

Buscar a vitória é o princípio fundamental de qualquer partida de futebol. Ou quase todas. Existe exceções. Como acontece hoje à tarde com o Sport. Com apenas um atacante, o Leão encara o Bahia, no estádio Pituaçu, a partir das 16h10, pensando em, sobretudo, recuperar a "dignidade". Mostrar ao torcedor e ao novo técnico que de fato o Leão é um dos candidatos ao acesso, não ao rebaixamento. Vencer, será excelente. O início de uma reação, provavelmente. Mas o empate, contra um rival regional embalado na competição, não deixa de ser um bom resultado.
Um grande passo para a obtenção do resultado positivo foi dado. O Sport assumiu as suas limitações através do técnico interino Levi Gomes. A dúvica entre o 3-5-2 e o 4-4-2 transformou-se na cautela do 4-5-1, com três volantes no meio-campo. O objetivo é fechar o meio do campo e atacar nos contra-ataques.

Mesmo assim, a situação é mais complicada. O treinador não poderá contar com três atletas considerados titulares: o atacante Ciro, com o tornozelo lesionado; o volante Daniel Paulista, com uma forte virose; e Zé Antônio, suspenso devido à expulsão na rodada passada contra o Icasa/CE. Um detalhe interessante é a entrada de Dairo no grupo, assumindo o lugar de Pedro Júnior.

Outra mudança é a entrada de Adriano Pimenta. O meia passou mais de seis meses se recuperando de uma lesão no joelho. Nas duas últimas partidas da Série B, ele foi acionado, mas por poucos minutos. Entrou na segunda metade do segundo tempo. A grande surpresa do Sport na partida de hoje, porém, será a estreia do lateral-direito Renato, de 20 anos.

Psicológico - No treino de ontem, Levi cobrou uma reação do grupo. Ele quer uma vitória para entregar o clube leonino numa situação melhor. "Temos que terminar essa fase de antes da Copa do Mundo em outra posição da tabela. O Sport está brigando para subir de divisão e não para cair. Por isso a gente tem que vencer", comentou. Vale lembrar que faltam apenas mais três jogos para a pausa no Brasileirão por conta do Mundial da África. O Leão pegará o Bahia, depois joga na Ilha contra o Paraná e finaliza essa "fase" em Natal, diante do América/RN.

Bahia
Omar; Apodi, Alison, Nen e Ávine; Marcone, Bruno Silva, Ananias, Vander e Rogerinho; Rodrigo Gral. Técnico: Renato Gaúcho.

Sport
Magrão; Renato, Igor, César e Dutra; Tobi, Levi, Moisés, Adriano Pimenta e Eduardo Ramos; Dairo. Técnico: Levi Gomes.

Local: Estádio Pituaçu. Horário: 16h10
Árbitro: Djalma José Beltrami (RJ).
Assistentes: Ediney Mascarenhas (RJ) e Lilian Fernandes (RJ)

E.C.Bahia faz a festa em Pituaçu lotado

Comentários
Ontem, fui recriminado por ser apaixonado pelo Bahia, chamado de irracional e colocado entre os criminosos mais procurados pela INTERPOL pelo meu amigo Marcosacks. No entanto, isso parece tudo menor diante da felicidade que se aproxima logo mais com o meu Bahia contra o Sport. Hoje pela manhã começo a ver no sábado o céu azul, o batom vermelho de minha mulher e a sua pela branca que dão uma enorme vontade de beijar à vida. A Tribuna deste manhã é clara. O Bahia vai fazer uma linda festa, o clima de positividade e incentivo ao tricolor estarão presentes para alcançarmos o objetivo comum: a ascenção aos céus, a série "A". Confira a matéria da Tribuna!

O Bahia vai contar com a força da torcida ao seu lado no jogo desta tarde, contra o Sport de Recife, no Estádio Governador Roberto Santos. O time do técnico Renato Gaúcho, em fase de ascensão, tem tudo para manter a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro rumo à 1ª Divisão em 2011, e fazer uma grande festa tricolor nas arquibancadas do caldeirão do “PituAço”.

A procura pelos ingressos durante a semana foi impressionante. No primeiro dia de venda, foram cinco mil bilhetes. No segundo, a conta aumentou para 21.500. Ontem, os ingressos foram esgotados nos pontos oficiais de venda. Restam apenas nas mãos de cambistas. Carente de bons resultados, o torcedor voltou a sentir orgulho em vestir o azul, vermelho e branco. A região de Pituaçu deve ser pintada pela aquarela tricolorida logo nas primeiras horas de hoje.

Pintura que vai ser transferida também para dentro do estádio. Torcedores iniciaram uma campanha para formar um mosaico tricolor nas arquibancadas de Pituaçu utilizando bolas de soprar. A ideia ganhou força e contou com a adesão do departamento de marketing. Dez mil bexigas foram compradas pelo clube. Elas se juntaram às milhares doadas pela torcida para ajudar a dar o clima e transformar Pituaçu em um caldeirão.

O apoio da torcida será fundamental. A história mostra que um começo empolgante é resultado de tranquilidade ao longo da Série B e comemoração no final do ano. Não é por acaso que, desde 2008, o Bahia não teve nenhum começo como o atual. Na verdade, nos dois anos anteriores, o tricolor chegou ao G-4 somente duas vezes.

Em 2010, este tabu foi quebrado. O Bahia está entre os quatro primeiros colocados desde a rodada de estreia. Alcançou a liderança com a goleada sobre o Vila Nova e hoje, além de se manter pela segunda rodada seguida na ponta, pode completar cinco rodadas dentro do grupo que garante o acesso para a Primeira Divisão.

No elenco, a vontade de vencer é tão grande que um simples rachão tem contornos dramáticos. Ontem, Leandro e Rogerinho se desentenderam durante a atividade. A dupla foi expulsa do treino, mas não deve ser excluída do jogo de hoje. “Vou falar com o Paulo Angioni e vamos punir, com rigor, aonde o jogador mais sente: no bolso”, afirmou Renato Gaúcho.

O treinador classificou a discussão, originada em uma entrada dura de Leandro, como normal, mas condenou a atitude dos jogadores. No entanto, descartou punir o clube afastando os atletas. Rogerinho deve continuar como titular no meio de campo. Leandro pode perder a vaga para Bruno Silva.

Bahia dorme em 3º lugar na Série B

Comentários
Quando tudo indicava que o Náutico roubaria, ainda que de forma provisória, a liderança da série B, o timbu deu pra trás e depois de estar vencendo o América de Natal por 2x0, acabou cedendo o empate, aos 48 minutos do segundo tempo.

Com este resultado de 2x2 o time de Alexandre Galo, além de cair para a segunda colocação, perdeu a chance de assumir a liderança isolada da competição, num vacilo sem tamanho, merecendo as vaias dos seus torcedores e os aplausos da torcida do Bahia, visto que, uma vitória simples neste Sábado contra o Sport, deixa o Bahia líder, porém desta vez isoladamente.

Destaque negativo ficou a cargo do goleiro Rogério do Náutico, que levou um perú e facilitou a vida do América-RN. O Paraná, que não tem nada com isto, não agradeceu a bobeira dos pernambucanos e aproveitando-se do mando de campo, venceu o Vila Nova por 1x0, gol de João Paulo, que emendou um chute de fora da área e assumiu provisoriamente a liderança isolada da série B, destronando o Bahia da primeira para a terceira colocação, com um jogo a menos. Foi a 13ª partida sem derrota do time paranaense, em seu estádio e a terceira vitória consecutiva no campeonato.

O Paraná Clube agora soma 12 pontos em 5 jogos, sendo 4 vitórias, uma derrota e um saldo invejável de 10 gols. Ao Bahia resta e basta uma vitória pura e simples, daqui a pouco, às 16 horas contra o Sport, para voltar à liderança isolada e continuar na batalha de retorno à Serie A.

Na hipótese de uma tragédia, o clube perdendo para o Sport, terá a atual posição (3º posição) seriamente ameaçada pelo Brasiliense, Guaratinguetá e América-MG, que jogam contra Figueirense, Santo André e Ipatinga, respectivamente, todos jogando em seus domínios.

Confira os jogos desta sexta-feira

Portuguesa-SP 2 x 0 Bragantino-SP
Náutico 2 x 2 América-RN
ASA-AL 1 x 2 Coritiba-PR
Paraná-PR 1 x 0 Vila Nova-GO

Classificação

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Rodrigo Grahl fica no Bahia

Comentários
A torcida tricolor pode ficar tranquila. O atacante Rodrigo Grahl, artilheiro da temporada com 14 gols, vai continuar defendendo as cores do Esquadrão de Aço.

No início da noite desta sexta-feira, o Presidente Marcelo Guimarães Filho esteve na concentração do Bahia, conversou com o atleta sobre sua permanência no clube e de todas as propostas que recebeu de clubes do Brasil.

A conversa foi rápida, já que os dois pensavam no mesmo objetivo, que era a permanência do Lobo Gral no Fazendão. Detalhes acertados, o atacante vai ficar no Bahia. Logo depois da conversa, o Presidente falou sobre a conversa que teve com o jogador. "Tinha certeza que não teríamos problemas para manter Rodrigo, já que ele sempre disse que queria ficar no Bahia. Ele é peça importante no time, é o nosso artilheiro e não medi esforços para segurá-lo. Estamos investindo porque acreditamos no acesso e o torcedor está junto connosco, haja vista a venda de todos os ingressos para o jogo contra o Sport. Esse apoio tem que continuar e estou muito feliz com o desfecho", comentou o Presidente.

O atacante também falou sobre o encontro. "Não queria sair do Bahia. Todos sabiam disso. Quero fazer parte do grupo que vai levar o time à Série A e fazer história. Gosto do clube, me identifiquei com a torcida e espero presenteá-la com um gol na partida de amanhã. O Presidente Marcelo foi muito correto comigo e não posso deixar um clube em que todos me tratam tão bem", avaliou o artilheiro. Essas informações são do site oficial do Clube.

Ingressos para Bahia e Sport estão esgotados

Todos os ingressos para o clássico deste sábado Bahia X Sport já estão esgotados. Ao todo, foram vendidos 32.200 ingressos. O jogo Bahia X Sport acontece neste sábado (29), às 16h10, no Estádio de Pituaçu.


Avaí x Vitória: Ricardo Silva faz mistério

Comentários
Mistério no futebol agora virou moda, escalações a sete chaves e justificativas descabidas. Agora dizem que o Péricles Chamusca é velho conhecedor do futebol da Bahia, então boca de siri, para não dar pista. Acontece que tudo muda e o Vitória mudou muito e o próprio futebol do Bahia, além disso, quando o Chamusca trabalhou por aqui, o arco-íris ainda era em preto e branco e o meu amigo TRI (Altair), nem imaginava que, um dia, poderia ser campeão, imagina TRI. Confira os mistérios do Ricardo Silva numa matéria do site Ibahia.

O próximo adversário rubro-negro é o Avaí do técnico Péricles Chamusca, um velho conhecido da torcida do Vitória. Para o duelo na Ressacada, o comandante Ricardo Silva prega a cautela e não revela o time titular que vai entrar em campo às 18h30 deste sábado (29).

“Do outro lado tem um treinador que é baiano, muito estudioso, estrategista e que conhece bem o futebol baiano. Já trabalhou no Vitória e não vou antecipar o time desta vez”, disse Ricardo Silva, em entrevista coletiva.

A única certeza fica por conta da estreia de Jonas na lateral direita, já que Nino Paraíba vai cumprir suspensão. No entanto, o treinador rubro-negro não garantiu a volta de Júnior ao ataque, por causa da boa atuação de Schwenck na última quarta, quando marcou três gols em cima do Galo.

Outras dúvidas estão no meio-campo. Como Uelliton vai ficar longe dos gramados por 15 dias, Neto Coruja e Ricardo Conceição brigam para jogar ao lado de Vanderson. Mesmo recuperado de contusão, Bida não está garantido no time. Viáfara e Ramon foram vetados pelo departamento médico.

A provável formação do Vitória conta com Vinícius; Jonas, Wallace, Reniê e Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição (Neto Coruja), Bida e Lenilson; Elkeson e Schwenck (Júnior)

Bahia x Sport: O clássico dos clássicos nordestino

Comentários
Algumas filas só são possíveis na Bahia quando o Bahia joga, e o jogo de amanhã é uma entre tantas que já enfrentamos para ver o Bahia e o Sport, os clubes mais vencedores da nossa região. O Bahia ganhou tudo no nordeste e no Brasil, o Sport idem. O Bahia e o Sport também vendem mais camisas, são torcidas onipresentes nos estádios e suas torcidas nos seus Estados de origem são a maioria.

O Bahia quando enfrentou o Sport arrancou duas vezes para conquistar o Brasil, assim foi em 1959 e 1988. São clubes que possuem a gana do povo nordestino de forte e vencedor.

Mas, Bahia e Sport também viveram maus momentos, como foi o Torneio da Morte, quando disputaram esse torneio para não caírem para a segunda divisão. O Bahia se safou. Recentemente, o Sport foi rebaixado duas vezes, o Bahia andou até na terceira divisão. Isso entristeceu a história dos confrontos, uma vez que são os clubes que simbolizam a rivalidade Bahia e Pernambuco como nenhum outro.

O Bahia com as cores da Bahia e o seu hino, que é mais cantado que o hino da própria Bahia, enquanto o Sport tem a fama de seu Estado de Leão do Norte, assim conhecido entre seus torcedores que conhecem a história do povo nordestino e de Pernambuco.

Na minha vida aqui em Pernambuco também já fui envolvido muitas vezes por essa rivalidade. Fui Campeão da Copa Renner torcendo na Ilha, vi o Bahia fugir do torneio da morte e comemorei como ninguém a classificação no Estádio da Ilha do Retiro do Bahia para a fase final da Copa João Havelange.

Amanhã estarei vendo pela tevê mais um jogo do clássico dos clássicos nordestino. Espero dar sorte para meu tricolor de aço.

Para prestigiar as conquistas de um grandioso time recorro a história. Veja o Bahia Campeão Brasileiro na frente de Corinthians, Santos, Botafogo e Cruzeiro:

video

Ricardo usa o que aprendeu como artilheiro do Bahia

Comentários
Agora está explicado o sucesso do técnico Ricardo Silva, do Vitória. Seu aprendizado se deu no Bahia, na época em que o clube viveu na era do aço. A Tribuna da Bahia foi lá ao fundo do baú, recuperou a história até então nunca contada do técnico rubro-negro. Era para desconfiar. Confira.

O que poucos sabem, é que essa nova cara do Vitória não é apenas uma semelhança do que era o rival. Ex-centroavante do Bahia na década de 80, o técnico Ricardo Silva é o maior responsável por essa fase do rubro-negro, é como se ele, conscientemente, tivesse “roubado” o espírito tricolor, e levado para a Toca do Leão.

“Eu trabalhei com alguns dos maiores técnicos do futebol brasileiro e do mundo, e minha carreira tem um pedaço de cada um deles. Foi assim também pelos grandes clubes por onde passei e fui campeão”, lembra o técnico do Vitória.

“Guerreiros, guerreiros, time de guerreiros”. O slogan entoado pela torcida “Os Imbatíveis”, e imediatamente assumido por todos os torcedores que freqüentam o Barradão, nos momentos de maiores dificuldades do time do Vitória não surgiu nas arquibancadas. A torcida apenas botou música na “letra” nas palavras, nas preleções do treinador antes de cada partida, que exige o máximo de todos.

“O Bahia era assim. No meu tempo, agente entrava para ganhar, e empurrados pela força da torcida, éramos imbatíveis, como somos hoje na Toca do Leão”, lembra o ex-jogador e hoje técnico tetracampeão baiano pelo Vitória.

Jogos da série A - Quinta-feira

Vasco da Gama 3 x 2 Internacional
Goiás 0 x 0 Ceará
Atlético-PR 2 x 1 Atlético-GO

Veja a Classificação!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Bahia x Sport: 22 mil ingressos vendidos

Comentários
É mole? 22 mil ingressos vendidos para uma partida que pouco vale além da liderança da série B. O site do Bahia acaba de divulgar mais uma parcial da comercialização dos bilhetes, no dia de hoje.

O número é de assustar, até à média de público dos clubes integrantes da série A. Até ao final desta quinta-feira, foram vendidos 21.500 ingressos para o próximo jogo, Sábado, contra o Sport, às 16h10, no Estádio de Pituaçu. Nesta Sexta-feira, as vendas continuam normalmente, até às 17 horas.

O time para o jogão deste Sábado continua indefinido. Rogerinho deixou a partida contra o Vila com uma entorse no tornozelo esquerdo, mas tem grandes chances de jogar Sábado, segundo médicos do clube. Apodi também não deve ser problema, mesmo após a pancada na bacia que o tirou de campo na Terça. Já o caso de Morais é mais grave. Ele tem feito um trabalho de recondicionamento físico e é dúvida para o duelo.

Uma boa notícia para a torcida tricolor

Grahl acaba de acertar uma aproximação salarial com o que ganham outros jogadores, como Morais, com isso o atacante tricolor permanecerá no Bahia.

Fonte Nova deve ser demolida em Junho

Comentários
O governador Jaques Wagner recebeu, na tarde desta quinta-feira (27), do prefeito de Salvador, João Henrique, o alvará de demolição do estádio da Fonte Nova. Este é o documento que faltava para dar andamento às obras de construção da Arena Fonte Nova. A estimativa é que a demolição mecanizada controlada seja iniciada em junho.

De acordo com o prefeito João Henrique, as outras etapas de demolição também irão precisar de alvará. "Esta não é qualquer reforma. Por isso, através dos estudos dos órgãos competentes, como Iphan e Ipac, a Prefeitura pôde liberar a demolição, e a partir daí, seguirmos com as obras da Fonte Nova, que irá beneficiar muito a população de Salvador".

Segundo o governador Jaques Wagner, a Bahia continua na frente de outras cidades-sede da Copa 2014, o que garante a realização do evento em Salvador. O governador afirmou que todos os recursos necessários, tanto para construção da Arena, quanto para mobiulidade urbana, estão garantidos.

A Assembleia Legislativa já aprovou o projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a contratar empréstimo de R$ 400 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para execução da arena esportiva. Quanto ao valor restante, caberá ao consórcio formado pelas empresas OAS e Odebrecht investir recursos próprios e buscar financiamento junto ao mercado.

A Arena Fonte Nova ocupará uma área de 121.189 m² e terá as seguintes características: capacidade para 50 mil lugares fixos; 50 camarotes, totalizando mil assentos; área de imprensa; 2,5 mil assentos VIPs; museu do futebol; restaurante panorâmico; 62 banheiros; 46 bares; cobertura de estrutura metálica leve e 2 mil vagas de garagens na parte interna.

O sítio oficial do Bahia divulgou: São 21.000 ingressos vendidos até agora!

No final do dia desta quinta-feira, saiu a parcial de vendas para o jogo do próximo sábado, contra o Sport, às 16h10, no Estádio de Pituaçu. Foram vendidos 21.500 ingressos até o momento.

Nesta sexta-feira, as vendas continuam normalmente, até às 17 horas.

Aproveite para comprar o seu e vamos lotar nosso caldeirão!!

Bahia x Sport: 10 mil ingressos vendidos.

Comentários
Sem dúvida, a torcida tricolor se não é a maior, com certeza é a mais fiel e apaixonada do Brasil. Na liderança da Série B, o Bahia enfrentará o Sport no próximo Sábado, em Pituaçu, e certamente o torcedor tricolor lotará o estádio, para ajudar.

Em apenas um dia de venda, foram comercializados 5 mil ingressos e a procura por bilhetes só aumenta. Nesta quinta-feira, o movimento nos pontos de venda tem sido intenso e ainda sem a parcial oficial, que só sai no final da tarde, é possível afirmar que já foram comercializados mais de 10 mil ingressos.

O motivo é simples, o Bahia está invicto há quatro jogos, líder da Série B do Brasileiro e o jogo contra o Sport é um dos maiores clássicos do nordestino. Os atrativos são muitos e a promessa é de casa cheia na tarde de Sábado (29), no Estádio de Pituaçu. O movimento nos postos de venda é grande na manhã de hoje.

Por iniciativa da torcida, com adesão do departamento de marketing do clube, estão sendo arrecadadas bolas de soprar com as cores do tricolor. Um dos pontos de entrega é a loja oficial Viva Bahêa, na Avenida Manoel Dias da Silva.

A venda continua durante todo o dia, até às 17h00.

PONTOS DE VENDA:

Sede de Praia da Boca do Rio;

Loja Oficial Viva Bahêa (Avenida Manoel Dias da Silva, ao lado da Farmácia Santana);

Bilheterias do Estádio de Pituaçu;

Loja Casa do Tricolor Capemi;

Bahia Sports (Centro, ao lado da Ricardo Eletro de Lauro de Freitas)

Rodrigo Grahl fica ou não no Bahia?

Comentários
Segundo o jornal A Tarde, a situação do jogador deve ser resolvida ainda hoje após uma reunião com a diretoria do Bahia. É como já disse em outro comentário. A situação do Bahia é complicada. O jogador ganha pouco (20 mil), recebe uma proposta melhor do Ceará (60 mil) e agora? Ainda hoje saberemos o resultado desta questão. Confira.

Uma notícia movimentou os bastidores do Bahia nos últimos dias e, se a diretoria do clube não se apressar, corre o risco de ficar sem o seu principal goleador na temporada. Após receber uma proposta do Ceará para defender o time na Série A do Campeonato Brasileiro, o atacante Rodrigo Gral, atualmente na equipe baiana, ficou balançado e não descarta “trocar de ares”.

Segundo informações do jornal A Tarde, o jogador recebeu uma oferta de R$60 mil mensais e mais R$100 mil de luvas dos cearenses e, no momento, aguarda uma contraproposta do Bahia para definir se permanece em Salvador ou então se vai para Fortaleza.

No entanto, o atleta já demonstra impaciência com a demora da diretoria tricolor e cobra por uma valorização. “Eu tinha um pré-contrato assinado com o Cerro Porteño (do Paraguai) e desci do ônibus para acertar com o Bahia. Foi uma aposta minha vir para cá. O valor que recebo aqui é fora da realidade (R$ 20 mil). Tínhamos um acerto para depois do Baiano, mas o Marcelinho (presidente) pediu um tempo, porque estava muito atarefado. Já se passaram mais de duas semanas e nada”, revelou Rodrigo Gral.

Atualmente disputando a Série B pelo Bahia, o atacante é o artilheiro da equipe na temporada 2010. Levando em consideração o Campeonato Baiano, a Copa do Brasil e os primeiros quatro jogos da Série B, Rodrigo Gral já anotou 14 gols.

Boa campanha renderá lucros financeiros ao Bahia

Comentários
A torcida do Bahia é famosa nacionalmente pelo amor e fidelidade que desprende ao clube. Se essa fidelidade  esteve presente quando o time disputou a série C do campeonato brasileiro, imagine com o tricolor liderando a série B e sério candidato ao acesso para a série A?

Não há dúvidas, o Estádio Metropolitano de Pituaçú ficará pequeno para o tamanho da torcida do Bahia, que deverá esgotar os ingressos para o jogo do próximo sábado contra o Sport. Na época da Fonte Nova, esse jogo certamente não seria para um público menor que 50 mil pagantes. E por que tudo isso, se o campeonato só está começando? Simples, porque o amor dessa torcida pelo seu clube é maior do que qualquer um pode imaginar. E mais, a carência da torcida do Bahia tem feito com que todas as fichas sejam investidas na campanha desse ano. Esse é o momento, esse é o campeonato que o Bahia deve se impôr para conseguir voltar para a elite do futebol brasileiro.
O tricolor vai ter uma chance de pontuar bem nas últimas três rodadas antes da parada para a Copa do Mundo, podendo chegar aos 19 pontos em 21 disputados. Dois desses jogos serão em Pituaçú, contra Sport e Duque de Caxias. O jogo fora é contra o Icasa, time que deve ser respeitado, mas que, sinceramente, não deve significar uma ameaça aos planos do Bahia, que tem mais tradição no cenário nacional.
O reflexo da boa campanha do Bahia neste início de campeonato se traduz na confiança do torcedor, que tem crescido a cada dia. Para o clube, isso significará um belo retorno financeiro. Considerando os mais de trezentos mil que o clube já arrecadou na partida contra a Ponte Preta e as cargas máximas que deverão ser atingidas nos próximos dois jogos em Salvador, o clube provavelmente irá ter um rendimento em torno de um milhão e duzentos mil reais. Nada mal para um Bahia que vem vivendo uma situação financeira difícil.
O fato é que o investimento no setor de futebol não deve ser problema para o clube, que tem uma torcida que realmente paga para ver um time vencedor.

E.C.Bahia: o gigante acordou

Comentários
Há quanto tempo você não vai ao Estádio para ver uma boa campanha do Esquadrão? Faz tempo, não é "brother"? Sábado, muitos vão par ver o Bahia líder de uma competição nacional jogar contra o Sport-PE, num clássico nordestino. O Bahia quer manter a dianteira da competição. A torcida foi convocada a encher o estádio com bexigas em azul, vermelho e branco numa festa que parecerá primavera parisiense como nos velhos tempos da Fonte Nova. Confira matéria da Tribuna!

Olha, faz tempo. E bota tempo nisso, que o torcedor do Bahia não sente tanta alegria e veste com orgulho seu manto sagrado. A ótima campanha na largada do Campeonato Brasileiro, culminando com a liderança da Série B, coloriu Salvador de azul, vermelho e branco, com a torcida literalmente desfilando pelas ruas, bairros e avenidas, botecos, bares e restaurantes, com o seu manto tricolor, dando um novo colorido à capital baiana.

É só o início, foram apenas quatro das 38 rodadas que serão disputadas pela Série B do Campeonato Brasileiro de 2010. Mas desde que a bola rolou, o Bahia se mantém no G-4, o grupo dos quatro melhores times da 2ª Divisão, que vale vaga para a volta da tão sonhada Série A, a 1ª Divisão do futebol brasileiro, em 2011.

O mais importante é que o time do técnico Renato Gaúcho vem mostrando evolução a cada rodada. Dos quatro jogos, dois triunfos foram fora de casa, contra o Ipatinga, em Minas Gerais, e o Vila Nova, em Goiás, garantindo ao tricolor baiano um aproveitamento de 83%, ganhou 10 dos 12 pontos disputados, dividindo a liderança da 2ª Divisão com o Náutico de Recife, mas levando vantagem no saldo de gols, cinco, contra quatro do adversário pernambucano.

Sábado à tarde, às 16h10, a expectativa é de uma grande festa do futebol baiano, no jogo contra o Sport de Recife, no estádio Governador Roberto Santos, que vai ficar pequeno para a motivação da torcida tricolor. Desde ontem que o torcedor forma longas filas para a compra do ingresso, com a garantia de carga máxima, com mais de 32 mil pessoas nas arquibancadas. Os ingressos estão sendo vendidos a R$ 20 (arquibancada-meia) e R$ 40 (arquibancada-inteira).

Através do seu site oficial, o Bahia está incentivando torcedores a se organizar, e a distribuição de bolas de soprar (bexigas) para colorir as arquibancadas de Pituaçu, neste jogo de sábado à tarde, contra o Sport de Recife, na luta pela liderança da Série B. A Loja Oficial Viva Bahêa, que fica na Avenida Manoel Dias da Silva, está arrecadando bolas de soprar nas cores azul, vermelha e branca, que serão distribuídas no estádio, formando um verdadeiro "mar tricolor", um espetáculo do futebol baiano para todo o Brasil.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Vitória conquista o primeiro triunfo no Brasileirão

Comentários
Em jogo movimentado para um Barradão vazio, o Vitória finalmente conquistou o seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro da série A, ao vencer por 4x3 o Atlético Mineiro, nesta noite no estádio do Barradão. Destaque do jogo ficou por conta do atacante Schwenck que, em noite inspirada, marcou três gols para os rubro-negros, em um deles contando com a colaboração decisiva do goleiro Marcelo.

O Vitória foi um time de guerreiro, como gritou a sua torcida durante o jogo. Um resultado em que a garra rubro-negra barrou o bom toque de bola do time do Atlético-MG de Ricardinho e Júnior (ex-Vitória). Um bom espetáculo para uma noite de quem gosta de futebol.

O jogo dessa noite foi muito igual. Cada equipe tentava envolver o adversário com o que tinha de melhor. O Atlético-MG com um toque de bola primoroso com Ricardinho e Muriqui, enquanto o Vitória usava muito bem as laterais de campo com Elkeson e Nino Paraíba.

E foi num lance pela lateral que o Vitória fez seu primeiro gol, com Shwenk. O Galo empataria logo depois, e parecia melhor até então. Mas, ainda no primeiro-tempo, o Vitória ainda faria seu segundo gol, com Shewnk outra vez aproveitando um cruzamento, o artilheiro rubro-negro da noite encostou a bola de cabeça para a bola morrer no fundo da rede.

As maiores emoções do jogo estavam para o segunto tempo, quando o Vitória perdia Nino Paraíba expulso. A expulsão do atleta rubro-negro e a contusão de Wellington pareciam favorecer o Galo. E foi o Atlético com Ricardinho de falta que empatava o jogo em 2x2.

Para a surpresa do público presente, numa falha do goleiro Marcelo, o Vitória fazia 3x2. Logo depois o Atlético empataria outra vez e parecia seguir para um triunfo. Mas, fazendo jus à raça de Leão, o Vitória foi buscar a vitória consagradora fazendo seu quarto gol e levando o público rubro-negro ao delírio. Um triunfo digno dos melhore espetáculos de futebol.

EC Vitória pode ganhar R$ 4,5 milhões

Comentários
Este assunto se arrasta uma eternidade e nunca se chega uma definição, mas volta à midia, agora numa matéria do site Ibahia. Aproveite e veja os preços dos bilhetes para a grande final, entre Vitória x Santos pela Copa do Brasil. Confira

O Real Madrid não tem medido esforços para contar com David Luiz, do Benfica, para próxima temporada. E quem pode se dar bem nessa é o Vitória. O zagueiro é cria da Toca do Leão e o clube baiano deve ganhar 5% da transferência. A atual proposta é de 40 milhões de euros, o que renderia R$ 4,5 milhões ao Rubro-negro.

Campeão português pelo Benfica, o atleta de 23 anos é uma das exigências do técnico José Mourinho, que está prestes a assumir o comando do time merengue. Segundo o jornal Correio, com o dinheiro, o Vitória pode investir na contratação do meia Madson, que está encostado no Santos.



INGRESSOS

O torcedor do Vitoria já poderá garantir a partir desta quinta-feira seu ingresso para a final histórica da Copa do Brasil, dia 4 de agosto, no Estádio Manoel Barradas, ao preço inicial de R$40,00 ( meia entrada).

Os ingressos estarão disponíveis em todos os pontos de venda por esse valor até o dia 30 de junho e neste período não será exigida apresentação da carteira de estudante para aquisição da meia-entrada. A partir de 1º de julho, o valor do ingresso poderá ser majorado.

Carlos Sérgio Falcão, vice-presidente do clube, esclarece que essa venda inicial é exclusiva para os torcedores do Vitoria e que os ingressos para visitante serão disponibilizados a partir do dia 15 de julho. Ele adverte que nesse jogo já estará implantada a setorização do estádio e que tanto o acesso quanto os ingressos de visitantes serão diferenciados. Ou seja, o torcedor do Santos que comprar o ingresso exclusivo da torcida do Vitoria não terá acesso ao Barradão.

Vitória tenta primeiro triunfo contra o Atlético-MG

Comentários
Chegou a hora do Vitória desencantar. Com três jogos e apenas um ponto conquistado, o rubro-negro tem um início de Brasileiro preocupante. Precisa derrotar o Atlético Mineiro na noite de hoje para se recuperar, espantar a crise e manter o bom ambiente do finalista da Copa do Brasil. Este foi o aviso dado pelo zagueiro Wallace, logo depois da derrota de Domingo para o Ceará. “Temos que acordar enquanto é cedo para não nos prejudicarmos lá na frente. A Copa do Brasil é outra competição. O time pecou demais. Isso não pode acontecer”, alertou o jogador ao Site da Metrópole que reproduzimos abaixo.

Nos números, além do início ruim, o Vitória tem contra si o histórico diante do Atlético Mineiro. Os dois times já se enfrentaram 36 vezes. Foram 18 triunfos atleticanos, 11 empates e apenas sete triunfos baianos. Os mineiros marcaram 56 gols, contra 28 do Vitória. No Barradão, no entanto, a história é diferente. Nas 17 vezes em que o Atlético Mineiro esteve no Manoel Barradas, foi derrotado seis vezes. Houve também seis empates e seis triunfos mineiros.

Para manter a vantagem em casa, o Vitória conta com o apoio da torcida. O horário da partida não é o habitual – 19h30 –, mas mesmo assim os jogadores acreditam que pela campanha de finalista da Copa do Brasil o torcedor vai comparecer para pressionar o Atlético Mineiro do primeiro ao último minuto.

O problema é que Ricardo Silva tem quatro desfalques para a partida. Viáfara, Ramon e Bida foram vetados pelo departamento médico. Júnior cumprirá suspensão pode ter sido expulso na derrota para o Ceará.

GALO – No lado mineiro, a intenção do Atlético é aproveitar o péssimo início de Brasileiro do Vitória. Mas, para isso, os jogadores ressaltaram que precisam entrar em campo ligados para não serem surpreendidos. “A gente aprendeu com a derrota para o Grêmio. A gente sabe que tem de jogar com inteligência, atenção, entrar com vontade, ligado em campo. Já fizemos isso contra o Atlético-PR”, afirmou o atacante Diego Tardelli, que considera que aquela goleada (4 a 0) tem de servir como lição.

O atacante destaca que o time atleticano deverá optar em jogar mais recuado, explorando os contra-ataques. “Temos de jogar fechados lá trás, sem dar espaço para eles tocarem a bola e quando tiver a bola sair com velocidade e aproveitar as chances que forem criadas”, observou Tardelli.

Esperando mais uma partida difícil diante do Vitória, o lateral-direito Coelho mostra o caminho para o Atlético sair vitorioso. “Fazer gol, tem de fazer gol, tem de atacar, mas se preocupar com a defesa, para não levar gols, a gente sabe que o ataque do Vitória é forte", avaliou.

Vila Nova 0 x 4 Bahia - Nota dos jogadores tricolores

Comentários

Omar: Nas poucas vezes que foi acionado, foi bem. Precisa treinar mais reposição de bola. 7,0

Apodi: Era uma boa opção de ataque pela direita, mas não criou grandes jogadas. Falta objetividade. Se contundiu e foi substituído. 6,0

Carlos Alberto: Substituiu Apodi e foi mais contido no apoio. Parece não estar bem fisicamente. Foi substituído. 5,0

Abedi: Mais uma vez ficou comprovado que não joga bem improvisado pela direita. Não chegou a comprometer graças a inoperância do ataque do Vila Nova. 5,5

Alisson: Foi muito bem no miolo de zaga, anulando o ataque do Vila pelo alto e por baixo. 7,5

Nem: A tranquilidade de sempre. 7,5

Ávine: Caiu bastante pelo meio criando diversas jogadas de perigo, muitas vezes só era parado com faltas. Ficou de cara com o gol em 3 oportunidades e perdeu, na quarta, preferiu tocar para Ananias fazer o gol. 7,5

Bruno Silva: A grande vantagem sobre Leandro é que o Bruno não abusa do recurso das faltas. Só pecou quando queria sair jogando em vez de tocar a bola. 7,0

Marcone: Bastante combativo, jogou com seriedade e errando muito pouco. 8,0

Ananias: Caiu pela esquerda na primeira etapa, sendo uma excelente opção de ataque, inclusive sofrendo o pênalti que gerou o primeiro gol. Na segunda etapa jogou muito. Partiu pra cima do adversário com toques rápidos e utilizando, sem exageros o recurso do drible. O melhor jogador na minha opinião. 9,0

Vander: Teve um papel tático interessante ora atacando, ora cobrindo as investidas do lateral direito. Arriscou dribles e ainda fez um golaço. É um garoto que tem que ser trabalhado com muita calma, para não se perder como outras promessas. 8,5

Itacaré: Entrou no lugar Vander. Não produziu muita coisa porque saiu demais da área para buscar a bola. Tem que jogar dentro da área, entre os zagueiros, pois não tem habilidades para jogar armando. 6,0

Rogerinho: Fez uma boa partida, buscando o jogo a todo momento. Precisa melhorar o passe. 7,0

Rodrigo Grahl: Saiu muito da área para buscar o jogo e talvez por isso não tivesse tido muitas chances de arremate, mesmo assim fez uma boa partida e ainda converteu dois pênaltis de forma precisa. 8,0.

Renato Gaúcho: Poderia ter tomado 10, mas descontarei um ponto por cada substituição equivocada. A de Carlos Alberto por Abedi, porque não tinha necessidade de improvisação naquele momento do jogo e a de Vander por Itacaré na metade do 2º tempo, porque Vander vinha muito bem e Renato poderia ter guardado essa substituição para uma eventual necessidade, que acabou acontecendo quando Rogerinho se contundiu e o Bahia teve que jogar quase 10 minutos com um homem a menos, já que tinha feito todas as substituições. 8,0